domingo, 17 de março de 2013

Div. Honra AF Braga: Arões SC, 0 - Forjães, 1

Opinião: 


.
Texto e fotos: Ricardo Castro
.
Forjães voltou a ser peste negra 
.
Após a excelente vitória no reduto do Torcatense e com algumas ausências por castigos e lesões, o Arões ecebeu o Forjães e perdeu por uma bola a zero. Um golo de livre já a fechar a primeira parte, com alguma sorte à mistura, acabou por decidir o encontro, num jogo em que o Arões teve mais de quinze oportunidades de golo e em que podia estar o dia todo a tentar o golo que a bola teimaria em não entrar na baliza de Stray. De facto, esta equipa de Esposende é a verdadeira peste negra dos aronenses, pois foi a terceira vitória consecutiva em três anos no Parque Desportivo de Arões. 
.
Numa primeira parte equilibrada, onde o Arões, com ligeira superioridade, tentou chegar ao golo de todas as formas e feitios, o Forjães conseguiu defender-se bem e tentava chegar à baliza contrária maioritariamente em lances de bola parada.
.
Aos 12’, Mika rematou cruzado mas Carneiro estava atento e defendeu bem. Cinco minutos depois, resposta do Arões com livre frontal de Ricardo Costa, mas a bola bateu na barreira e acabou por sair pela linha de fundo. 
.
Aos 23’, livre de Postiga da esquerda e Hélder quase que marcava, num remate instintivo ao segundo poste mas que saiu ao lado. 
.
O Arões respondeu dois minutos depois, na melhor oportunidade até então. Jogada de Ângelo pela direita, cruzamento rasteiro e Zezinho apareceu solto na área ao segundo poste mas o remate saiu ao lado. Pouco depois, Ismael rematou cruzado da direita mas ao lado.
.
Aos 36 minutos, grande jogada de Gijo, a tirar três adversários do caminho de forma sublime e a entregar a Ismael que surgiu perante Stray à entrada da área mas dominou mal a bola e a jogada acabou por se perder.
E a um minuto do intervalo, livre descaído para a esquerda para o Forjães, com Mika a rematar, bola a bater na barreira e a tomar trajetória contrária, enganando Carneiro, que nada podia fazer para evitar o golo. Balde de água fria para o Arões, que ia para o intervalo a perder.
.
Na segunda parte, o Arões entrou a carregar e logo a abrir, Vítor Beijinhos colocou a bola na área e Raimundo falhou o cabeceamento. 
.
Aos 51’, Ismael rematou na área, Stray defendeu e Ângelo fez golo na recarga, mas o árbitro auxiliar assinalou fora-de-jogo ao nº 25 do Arões.
.
Cinco minutos depois, livre frontal de Ricardo Costa, bola colocada ao ângulo com potência mas Stray fez grande defesa para canto. Aos 59 minutos, jogada de insistência na área e Ângelo rematou rasteiro mas Stray voltou a evitar o golo.
.
Aos 66’, Ângelo cruzou para a área e Raimundo voltou a falhar a cabeçada para a baliza.
.
Dois minutos depois, mais uma grande oportunidade para o Arões. Cruzamento de Ricardo Costa para a área, Raimundo desvia de forma acrobática mas Stray defendeu para canto. Na sequência, Ismael cruzou para a pequena área, mas nem Ivo nem Raimundo conseguiram o desvio final. Muita sorte para o Forjães nesta altura do jogo. 
.
A quinze minutos dos noventa, passe magistral de Bruno Cunha para a área, com Zezinho a rematar forte mas mais uma vez a bola passou a rasar o poste.
.
O Arões colocou a carne toda no assador e quase que era surpreendido aos 84 minutos, com Mika a cabecear sozinho ao segundo poste mas a bola saiu ao lado. 
.
Já em cima do minuto 90, Ricardo Costa voltou a tentar de livre mas Stray defendeu de novo.
.
Nos descontos o Arões tentou chegar ao golo mas mais com o coração do que com a cabeça e o jogo chegou ao fim com 0-1 no marcador. Derrota penosa diante de uma equipa que surgiu bem organizada mas que teve a estrelinha da sorte em vários momentos do jogo. O Arões já não sabe o que é vencer ao Forjães desde 2008.
.
Jogo realizado no Parque Desportivo de Arões, na Vila de Arões São Romão, Fafe.
.
Árbitro: Manuel Fernandes, auxiliado por João Paulo Silva e Vítor Barbosa.
.
ARÕES SC: Carneiro, Vítor Beijinhos (Tiago Costa, 79’), Fernando Beijinhos (cap.) Ricardo Costa, Zezinho, Bruno Cunha, Gijo, Ângelo (João Martins, 77’), Ismael, André (Ivo, 45’) e Raimundo. Treinador: Miguel Paredes.
.
FORJÃES SC: Stray, Chica (cap.), Gaby, Hélder, Orlando, Joãozinho (Rui, 79’), Né, Paulo Gomes, Postiga (Tiago Venda, 81’), Tó Mané (Luís Barbosa, 67’) e Mika. Treinador: Zé Miguel.
.
Disciplina – cartões amarelos a: Postiga, 35’, Mika, 38’, Gaby, 55’, Fernando Beijinhos, 60’, Orlando, 71’, Rui, 90’ e Stray, 90+3’.
.
Marcador: Mika, 44’.
.

Sem comentários:

Enviar um comentário