sábado, 29 de janeiro de 2011

Div. Honra: Arões SC, 1 - Porto D'Ave, 2

Opinião: 
Texto: Ricardo Castro | Fotos: Luis Peixoto
.
Mota abriu, Pesca capturou os três pontos
.
Romeu ainda reduziu mas foi insuficiente
.
O Arões recebeu o Porto D’Ave e sofreu o segundo desaire caseiro da época. Derrota por 1-2, num jogo que começou praticamente com o golo dos visitantes, com um Arões a fazer dos piores 45 minutos da época, na primeira parte. O esforço da equipa de Armando Silva acabou por valer os três pontos.

.
Logo aos 2 minutos, perda de bola do Arões no meio campo, o Porto D’Ave sai com a bola, Pimenta remata à entrada da área, a bola bate à frente de Paulo Jorge e Mota desvia para o fundo da baliza.
.
O Arões, talvez acusando um pouco o golo, não conseguia entrar por uma defesa do Porto D’Ave que apesar de tudo, estava muito bem organizada, não concedendo espaços à equipa da casa.
.
Aos 16’, golo anulado, e bem aparentemente a Pimenta, por falta sobre Zezinho na área do Arões. Lameirão tentou a resposta aos 29’, mas o remate saiu bem por cima. Ângelo, pouco depois na área, não conseguiu rematar e a bola ficou em Abreu.
.
Aos 37’ cruzamento para a área aronense e Pimenta desvia, perimitindo uma grande defesa ao guarda-redes Paulo Jorge. Na resposta, no único remate à baliza defendida por Abreu, Raimundo cabeçeou fraco.
.
Aos 45’, Pimenta é admoestado com o segundo amarelo, por simulação na área do Arões, e é expulso, o que provocou grandes protestos dos visitantes.
.
Ao intervalo, o Porto D’Ave vencia justamente, por 0-1, pela entrega e organização defensiva demonstrada.
.
Na segunda parte, o Arões entrou melhor, com mais uma unidade em campo e apostado em virar o rumo dos acontecimentos. Aos 52’, livre tenso de Romeu, cabeceamento sem perigo de André, para defesa tranquila de Abreu.
.
Aos 68’ Zé Beto remata forte, mas ligeiramente por cima. No minuto seguinte, penalti para o Arões, por alegada mão de um defesa do Arões. Na conversão do castigo máximo, Pesca ampliou o resultado para 0-2.
.
O Arões não desistiu e Romeu rematou forte de longe, obrigando Abreu a aplicar-se, sacudindo a bola para fora da zona de perigo.
.
Aos 82’, confusão na área do Porto D’Ave e o árbitro assinala penalti. Romeu não desperdiçou e reduziu a desvantagem, mantendo a esperança da equipa. O Arões insistia e três minutos depois, boa jogada colectiva que terminou com remate colocado de Lameirão, mas de fácil defesa para Abreu.
.
Já no periodo de compensação, Lameirão recebe a bola de Paulo Jorge, cruza e em grande confusão na área do Porto D’Ave, pediu-se golo para o Arões, mas a bola não terá chegado e entrar na baliza.
.
Final da partida com vitória da formação de Armando Silva, que lutou bastante e os três pontos acabam por ficar bem entregues. Foi sempre uma equipa organizada, o que não aconteceu com o Arões, que não se viu na primeira parte. Destaque para o regresso de Abreu a uma casa que bem conhece e onde foi muito querido pela nação aronense. O agora guarda-redes do Porto D’Ave acabou por ser preponderante no resultado, com uma série de boas defesas.
.
Jogo realizado no Campo de Jogos do Arões Sport Clube, em Arões São Romão.

.
Árbitro: José Pereira, auxiliado por Renato Mendes e Luis Cunha.
.
ARÕES SC: Paulo Jorge, Vitinha (Carlos, 73’), Duarte Nuno, Bruno, Zezinho (António, 62’), César, Ibrahima (André, 45’), Romeu, Lameirão, Raimundo e Ângelo. Treinador: Francisco Branco.
.
PORTO D’AVE: Abreu, Castelar, Gonça, Pesca, Mota (Bife, 83’), Pimenta, Cabreira, Neves, Leandro (Freitas, 90+3), Raul (Peixoto, 55’) e Zé Beto. Treinador: Armando Silva.

.
Acção disciplinar - amarelos a: Ibrahima, 14’; Pimenta, 21’ e 45’; Romeu, 56’; Duarte Nuno, 69’; Bruno, 79’; Leandro, 79’; Pesca, 82’ e Raimundo, 88’. Vermelho a: Pimenta, 45’.
MARCADOR: Mota, 2’; Pesca, 70’ (g.p) e Romeu, 82’ (g.p)
.

Sem comentários:

Enviar um comentário