sábado, 23 de outubro de 2010

Div. Honra - AF Braga: Arões SC, 5 - Pevidém, 2

Opinião: 
Texto: Ricardo Castro | Fotos: Luís Peixoto
.
Triunfo expressivo mas sofrido
.
Após a derrota em Nine e da mudança de técnico a meio da semana, o Arões recebia o Pevidém com a necessidade de uma vitória que lhe permitisse subir na tabela classificativa. Francisco Branco foi obrigado a mexer no onze do Arões, face às ausências de António, Ibrahima e Lameirão, que foram expulsos na jornada passada.
.
Foi uma entrada fulgurante do Arões, não sem antes ter apanhado um susto. Ao segundo minuto, um lançamento de um atleta do Pevidém para a área resulta na entrada da bola na baliza à guarda de Paulo Jorge, mas o árbitro assistente anulou o lance por eventual toque na bola após esta ter ultrapassado a linha de golo.
.
O primeiro golo da partida surgiu aos 4 minutos. Tiago, na área após combinação com Raimundo, remata colocado com o pé direito. Estava inaugurado o marcador.
.
O Arões não tirou o pé do acelerador e pouco depois do quarto de hora, num lance em que Romeu dribla entre três adversários, Hélder recebe a bola e pica por cima da defensiva dos visitantes, sobrando para Raimundo que não desperdiçou e marcou o golo que já lhe faltava há bastante tempo.
.
Não demoraria muito mais o terceiro golo, que aconteceu aos 27’, por Tiago, que respondeu da melhor maneira ao canto cobrado por Romeu, cabeceando certeiro, ao primeiro poste. O jogo só tinha um sentido, e o quarto golo poderia ter acontecido pouco depois, aos 29’, quando Zezinho ganhou a bola perante o guardião adversário e ao cruzar curto para Tiago, este vê um defesa impedir a conclusão do lance e em cima da linha o guarda-redes interveio, impedindo novo golo.
.
Aos 37’, Rui dispõe de boa oportunidade para reduzir a desvantagem, mas o remate na área saiu bem por cima.
.
Na segunda parte, os primeiros minutos caracterizaram-se por um futebol sem grande espectáculo, e o jogo parecia controlado pelo Arões. Mas, o facto é que só parecia, pois aos 53’, o Pevidém beneficia de uma grande penalidade, após falta de Fernando Beijinhos sobre Rui. O defesa-central viu o segundo amarelo e foi expulso. Dias não desperdiçou a oportunidade e reduziu para 3-1.
.
Voltou a haver jogo no Campo de Jogos do Arões Sport Clube e ainda mais quando aos 62 minutos, Trinca recebe a bola de Nuno à entrada da área, descaído para a direita, domina e remata cruzado. A vantagem aronense era agora de um só golo. Dava a ideia de que a equipa que existiu na primeira parte tinha desaparecido por completo no segundo tempo.
O Arões tentava responder, mas. sem grande perigo, e o Pevidém tentava o empate. Aos 78’, Rui recebe categoricamente a bola na área após passe longo e remate de pé esquerdo. Paulo Jorge com uma bela parada negou o empate.

Melhoramento da bancada, com os adeptos presentes
No entanto as dúvidas dissipar-se-iam ao minuto 86, com o quarto golo do Arões. Combinação de Ângelo com Miguel Castro na área, com o último a recepcionar um toque de cabeça do colega e a fazer um golo de belo efeito com o pé esquerdo, assegurando praticamente a vitória. Volvidos três minutos, Ângelo domina com o peito uma bola na área e sem deixar cair remata para o fundo da baliza. Estava feito o 5-2 com o qual terminaria a partida.
.
O Arões regressava assim às vitórias no campeonato e de forma expressiva. Com uma primeira parte ao melhor nível, a equipa não se livrou de um susto quando se viu reduzida a dez elementos e com a sua vantagem pela margem mínima. No entanto, já bem perto do fim, dois golos acabaram com as dúvidas e o Arões “meteu” mais três preciosos pontos no bolso. Destaque para a aposta ganha em Raimundo e para as felizes substituições de Francisco Branco, ao colocar Ângelo – para a segunda parte - e Miguel Castro (aos 66’). Estes dois acabariam por ser determinantes no desfecho, pois foram os autores dos últimos dois golos que garantiram a vitória. A nível geral, boa arbitragem. Nota ainda para o melhoramento da bancada, com as obras que estão em progresso e que já atingiram nova etapa, e para o público presente que apoiou a equipa do Arões.
.
Jogo realizado no Campo de Jogos do Arões Sport Clube, em Arões São Romão, Fafe.
.
Árbitro: Vítor Ferreira, auxiliado por José Carlos Silva e Armindo Duarte.
.
ARÕES SC: Paulo Jorge, Vitinha (cap.), Duarte Nuno, F.Beijinhos, Zezinho, César (Miguel Castro, 66’), Bruno, Romeu, Hélder Silva (Ângelo, 45’), Raimundo (Pinto, 57’) e Tiago. Treinador: Francisco Branco.
.
PEVIDÉM SC: André, Miguel, Pinto, Vitinha (cap.), Nuno, Trinca, Pedrinho, Rúben, Dias (Álvaro, 60’), Bruno Alves (Rui, 24’)e Rodas. Treinador: Margarido.
.
Acção disciplinar – amarelos a: Dias (12’), F.Beijinhos (25’ e 54’) Rúben (71’), Miguel Castro (76’), Rodas (90’) e Álvaro (90+1’). Vermelho a: F.Beijinhos (54’).
.
MARCADOR: Tiago, 4’ e 27’; Raimundo, 17; Dias, 54’; Trinca, 62’; Miguel Castro, 86’ e Ângelo, 89’. 
.



Sem comentários:

Enviar um comentário