sábado, 16 de janeiro de 2010

Divisão de Honra AF Braga - 14ªjornada: Arões SC 3 x Vilaverdense 2

Opinião: 

O Arões recebeu e venceu esta tarde de Sábado o Vilaverdense, por 3-2.

Moralizado pelas duas últimas vitórias, o Arões procurava dar sequência aos bons resultados. O Vilaverdense, em clara ascensão, vinha a Arões na tentativa de somar mais três pontos.

Nos primeiros minutos de jogo, o equilíbrio foi a nota dominante, a táctica prevalecia. Aos nove minutos, na primeira oportunidade do jogo, a turma de Luís Gomes chega ao golo. Tiago, do meio da rua, tenta a sua sorte e com êxito, marcando um grande golo, num remate em arco ao ângulo, com o pé esquerdo, deixando o guardião Hélder estático no pelado. O Vilaverdense tentou responder ao golo sofrido e aos 21 minutos, uma desconcentração da defesa do Arões permite a Agostinho desferir um remate forte e colocado, mas a bola embateu no poste. Os visitantes, com Ramboia a titular, cresciam no jogo e à meia hora empataram a partida, através de um canto, escusadamente cedido por Peixoto, e na sua sequência, Bispo dá um pequeno toque na bola e Miguel encosta ao segundo poste, marcando o golo da igualdade.

O Arões acusou em parte o golo sofrido e o jogo tornou-se mais intenso. Já na parte final da primeira metade do desafio, Rambóia sofre um toque na cara e cai no chão, a jogada prosseguiu e Romeu acabou por rematar. A confusão instalou-se, mas nada que o árbitro não resolvesse, admoestando a cartolina amarela aos dois atletas que haviam marcado os golos (Tiago e Miguel). O jogo estava quentinho, e a equipa visitante continuava a atacar, com boas combinações da autoria dos seus jogadores mais ofensivos. Pedia-se claramente o intervalo, para acalmar os ânimos presentes no pelado de Arões. Na recolha aos balneários, registava-se uma igualdade (1-1).

Para a segunda parte, regressavam ao terreno de jogo os mesmos intervenientes que iniciaram a partida. À semelhança da primeira parte do jogo, as equipas estavam encaixadas no esquema táctico, sem domínio evidente quer de uma, quer de outra equipa. Aos 53 minutos o Arões beneficia de um livre um pouco descaído para a direita, e Romeu, com classe, de pé esquerdo, a colocar a bola no fundo da baliza da equipa vinda de Vila Verde. Quem se deslocou ao campo do Arões para assitir ao jogo certamente não se tinha arrependido, pelo espectáculo dado e pelos golos vistos até à altura, mas não ficaria por aqui. Pouco depois, aos 55', Bispo tentou a sua sorte mas, com atenção, Abreu agarrou o esférico.


Aos 58 minutos, mais um dos momentos do jogo. Hélder comandou a bola, e entregou a Tiago, que à entrada da área pela esquerda, rematou em arco, sem hipóteses para o guarda-redes visitante. Como se costuma dizer, não há duas sem três, e o Arões marcou três grandes golos neste jogo. A equipa de Luís Gomes, com a vantagem de dois golos, controlava melhor o jogo, e o Vilaverdense procurava abrir espaços na defesa do Arões, em busca de um golo que ainda pudesse dar esperança para um bom resultado.


Aos 68 minutos, Bruno, recém entrado na partida, através de um livre frontal, remata forte, obrigando Abreu a uma excelente intervanção. Ainda na recarga, Bispo remata, mas fraco e sem perigo. Ao minuto 71, André, jogador que esteve várias épocas no Fafe, cruza e Ibrahima dá-lhe com a mão. O árbitro assinalou penalti e Talaia converteu, dando ainda esperanças aos homens de Vila Verde.

O Arões tentou reagir ao golo que sofreu e através de um canto, ao minuto 74, Tiago atira ao poste e Ibrahima não fez melhor, enviado a bola ao lado. O jogo estava bom, aberto, activo, com o Vilaverdense a procurar o golo do empate quase sempre em lances de bola parada, e a equipa da casa, com a habitual luta e garra, a tentar através do contra-ataque, marcar o 4ºgolo. Aos 81 minutos, Agostinho, após um canto, rematou com violência. Deu a ideia de golo, mas a bola saiu ligeiramente ao lado. Dois minutos volvidos, Giane bate um livre para a área e a bola entra na baliza, mas um dos atletas do Vilaverdense, segundo a equipa de arbitragem, tocou na bola, anulando o golo. Até ao fim do jogo, o Arões segurou com mérito o resultado, somando mais uma vitória, dando à equipa um total de 24 pontos ao fim de 14 jornadas. Com o empate entre Torcatense e Esposende registado já neste Sábado, o Arões subiu, ainda que à condição ao 3ºlugar e aproximou-se do líder, o Esposende, estando agora com menos 4 pontos que a equipa onde actua Formoso.

Jogo realizado no Campo do Arões Sport Clube, na Vila de Arões São Romão, Fafe.

Árbitro: José Costa, auxiliado por Nuno Manso e Jorge Fernandes.

As equipas alinharam com:

Arões SC: Abreu, Zézinho, Nuno, Beijinhos, Peixoto, César, Ibrahima, Hélder (Bruno, 69'), Romeu, António (Raimundo, 79') e Tiago (Ângelo, 90+4). Treinador: Luís Gomes.

Vilaverdense: Hélder, Agostinho (Teles, 85'), Nélson Feliz, Talaia, Russo, Bispo, Rambóia (André, 57'), Giane, Orlando (Bruno, 66'), Miguel e Borges. Treinador: Zequinha.

Golos: Tiago (Arões), 9 e 58; Miguel (Vilaverdense), 30'; Romeu (Arões), 53' e Talaia (Vilaverdense), 72, g.p.

Disciplina - cartões amarelos: Tiago (Arões), 37; Miguel (Vilaverdense), 37'; Nélson Feliz (Vilaverdense), 61'; Romeu (Arões), 62'; Zézinho (Arões), 65'; Ibrahima (Arões), 71'; Russo (Vilaverdense) 73'.

Foi assim a 3ªvitória consecutiva do Arões no campeonato. Na próxima jornada, a última da primeira volta, o Arões desloca-se ao reduto do Louro, num jogo da 15ªjornada.

Texto: Ricardo Castro
Fotos: Rui Silva.

Sem comentários:

Enviar um comentário