domingo, 8 de maio de 2011

Div. Honra: CD Celoricense, 1 - Arões SC, 1

Opinião: 
Texto: Ricardo Castro | Fotos: Rui Silva
.
C’um Catan(a), mais um empate!
.
- André voltou aos golos e deu empate ao Arões
.
O Arões empatou esta tarde de Domingo na deslocação a Celorico de Basto, a uma bola, com a equipa local. É o terceiro empate consecutivo no campeonato para o conjunto de Francisco Branco, numa partida em que o resultado se acaba por aceitar. O Celoricense aproveitou a sua melhor fase da primeira parte para inaugurar o marcador. Na etapa complementar, o Arões marcou logo a abrir e dispôs de claras ocasiões para dar a volta ao jogo, mas manteve-se tudo tal e qual como a partir do 51.º minuto, quando André marcou para o Arões, voltando aos golos.

Aos 7’, Catana rematou dentro da área e a bola passou pouco acima da trave. Respondeu o Arões aos 14’, com um passe a rasgar de César, que isolou Ângelo pela esquerda, o canhoto entrou na área e com um defesa já perto de si, deixa para André que se esticou todo mas a bola saiu pela linha de fundo.

Aos 19’, um lançamento longo de Zezinho para a área, mas nem Ângelo nem André conseguiram concluir. Na sequência, dois cantos consecutivos a favor dos forasteiros mas sem perigo. Foi desde então que se viu mais Celoricense. Miguel Ângelo respondeu com um disparo ao lado da baliza do Arões e pouco depois, aos 23’, Dani com um cruzamento venenoso obriga Duarte Nuno a um corte perigoso que quase dava auto-golo.

O ascendente dos locais traduziu-se em golo aos 34 minutos. Após uma sucessão de passes à entrada da área, com algum facilitar por parte da defensiva aronense, Catana fica em boa posição e dribla Paulo Jorge, encostando para o 1-0.

Em desvantagem, a equipa de Francisco Branco respondeu por Romeu, aos 40’, num remate vistoso à entrada da área, descaído para a esquerda, ao qual César respondeu com uma boa defesa. Chegava então o intervalo, com a vantagem dos de Basto.

Voltaram os mesmos intervenientes para o recomeço da partida, a qual começou praticamente com o golo do Arões. Aos 51 minutos, Zezinho pelo corredor esquerdo cruza a bola para a área, André domina, desenvencilha-se de um defesa e na cara do guarda-redes, encostou e fez o empate. Caso para dizer que finalmente o avançado voltou a facturar, após um longo período de jejum, sendo que é o primeiro golo no campeonato.

Aos 57’, lance bem trabalhado por Romeu e Zezinho, cruzamento deste, e Hélder falha no cabeceamento, quase sem se saber como. Foi novamente Hélder no minuto seguinte a tentar o golo, num remate um pouco ao lado.

Após um período onde se registaram duas alterações para cada lado, o jogo voltou a mexer já nos últimos 20 minutos, com uma tentativa de chapéu de Romeu ao guarda-redes da equipa da casa, e logo de seguida Paulo Jorge a salvar a equipa, antecipando-se e aliviando a bola à entrada da área, após uma distracção da defensiva.

Aos 79’, o Celoricense só não marca por milagre, numa bola caída na pequena área após um lançamento lateral, que deu canto. Na marcação deste, Miguel Ângelo atirou por cima.

A partir daqui assistiu-se a um jogo de nervos, com muitas interrupções que estragaram o espectáculo. Entretanto, Miguelote estreou-se na equipa, entrando aos 84 minutos para o lugar de Ângelo. Aos 90’, Catana foi mas forte que Duarte Nuno e na cara de Paulo Jorge, é aparentemente derrubado pelo guarda-redes aronense. Muitos protestos dos adeptos da equipa da casa, que não queriam acreditar no sucedido. No entanto, segundo informações recolhidas por pessoas que estavam melhor posicionadas a assistir ao jogo, afirmam que o árbitro esteve bem e que não existe qualquer contacto intencional que levasse à marcação do castigo máximo.

Nos descontos, o árbitro usou e abusou no capítulo disciplinar, com um certo prejudicar do espectáculo. O final do jogo acabou por chegar com a igualdade a uma bola, e com muitos protestos dos adeptos da casa relativamente à arbitragem.

O Arões caiu assim para o 5.º lugar, com 42 pontos. O Celoricense soma agora 38 pontos e ocupa o 8.º lugar. Na próxima jornada, o Arões recebe o GD Prado.

Jogo realizado no Estádio Municipal de Celorico de Basto, em Celorico de Basto.

Árbitro: Hugo Fernandes, auxiliado por Marco Teixeira e Joel Dias

CD CELORICENSE: César, Mateus, Tony, Sérgio, Russo (Davide, 82’), Peixe, Catana, Dani ( Cristophe, 59’), Diogo, Miguel Ângelo e Nandinho (Brokinha, 59’). Treinador: Cafu.

ARÕES SC: Paulo Jorge, Vitinha, Duarte Nuno, Fernando Beijinhos, Zezinho, César (Bruno, 69’), Ibrahima, Romeu, Hélder Silva (Chiquinho, 68’), André e Ângelo (Miguelote, 84’). Treinador: Francisco Branco.

ACÇÃO DISCIPLINAR – amarelos a: Dani, 55’; Ibrahima, 56’; Catana, 90’; Cristophe, 90+1’; Miguel Ângelo, 91’; André, 90+2; César, 90+3’. Vermelhos: nada a registar.

MARCADOR: Catana, 34’ e André, 51’.

Sem comentários:

Enviar um comentário