domingo, 11 de dezembro de 2011

Div. Honra: Arões SC, 0 - Celoricense, 2

Opinião: 
.
Texto e fotos: João Carlos Lopes / Tiago João Lopes
.
Formação merecia ver mais e melhor
.
No dia em que fez a apresentação das suas escolas de formação aos sócios e simpatizantes, o Arões Sport Clube perdeu com o Clube desportivo Celoricense por duas bolas a zero, somando a segunda derrota consecutiva para o campeonato, após igual desfecho em Santa Eulália.
.
A equipa de Celorico de Basto ficou com a tarefa facilitada logo aos quatro minutos de jogo, altura em que apanhou a defensiva do Arões ainda fria e aproveitou a velocidade de Russo para ir à linha e fazer um cruzamento atrasado para Dany e este a não se fazer rogado e a disparar para o primeiro golo do desafio.
.
Logo no minuto seguinte o Celoricense voltou a atacar, valendo Paulo Jorge a ceder canto e a evitar o pior.
.
Aos nove minutos o Arões deu o primeiro sinal de inconformidade, através de Ângelo, com este a conseguir ganhar a linha mas depois a concretizar mal o cruzamento.
.
Aos 10 minutos, Ângelo entrou na área rematou para a baliza mas viu André a fazer o seu trabalho bem feito e a negar-lhe o golo.
.
O Celoricense tentou enervar o Arões com reposições de bola pausadas, jogando de forma fria e concentrada.
.
Aos 18 minutos, a equipa de Basto operou um contra ataque em que Henrique não chegou, por uma nesga, a uma bola solicitada por um companheiro que podia ter feito mossa.
.
O Arões tentava reagir, procurando o golo e esteve perto de o fazer aos 34 minutos, com César a rematar para mais uma investida da defesa do Celoricense, a fazer um bloco e a evitar que a bola fosse para a baliza.
.
Até ao intervalo foram vários os cruzamentos feitos para a área, através de César e de Ângelo mas que não foram bem aproveitados pelos seus companheiros.
.
No segundo tempo o Celoricense trouxe a lição bem estudada e não permitiu que o Arões conseguisse chegar com frio à sua área, sem, no entanto, conseguir fazer o mesmo na área da equipa da casa.
.
Aos 54 minutos houve um momento de alegria para os adeptos da casa mas só porque o árbitro José Silva se esbarrou em Dany e caiu no relvado.
.
Aos 63 minutos gritou-se golo mas a bola acabou por sair por cima da barra. Canto cobrado por Ismael, Fernandes desviou ao primeiro poste, a bola parecia encaminhar-se para a baliza onde André tentou a emenda mas por cima.
.
Aos 68 minutos começava a ser notória a intenção do Arões de se acercar com mais intensidade da área contrária. Aos 70, Rosita cruzou tenso mas sem a direcção necessária para que André pudesse chegar à bola na área.
.
Numa altura em que o Arões parecia estar perto do golo do empate o Celoricense chegou ao 2-0. Minuto 76, jogada simples e bem montada pela equipa de Basto, com a bola a ser tocada ao primeiro toca, chegando a Kurany com este a aparecer na cara de Paulo Jorge que nada pôde fazer perante a frieza do adversário.
.
Aos 81 minutos, canto rasteiro apontado por Rosita para Ângelo com este a rematar de fora da área mas por cima da barra.
.
Aos 90 Rosita, a passe de Ângelo remata na diagonal para nova defesa de André. Já em período de compensação, o Arões conquistou dois cantos consecutivos dos quais nenhum perigo haveria de resultar.
.
Contra uma equipa de camisolas preta e brancas listadas, parecidas com um código de barras, o Arões não teve capacidade para fazer a leitura do mesmo.  
Jogo realizado no Campo para a Formação da Juventude de Arões, em Arões S. Romão, Fafe.
.
Árbitro, José Silva, auxiliado por Miguel Silva e Luís Ferreira.
.
ARÕES SC: Paulo Jorge; Vitinha, Fernando Beijinhos, Bruno (Hélder Silva, 78), João, Fernandez, César (Ismael, 60), Bruno Cunha, Rui Ossos (Rosita, 72), André e Ângelo. Treinador, Francisco Branco.
.
CD CELORICENSE: André; Pedro Russo, Russo, Diogo, Dany (Magalhães, 85), Cristof (Joãozinho, 66), Henrique (Adão, 91), Leandro, Kurany, Peixe e Zé Henrique. Treinador, Toninho Mendes.
.
MARCADORES: Dany, 4 e Kurany, 76.  
.
DISCIPLINA: amarelos – Peixe, 25, Zé Henrique, 52; João 59 e Diogo, 62.
.

Sem comentários:

Enviar um comentário