domingo, 16 de setembro de 2012

Divisão de Honra - AF Braga: Águias Alvelos, 0 - Arões SC, 2

Opinião: 

Texto e fotos: Rui Silva
.
Atitude valeu 3 pontos
.
O Arões venceu o seu primeiro jogo fora de portas na Divisão de Honra, no reduto do Águias de Alvelos, recém-promovido à Divisão de Honra. E para isso muito contribuíram Raimundo e Pedro Pinto com um golo em cada parte. A equipa de Miguel Paredes esteve com boa atitude, num campo pelado, perante muito calor, e diante de uma equipa jovem a querer mostrar-se nesta Divisão de Honra.
.
Foram poucos os adeptos aronenses presentes em Barcelos, talvez devido à distância ou mesmo o sol ainda tenha convidado um ida à praia. Na primeira entrou bem o Arões, com 4 boas oportunidades para golo, nos primeiros 10 minutos da partida. Chegou mesmo ao golo por André mas o juiz auxiliar assinalou fora de jogo, e bem.
.
Seguiu-se uma ligeira resposta da jovem equipa Barcelense, a entregar-se ao jogo com unhas e dentes. Mas muito perto da meia hora de jogo, aos 28 minutos, uma recuperação de bola do Arões na defesa e rápida transição para o ataque, através de André, que viu bem Raimundo no centro, cruza e Raimundo inaugura o marcador. Aí o jogo voltou à mãos do Arões, com o controlo do jogo. 
.
Ainda houve duas oportunidades de golo, até ao intervalo, uma aos 39' para o Águias de Alvelos, Rui ganha na esquerda e remata forte cruzado com Paulo Jorge a não facilitar esticou-se mas a bola saiu ao lado. O Arões poderia aumentar, não fosse Raimundo aos 42, acertar no poste.
.
Esperava-se uma segunda parte com o Arões entrar logo à procura do segundo golo, e tal aconteceu. Brinca foi o primeiro a tentar levar avante a intenção dos visitantes, ao rematar por duas vezes à baliza de João, mas sem sucesso. Paulo Jorge, que substituiu Carneiro para este jogo, que por lesão ficou de fora, teve pouco trabalho. Ainda assim efectuou uma boa defesa ao minuto 55, quando respondeu, bem, a um remate de Joka. 
.
No minuto seguinte, contrariedade para o Arões: Miguel Paredes vê-se forçado a substituir Fernando Beijinhos lesionado, entrando Pedro Pinto. A vontade de ampliar o marcador, foi demonstrada 10 minutos depois com nova substituição, Ângelo substituiu Raimundo ocupando a ala esquerda até então ocupada por Brinca. E no minuto seguinte o golo surge finalmente. O Arões ganha um livre a meio campo, Romeu encarrega-se de marcar, numa primeira fase Brinca tenta chegar à bola, mas esta segue a sua trajectória com Pedro Pinto ao segundo poste a emendar para novo golo do Arões.
.
O Águias de Alvelos não se deu por vencido e sempre que pode tentou sair do seu meio campo. Joel Costa queimaria as suas substituições ao minuto 73, com Rock a ser lançado para o lugar de Cenoura. Na resposta os da casa beneficiaram de uma falta junto à linha e da mesma, após algum burburinho entre jogadores, o árbitro da partida consultou o seu auxiliar, dirigindo-se após essa conversa a Vítor Beijinhos, admoestando-lhe o cartão vermelho directo. O capitão Joka que também teve várias intervenções incorrectas ao longo do jogo, viu apenas o amarelo. 
.
Com menos um jogador em campo o Arões não abdicou de atacar e aos 81 minutos, Ângelo poderia ter feito o 3º, num bom remate rasteiro, com a bola a passar toda a gente na área e a sair um nada ao lado da baliza de João. Seguiram-se dez minutos finais sem grandes apontamentos, com o Arões a gerir bem a falta de um homem.
.
Jogo realizado no Campo Novo - Águias de Alvelos - Barcelos
.
Árbitro: Jorge Alvim, auxiliado por Flávio Sousa e Fábio Silva.
.
ÁG. ALVELOS: João, Pedro C., Gabi, Daniel, Nelson, Cenoura (Rock, 72'), Boucinha (J. Miguel, 62'), Xavier, Luís Filipe (Zé Miguel, 62'), Joka (cap.) e Rui. Treinador: Joel Costa
.
ARÕES SC: Paulo Jorge, Vitor beijinhos, Kéke, Fernando Beijinhos cap. (Pedro Pinto, 57), Zézinho, Óscar, Bebeto, Romeu, André, Brinca (Ismael, 83) e Raimundo (Ângelo, 67).
.
Disciplina - cartão amarelo a: Pedro C., 7; Zézinho, 32; Fernando Beijinhos, 41; Joka, 76; Rock, 79; Pedro Pinto, 90+3. Cartão vermelho: Vítor Beijinhos, 76.
.
Golos: Raimundo, 28' e Pedro Pinto, 67'.
.

Sem comentários:

Enviar um comentário