domingo, 24 de março de 2013

Iniciados - 2ª Div. AF Braga: Arões SC, 3 - GD Golães, 2

Opinião: 

Texto: Ricardo Castro | Fotos: Luís Peixoto
.
Auto-golo perto do fim decidiu derby
.
- Grande emoção no jogo entre vizinhos
.
O Arões venceu o Golães no derby fafense da Série C da 2ª Divisão Distrital, em Iniciados. Um jogo muito bem disputado entre o 2º e 7º classificados, que estavam separados por 21 pontos à partida para este jogo. Mas a diferença pontual não se fez notar na maior parte dos 70 minutos, com o Golães a dar boa réplica e a conseguir dar a volta ao resultado após ter estado a perder por 1-0. Mas o Arões havia de empatar logo de seguida e um auto-golo a quatro minutos do fim acabou por dar a vitória à equipa de Gijo.
.
A primeira parte mostrou equilíbrio entre as equipas, tal como na maior parte do jogo, com o Arões a impor o seu bom futebol mas sem conseguir chegar com perigo à baliza de Telo.
.
Apesar disso, seria a equipa aronense a inaugurar o marcador aos 23 minutos, por Telmo, que após receber um passe a rasgar a defensiva forasteira, entrou na área, driblou um adversário e rematou colocado com o pé direito, meio em chapéu, com a bola a entrar junto à esquina da baliza. Um grande golo de um jogador que tem dado cartas ao longo da época.
.
Mas o Golães não se retraiu e acabou por chegar ao empate aos 27 minutos. Canto da direita de Tiago Cunha e Diogo a cabecear ao segundo poste, sem oposição, batendo Álvaro e a fazer o 1-1.
.
Para a segunda parte, o treinador do Arões colocou três habituais titulares em campo, João Freitas, Fred e Damião, para refrescar e dar acutilância atacante ao jogo da equipa.
.
E logo a abrir, grande oportunidade para o Arões, com Damião a rematar na área mas o melhor que conseguiu foi um canto. Na sequência do lance, Marcelo colocou a bola na área e Emanuel cabeceou mas Telo defendeu.
.
E aos 44 minutos, o Golães deu mesmo a volta ao marcador, num lance idêntico ao golo do empate. Canto de Tiago Cunha do lado esquerdo e Bruno Ribeiro a aparecer ao primeiro poste e a cabecear de forma exemplar para o 1-2.
.
O Arões pareceu despertar com a desvantagem, talvez algo surpreendente, mas também fruto da garra que o Golães demonstrava. E aos 48 minutos, surgiu mesmo o empate. Após um canto do lado esquerdo, Marcelo cruzou tenso para o coração da área, Damião dominou com o peito e à meia volta rematou de pé esquerdo para o fundo da baliza. Um golo de belo efeito que restabelecia a igualdade.
.
A equipa aronense continuava a carregar e aos 52 minutos, livre frontal de Marcelo, mas Telo defendeu. As sucessivas tentativas do Arões esbarravam na coesa defensiva do Golães, ao mesmo tempo que também havia falta de pontaria na hora do remate. Já o Golães tentava pressionar a partir do meio campo mas não criava grande perigo.
.
E eis que aos 66 minutos, surge mesmo o golo do Arões, da forma talvez mais inesperada. Jogada de insistência, cruzamento tenso de Fred da direita e um defesa do Golães, na tentativa de aliviar, cabeceou em direcção à baliza e a bola acabou por entrar com efeito, fazendo quase que um chapéu a Telo, que não conseguiu evitar o 3-2. Frustração grande dos forasteiros, para grande festa dos visitados.
.
O Golães ainda tentou chegar ao golo e nos instantes finais, Cardoso bateu um livre para a área mas ninguém tocou na bola, que acabou por sair pela linha de fundo.
.
Final do jogo com vitória sofrida do Arões, que acabou por ser premiado pelo maior aval atacante e por um auto-golo não muito habitual já perto do fim. Já o Golães vendeu cara a derrota, mostrando ser uma equipa unida, que criou muitas dificuldades à equipa de Gijo.
.
Destaque ainda neste jogo para o regresso de Nani no Arões, jogador que teve uma lesão grave e que se estreou a jogar nesta época, tendo entrado a meio da segunda parte.
.

Sem comentários:

Enviar um comentário