domingo, 12 de setembro de 2010

Divisão de Honra AF Braga - 1.ªjornada: Desportivo Ronfe, 2 - Arões SC, 2

Opinião: 
.
Texto: Ricardo Castro / Foto: Rui Silva
.
Vitória escapou mesmo no fim
.
- Zezinho e Tiago marcaram dois grandes golos mas foi insuficiente para o triunfo

No primeiro jogo do campeonato, o Arões deslocou-se este Domingo ao sempre complicado campo do Desportivo de Ronfe. A equipa de Luís Gomes esteve a perder, virou o marcador a seu favor mas no último lance do jogo, permitiu o empate para gáudio dos adeptos da casa.
.
O Arões entrou em campo à procura do golo e logo no primeiro minuto de jogo, Zezinho, cruza pelo lado esquerdo e Tiago com o pé direito na área esticou-se para a bola e o remate passou muito perto do poste. Aos 5’, canto do lado direito de Hélder Silva e Duarte Nuno saltou mais alto e de cabeça levou a bola novamente perto da baliza de Espinha.
.
No entanto, foi a equipa da casa quem chegou ao golo. Aos 15’, livre apontado por Vaz, da direita e Fernando Beijinhos, infeliz, desviou ligeiramente a bola que acabaria por entrar na baliza. Na resposta ao golo sofrido, podia ter surgido o empate: a defensiva do Ronfe ficou a protestar um eventual fora-de-jogo não assinalado (e bem) e Hélder Silva, na cara do guarda-redes, atirou por cima.
.
O Ronfe estava melhor no jogo e a justificar a vantagem no marcador. Alex, aos 34’, rematou mas um pouco ao lado. Cinco minutos depois, Nélson remata na área mas o Arões cedeu canto.
Já perto do intervalo, aos 44’, nova oportunidade para o Arões chegar ao empate. Romeu, de livre, descaído para a esquerda, envia a bola para a área e Duarte Nuno cabeceia, com a bola a passar a milímetros do poste.
.
Para a segunda parte, o treinador Eduardo Pereira efectuou duas alterações, mas que se revelariam penalizadoras até bem perto do fim. O Arões conseguiu reagir e aos 52 minutos Zezinho entra na área pelo lado esquerdo e num cruzamento remate, atirou a contar para o empate. Um lance sem hipóteses para o guarda-redes Espinha, dada a colocação da bola por parte do lateral-esquerdo.
.
O golo veio mudar o rumo do jogo e agora invertiam-se os papéis da primeira parte, sendo agora a equipa aronense a dominar o desafio. Já com Lameirão em campo, por troca com Hélder, aos 62’, Tiago recebe a bola e entre dois defesas da equipa local remata à entrada da área mas não conseguiu o golo. Pouco depois, foi a vez de Romeu, de meia distância a rematar, mas nova defesa do guarda-redes da casa.
.
Bruno entrou para o lugar de César e aos 67’, cambalhota no marcador: livre frontal favorável ao Arões e Romeu toca para Tiago e este, com um potente remate rasteiro, fez o 1-2. É caso para dizer que este golo já se torna um hábito. Na época passada assistiram-se a lances deste género a resultarem em golo.
.
Ambos os treinadores esgotaram as substituições para refrescar o ataque. André entrou no Arões para o lugar de António. O jogo estava controlado, e parecia que a vitória não iria escapar. Surgiam oportunidades com algum perigo para ambos os conjuntos, mas o Ronfe, que ambicionava o empate, não estava a conseguir levar perigo real à baliza de Paulo Jorge. Os jogadores do Arões revelavam total firmeza na abordagem a todos os lances. Luís Gomes, muito interventivo, dava sempre indicações para dentro do campo.
.
No entanto, nos minutos finais, os jogadores da equipa da casa procuravam o empate. Já nos descontos, Duarte Nuno sentiu algumas dores e teve de abandonar por instantes o relvado. No minuto seguinte e ainda com a sua ausência, uma bola enviada para a área do Arões, aproveitada por Diego, que entrou para a segunda parte, restabeleceu a igualdade. O marcador do golo acabou por ser expulso por acumulação de amarelos, dado o facto de ter tirado a camisola e antes já ter sido punido com o cartão.
.
Com uma boa arbitragem de António Miranda, ainda que com alguns fora-de-jogo muito duvidosos assinalados pelos seus auxiliares que penalizaram o Arões, acaba por se aceitar o resultado final. Primeira parte melhor a equipa da casa, melhor na segunda o Arões, que acaba por ficar com um amargo de boca por ver a vitória escapar mesmo no fim. Com uma boa afluência dos adeptos de ambas as equipas, que preencheram grande parte da bancada, numa tarde de calor intenso, foi com repartição de pontos que se ficou no final do encontro.
.
Jogo realizado no Campo Desportivo do Ronfe, em Ronfe, Guimarães, às 16:00 horas.
.
Árbitro: António Miranda, auxiliado por Vítor Monteiro e Joel Vale.
.
As equipas alinharam com:
.
DESP. RONFE: Espinha, Branco, André, Garcia, Vaz, Alpha, Alex, Nélson (cap.), Israel (P. Mendes, 45’), Cris (Diego, 45’) e Diogo (Bravo, 69’). Treinador: Eduardo Pereira.
.
ARÕES SC: Paulo Jorge, Vitinha (cap.), Duarte Nuno, F. Beijinhos, Zezinho, César (Bruno, 66’), Ibrahima, Romeu, António (André, 79’), Tiago e Hélder Silva (Lameirão, 59’). Treinador: Luís Gomes.
.
ACÇÃO DISCIPLINAR - amarelos: Vitinha, 48’; F. Beijinhos, 57’; P. Mendes, 61’; Tiago, 62’; Zezinho, 82’; Diego, 87’; Lameirão, 88’; Diego, 90+4’. Vermelho: Diego, 90+4’.
.
MARCADOR: F. Beijinhos (p.b), 15’; Zezinho, 52’; Tiago, 67’ e Diego, 90+4’.
.

Sem comentários:

Enviar um comentário