domingo, 4 de novembro de 2012

Div. Honra AF Braga: Arões SC, 3 - CF Fão, 0

Opinião: 
Texto: Ricardo Castro | Fotos: Rui Silva
.
Resolvido na primeira parte
.
- Golos de Romeu, Ismael e Costa
.
Após dois empates consecutivos, o Arões regressou às vitórias na Divisão de Honra. Vitória clara e justa diante do Fão, por três bolas a zero, num jogo em que o resultado ficou decidido na primeira parte. Romeu inaugurou o marcador e viria a ser expulso quando o resultado estava em 2-0. Pelo meio, Ismael marcou e a seguir à expulsão, Costa fechou o resultado num monumental livre direto, terminando em beleza a primeira parte, após algumas quezílias que pouco antes deixaram o Arões reduzido a 10 elementos.
.
O Arões inaugurou o marcador aos 18 minutos, num passe por alto de Ismael para Romeu, que ficou perante o guarda-redes e colocou a bola no fundo da baliza, fora do alcance de Ruben. Volvidos três minutos, após um cruzamento de Tiago Nogueira, Ismael simula o remate na área, tirando um oponente do caminho e na cara do guardião do Fão, encostou para o 2-0.
.
Após um início de jogo dividido, o Arões conseguiu, num período mais forte, construir uma vantagem sólida e tinha o jogo controlado, perante um adversário que não conseguia criar grande perigo a Paulo Jorge.
Aos 35’, Fernandez aparece para desviar um livre de Bruno Cunha, mas a bola passou ao lado.
.
O jogo ficou algo quezilento nos instantes finais da 1ª parte, com algumas picardias entre jogadores das duas equipas. Aos 39’, Vítor Beijinhos entrou para o lugar do lesionado Tiago Costa, que saiu muito mal tratado do terreno de jogo, alegadamente com uma lesão no joelho, desconhecendo-se a gravidade.
.
Pouco depois, Tiago Nogueira ficou deitado na área do Fão com muitas queixas e ao mesmo tempo desencadeou-se uma confusão entre vários atletas e Romeu acabou por ver o cartão vermelho directo, deixando o Arões com menos um jogador.
.
Após este polémico período, Costa tirou um coelho da cartola e num exímio livre direto, a cerca de 25 metros da baliza, fez o 3-0, terminando em beleza a primeira metade de jogo.
.
Na etapa complementar, o Arões limitou-se a gerir o resultado. Aos 53’, Ismael podia ter feito novo golo, mas Ruben opôs-se ao nº7. O Fão deu um ar da sua graça aos 68’, num remate meio em chapéu que passou a beijar o poste.
.
À entrada para os dez minutos finais, Trinca tira dois adversários do caminho, pelo flanco direito e cruza para toque em habilidade de Raimundo. A bola passou ao lado, mas valeu a intenção.
.
O Fão teve a melhor oportunidade aos 83’, num bom lance de Joel que tirou Keke do caminho e em boa posição rematou mas à figura de Paulo Jorge. Os visitantes viram pouco depois Cuta ser expulso, terminando o jogo com dez elementos de cada lado.
.
A equipa de Miguel Paredes que soma agora 19 pontos e continua sem perder no campeonato e tem o incrível registo de quatro golos sofridos em nove jogos, o que dá uma média inferior a meio golo sofrido por encontro. Estatística digna de relevar. No que toca à liderança fica à espera do que Vieira e Prado farão diante do Pica e do Gerês, respectivamente. Na próxima jornada os aronenses deslocam-se ao reduto do Gerês.
.
Jogo realizado no Parque Desportivo/Centro Para a Formação e Juventude de Arões.
.
Árbitro: Tiago Mendes, auxiliado por Ricardo Coimbra e António Ribeiro.
.
ARÕES SC: Paulo Jorge, Tiago Costa (Vítor Beijinhos, 39’), Keke, Ricardo Costa, Zezinho, Fernandez, Bruno Cunha, Romeu (cap.), Ismael (Trinca, 73’), Raimundo e Tiago Nogueira (Brinca, 60’). Treinador: Miguel Paredes.
.
CF FÃO: Ruben, Cuta, Zé Santos, Tita (cap.), Adriano, Carlos Ferreira, Paulinho (Joel, 45’), Rato, Filipe Cunha, David Lima (Filipe Santos, 66’) e Aymeric (Paulino, 57’). Treinador: Augusto Neves.
.
Marcador: Romeu, 18’, Ismael, 21’, Costa, 45’.
.

Sem comentários:

Enviar um comentário