domingo, 18 de dezembro de 2011

Div. Honra AF Braga: Arões SC, 1 - GD Travassós, 1

Opinião: 
.
Texto: Ricardo Castro | Fotos: Rui Silva
.
Empate justo no dérbi
.
Foi com um empate que terminou o primeiro dérbi fafense da Divisão de Honra da AF Braga. À 14ª Jornada. Arões e Travassós dividiram pontos, num jogo pouco produtivo na primeira parte, a qual chegou ao intervalo com o resultado com que havia começado o encontro. Os golos surgiram na etapa complementar, com o Arões a adiantar-se por Fernandes logo a abrir, mas Cheguerov empatou quando se caminhava para o último quarto de hora, num lance em que Paulo Jorge acaba por ter azar na forma como tenta afastar a bola da zona de perigo. Aparte da intensidade deste tipo de jogos, foi uma igualdade justa no Parque Desportivo do Arões Sport Clube, que apesar de tudo, coloca o Arões no 3º lugar com 23 pontos, devido à derrota do Vieira em Forjães. O Travassós continua o seu positivo campeonato e tem 17 pontos, ocupando o 11º lugar.
.
Logo no primeiro minuto, Ângelo, num livre descaído para a direita, coloca bem a bola mas Ricardo defendeu. O Travassós respondeu à passagem do minuto 10, por Vieirinha, num belo remate, mas Paulo Jorge opôs-se bem.

Aos 19’, bom remate de Lameirão mas um pouco por cima. Respondeu o Arões, por César, aos 24’, num livre frontal mas a bola foi ligeiramente ao lado.
.
Foi uma primeira parte com poucos lances dignos de registo, prevalecendo a luta de ambas as formações, com um Arões desfalcado a tentar fazer pela vida perante os seus adeptos mas sem evidentes oportunidades de golo e um Travassós com muita vontade, personalidade e garra do seu colectivo. Aceitava-se o nulo na recolha aos balneários.
.
Na segunda parte, o Arões entrou com outra atitude e aos 49’, Raimundo falhou quase sem se saber como o primeiro golo do jogo, na cara do guarda-redes, ao falhar na bola. Mas dois minutos depois, canto de Bruno Cunha e na área, Fernandes ensinou aos mais novos como se faz e cabeceou com êxito para o 1-0.
.
O Arões justificava a vantagem pela forma como entrou na etapa complementar mas o Travassós não baixou os braços e aos 57’, Salgado, acabado de entrar no jogo, desperdiça o empate num cabeceamento sem oposição após boa jogada pelo corredor direito.
.
Aos 72’, canto para o Arões e na sequência deste, bom toque de Ângelo para o cruzamento de Vitinha e Pedro Rosita, de cabeça, vê a bola embater no poste, naquele que seria provavelmente o lance que poderia sentenciar o jogo.
.
Mas foi o Travassós quem acabou por marcar, igualando a contenda. Com 75’, cruzamento para a área, do lado direito, Paulo Jorge vai ao solo tentar desviar a bola e acaba por socar a mesma contra Cheguerov, que faz o empate na partida. Poucos minutos depois, o autor do golo dos visitantes deixou a sua equipa com 10 elementos, por duplo amarelo e consequente vermelho.
.
Aos 82’, Tiago Lobo tentou a sua sorte e a bola até nem passou muito longe da baliza aronense. Pedro Rosita respondeu logo a seguir, num remate frontal, mas Ricardo defendeu. Aos 89’ livre de Ismael, bem batido mas contra a barreira do Travassós.
.
Até final, muita luta e a entrega possível das duas equipas, num empate que se acaba por aceitar por aquilo que foi a produção e o espectáculo de todo o jogo. Destaque para a boa tarde de Domingo que levou muito público a ver este intenso dérbi. A próxima jornada será a última da primeira volta e só em 2012. O Arões tem uma difícil deslocação ao Ronfe, 2º classificado e ainda invicto neste campeonato e o Travassós recebe o União Torcatense. Boa arbitragem, sem influência clara no desfecho do resultado.
.
Jogo realizado no Parque Desportivo do Arões Sport Clube/Cento Para a Formação e Juventude de Arões, na Vila de Arões São Romão, Fafe.
.
Árbitro: Valdemar Maia, auxiliado por José Ribeiro e Luciano Maia.
.
ARÕES SC: Paulo Jorge, João, Fernando Beijinhos, César, Vitinha (cap.) (Rui Ossos, 85’), Bruno Cunha, Fernandes, Bruno Faria, Ângelo (Ismael, 89’), Pedro Rosita e Raimundo. Treinador: Francisco Branco.
.
GD TRAVASSÓS: Ricardo, Luís Carlos, Costa, Giane, Vieirinha, Óscar, Romeu (Murilo, 61’), Tiago Lobo, Carioca (Marco Aurélio, 74’), Lameirão (Salgado, 55’) e Cheguerov. Treinador: Paulinho.
.
Disciplina – cartões amarelos a: Óscar, 23’, Fernandes, 32’, Cheguerov, 35’ e 78', Romeu, 60, Vitinha, 81’ e Bruno Cunha, 90+3’. Vermelho a: Cheguerov, 78'.
.
Marcador: Fernandes, 51’ e Cheguerov, 75’.
.

Sem comentários:

Enviar um comentário