sábado, 20 de fevereiro de 2010

Divisão de Honra AF Braga - 19ªjornada: Arões SC 3 x Porto D'Ave 1

Opinião: 
Tiago apareceu e resolveu, devolvendo o Arões às vitórias.

O Arões recebeu e venceu este Sábado o Porto D’Ave por 3-1. A equipa de Luís Gomes, que já não vencia há três jogos, conseguiu, neste jogo, voltar aos triunfos no campeonato.

O Porto D’Ave começou bem o jogo e criou a primeira oportunidade, aos 4 minutos, por Paulinho, num livre frontal e colocado, mas Abreu defendeu para canto. Aos 10 minutos, Piruta fez o primeiro remate à baliza dos visitantes, mas Clemente defendeu com facilidade. Aos 17 minutos, Zézinho bateu um livre da direita, mas sem perigo. No minuto seguinte, Tiago, também de livre, colocou o esférico na área, mas Duarte Nuno, ao segundo poste, rematou fraco para as mãos de Clemente. Aos 25 minutos, Abreu bateu mal um pontapé de baliza e Vitinha quase que inaugurou o marcador, mas Duarte Nuno ainda conseguiu chegar a tempo e interceptou o remate do atleta do Porto D’Ave, para canto. Aos 31 minutos, Piruta é empurrado na área e o árbitro assinalou penalti. Na marcação do mesmo, Tiago não falhou, inaugurando o marcador.


Pouco depois, aos 38 minutos, Tiago, isolado após passe de Miguel Castro, remata fraco de pé esquerdo, à figura de Clemente. Aos 41 minutos, livre favorável ao Porto D’Ave e, na área, Manaus cabeceia um pouco por cima da barra. Aos 43 minutos, canto de António e Piruta desvia de cabeça, mas encontrou logo a oposição de um atleta do Porto D’Ave, que aliviou a bola. Ao intervalo, o Arões vencia por 1-0. Uma primeira parte muito dividida, com os visitantes a começarem ligeiramente melhor, mas o Arões conseguiu reagir e adiantar-se no marcador.

Na segunda parte, aos 47’, falta dura sobre Miguel Castro, com o árbitro a mostrar imediatamente o cartão amarelo a Xavier. Aos 54 minutos, Piruta tenta um cruzamento, mas a bola foi parar às mãos de Clemente que, no entanto, ia deixando fugir a bola para dentro da baliza, mas depois agarrou bem o esférico. O Porto D’Ave procurava o empate e Vitinha, aos 58’, tentou a sua sorte, com um remate de longe, mas a bola esbarrou na cabeça de Beijinhos. Na sequência, Piruta caminhava para a baliza, pelo lado esquerdo, mas o árbitro apontou que a bola já tinha ultrapassado na totalidade a linha lateral. Na sequência do lance, a bola foi enviada para a área do Arões e os visitantes reclamaram penalti, mas o árbtiro mandou seguir o jogo.

Aos 62 minutos, o lance polémico do jogo: um lançamento claro a favor do Arões, que foi marcado sem demora pelo Porto D’Ave, com Vitinha a surgir isolado e a entrar na área, sendo derrubado por Duarte Nuno. Vitinha, chamado à marcação do penalti, não falhou, empatando a partida. O Arões respondeu e aos 65 minutos, o suspeito do costume, Tiago na área, passa por um adversário e, de pé esquerdo, com um remate forte, fez o 2-1. O Porto D’Ave procurou novamente o empate e aos 72 minutos, após um livre batido para a área do Arões, Meira rematou, mas Abreu, em grande, opôs-se, evitando o empate. Cinco minutos volvidos, Freitas, pela esquerda, cruza, Vítor tenta emendar mas a bola saiu pela linha lateral, dando ainda um lançamento a favor da equipa de João Fernando. Após o lançamento, Xavier rematou para fora.

Um minuto depois, aos 78’, Hélder, acabado de entrar, aproveita uma bola disputada por Vasco perto da bandeirola de canto na esquerda, entrando na área e com um remate forte, colocado e rasteiro, sentenciou praticamente a partida. Aos 81’, Freitas, pela esquerda entra na área e num lance de grande insistência, com vários remates, o Porto D’Ave não conseguiu reduzir a desvantagem. Uma grande intervenção de Abreu neste lance, que foi dos melhores jogadores em campo, evitando várias vezes o golo dos visitantes. Até ao final do desafio, o jogo foi controlado pelo Arões que assim voltou às vitórias, após três jogos consecutivos sem vencer. Luís Gomes viu o jogo para lá do terreno do jogo e Romeu, peça importante da equipa, também não jogou, por castigo.

Jogo realizado no Centro para a Formação e Juventude de Arões, em Arões São Romão.

Árbitro: Rui Silva, auxiliado por Pedro Sá e Rui Amaral.

Arões: Abreu, Vitinha, Nuno, Beijinhos, Zézinho, Ibrahima, César, Piruta (Hélder, 77’), Tiago, Miguel Castro (Vasco, 61’) e António (Bruno, 88’). Treinador: Luís Gomes.

Porto D’Ave: Clemente, Jaques (Freitas, 72’), Luís Manuel (Neves, 45’), Manaus, Paulinho, Vitor, Xavier (Bruno, 83’), Vitinha, Meira, Ricardo e Daniel. Treinador: João Fernando.

Disciplina – cartões amarelos a: Meira (Porto D’Ave) 30’; Tiago (Arões), 46’; Xavier (Porto D’Ave), 47’; Piruta (Arões), 55’; Jaques (Porto D’Ave), 59’; Duarte Nuno (Arões), 62’; Ibrahima (Arões), 71.

Golos: Tiago (g.p), 31; Vitinha (g.p), 63’; Tiago, 65’ e Hélder, 78’.

Foto 1: Rui Silva.
Foto 2: João Laranjeiro.

Sem comentários:

Enviar um comentário