domingo, 7 de novembro de 2010

Fartura não faltou na celebração do magusto em Arões São Romão

Opinião: 
Partilha de bens e boa vontade de alguns possibilitou um magusto quase sem gastos no orçamento da Junta.

Desde o fim da tarde de sábado e pela noite dentro decorreu na Escola dos Ferreiros pela primeira vez um Magusto aberto a todos os aronenses. A musica popular pelo Grupo de Concertinas da Casa do Povo de Arões e amplificadores instalados animou aqueles que se atreveram a um pézinho de dança e a fogueira aqueceu aqueles que se aproximaram da chama provoca pela caruma que ardia. O magusto contou com a presença tanto do executivo de Arões São Romão como camarário. Havendo tempo para um pequeno discurso tanto de Cláudia Castro e José Ribeiro. Discursos nos quais se denotou uma necessidade de aperto na gestão dos orçamentos mas por outro lado um que aperto não poderá ser sentido nunca na alimentação. Um apreço para todos os voluntários que tornaram possível o evento que pretendeu sem dúvida alguma incutir o espírito de partilha do povo aronense.

Sem comentários:

Enviar um comentário