terça-feira, 20 de abril de 2010

CONTINUAR A LUTAR ATÉ ACABAR! Arões SC 2-1 Ronfe

Opinião: 
A fazer a melhor época de sempre na Divisão de Honra o Arões contínua invicto em casa e desta vez o alvo abatido foi o Ronfe. Ainda existem mais 12 pontos em jogo neste campeonato!

Texto
Ricardo Castro

Arões e Ronfe entravam à 26ª jornada com apenas 1 ponto entre si a separar as duas formações na tabela, com vantagem para os aronenses. A equipa de Luís Gomes conseguiu vencer, construindo o resultado na segunda parte do desafio.

Aos 9 minutos, Ibrahima tenta o remate após chegar à área mas saiu mal direccionado. Até agora assistia-se a um jogo equilibrado e com pouco a apontar. Aos 13 minutos, lançamento lateral do lado direito favorável ao Arões e na área o avançado Tiago atira de cabeça mas à figura de Espinha. Pouco depois, aos 21’, Moreno de livre, coloca bem a bola de pé esquerdo em direcção à baliza mas Abreu, após não agarrar tão bem à primeira, conseguiu segurar a bola. O Arões respondeu ao minuto 27, com um livre de Romeu do lado direito, junto ao quarto de círculo da zona de canto e a bola passou muito perto da baliza. Nenhuma equipa se conseguia superiorizar e o resultado ajustava-se ao que era aquilo que se passava no jogo, que não estava a ser muito espectacular. À meia hora, Tiago à entrada da área remata potente mas Espinha defendeu. À entrada para os últimos cinco minutos da primeira parte, Israel consegue prosseguir com a bola e já na área, descaído para a direita, cruza mas Moreno não conseguiu completar a jogada. Aos 43 minutos, livre favorável ao Arões e a bola despejada na área é aproveitada por Tiago que quase marcava mas a bola é salva do golo pelo guarda redes do Ronfe muito perto de entrar.
No minuto seguinte Barroso é alegadamente tocado por Bruno, com o jogador do Ronfe a cair imediatamente no pelado, o que gerou grande confusão entre os atletas de ambas as equipas. O árbitro resolveu a situação com um amarelo para Duarte Nuno e outro para Moreno. No entanto, ainda antes do apito do árbitro para recolher aos balneários, mais dois lances faltosos que aqueceram os ânimos numa primeira parte nada inspirada de ambas as equipas.

Na segunda parte o Arões denotava alguma superioridade e aos 51 minutos surgiu uma das jogadas mais bonitas do encontro: Vitinha, no meio campo um pouco pela direita, consegue tirar dois adversários do caminho, entregando a bola a Ibrahima que libertou a bola para Zézinho no corredor esquerdo e este passou para Hélder que fez um cruzamento com Espinha a voar e a interceptar a bola. António ainda controlou a bola e cruzou mas a bola saiu pela linha de fundo. Aos 54’ remate de Bruno, mas um pouco ao lado.

Aos 62 minutos , pontapé de baliza de Abreu, Tiago consegue o cabeceamento e depois há um mau alívio ou toque de um atleta dos visitantes, aproveitado por Hélder que isolado tira Espinha do caminho e encosta para o primeiro e tão esperado golo do Arões. Dois minutos após o golo, contra ataque dos visitados, dois defesas do Ronfe para três jogadores do Arões, com Zézinho a tocar para António que prossegue pela esquerda e vê isolado Tiago na área, cruza e o avançado da equipa de Luís Gomes domina e remata, ainda que com pouca força, não conseguindo marcar. Zézinho tenta a emenda mas na hora H um atleta do Ronfe apareceu e evitou o 2-0. No entanto, alguns adeptos aronenses ficaram a reclamar um penalti neste lance.

À entrada para o último quarto de hora de jogo, livre perigoso para o Ronfe, apontado por Moreno, mas Ibrahima deu o corpo às balas. Na insistência, remate de Miguel mas Ibrahima, corajoso, ofereceu o corpo para cortar a bola impedido que esta seguisse para a baliza. Aos 80 minutos, Moreno remata na área, mas por cima.

Aos 84 minutos, passe longo e a rasgar de Vitinha, a isolar Tiago e este progride no terreno e consegue ganhar um pontapé de canto. Na sequência do canto, bola para a área, dividida entre o g.r Espinha e Tiago, sem que o árbitro assinalasse qualquer infracção e o esférico sobrou para Piruta que encostou para o segundo golo do Arões. Fica a dúvida sobre a legalidade do lance, se é ou não dentro da pequena área. A equipa de arbitragem entendeu o lance como legal e validou o mesmo.
Aos 87 minutos, remate de Diogo mas ligeiramente por cima. Seriam dados quatro minutos de compensação e o Ronfe ainda conseguiu reduzir pouco depois dos 90’. Beijinhos dá mal na bola com a cabeça e Moreno aproveitou e na área rematou, reduzindo a desvantagem. Até o final o Arões tentou gerir a vantagem mas aos 93 minutos Abreu tem uma saída arriscada da baliza e da área, fazendo falta, com livre para o Ronfe, livre esse que gerou grande expectativa, bola para a área mas Abreu conseguiu por fim defender e a partida teve o seu fim logo de seguida. Vitória justa do Arões, mais pelo que fez na segund parte, ainda que tenha terminado o jogo com algum sofrimento, mas para vencer também é preciso sofrer e o Arões provou de novo que tem uma boa equipa, com bons jogadores e somou mais três pontos preciosos, mantendo-se no cimo da tabela.

Jogo realizado no Centro para a Formação e Juventude de Arões, em Arões São Romão, Fafe.

Árbitro: Pedro Soares, auxiliado por Ricardo Ferreira e José Azevedo.

Arões S.C.: Abreu, Vitinha (cap.), Duarte Nuno, Beijinhos, Zézinho, Bruno (César, 67’), Romeu (Miguel Castro, 82’), Ibrahima, Hélder, Tiago e António. Treinador: Luís Gomes.

Ronfe: Espinha, Soares, Garcia, Filipe Ká, Vaz, Paulo (Gustavo, 80’), Miguel, Peixe, Moreno, Barroso (Diogo, 73’) e Ismael. Treinador: Berto Gomes.

Acção disciplinar – cartões amarelos a: Barroso (Ronfe), 18’ ; Vitinha (Arões), 20’ ; Duarte Nuno (Arões), 44’ ; Moreno (Ronfe), 44’ ; Bruno (Arões), 45’ e Piruta (Arões), 85’.

Golos: Hélder, 62’ ; Piruta, 84’ e Moreno, 90’.

Sem comentários:

Enviar um comentário