domingo, 7 de abril de 2013

Div. Honra AF Braga: Arões SC, 1 - GD Gerês, 1

Opinião: 

Texto: Ricardo Castro | Fotos: Rui Silva
.
Empate cedido perto do fim
.
O Arões não deu o melhor seguimento ao apuramento para as ‘meias’ da Taça e cedeu um empate caseiro diante do Gerês, com o golo dos visitantes a surgir já perto do minuto 90. Ismael adiantou bem cedo a equipa de Miguel Paredes, treinador que foi expulso já perto do fim, aparentemente sem razão para tal. O Arões pareceu em vários momentos adormecer à sombra da vantagem, sendo displicente nas melhores oportunidades de que dispôs para resolver o jogo. Ao não concretizar, perdeu a oportunidade de se isolar no 5º lugar, ainda que o mantenha, mas agora a par do Celeirós, com 41 pontos.
.
O Gerês podia ter marcado aos 4 minutos, num cruzamento para a área com André a desviar ao primeiro poste, mas Carneiro estava atento e defendeu ainda de que forma pouco comum.
.
O Arões foi decidido na resposta e inaugurou o marcador aos 7 minutos. Recuperação e jogada de Raimundo, que entregou a bola na entrada da área a Ângelo e este, por sua vez, deixou a bola em Ismael, que com um remate cruzado fez o 1-0.
.
Com a vantagem, a equipa aronense optou por um controlo calmo do jogo, sem grande raça na busca de novo golo. Tanto é que só aos 28 minutos é que voltou a chegar à baliza adversária, com Tiago Costa a rematar na área e a ver o golo impedido por um defesa que cortou para canto. Na sequência deste, Zezinho foi traído por um desvio contrário e em cima da linha acabou por fazer de defesa do Gerês e não conseguiu fazer o segundo golo.
.
O Gerês, em posição inversa, tentava aproximar-se da baliza de Carneiro, mas sem qualquer resultado efectivo. Nota para um remate de Pinto, aos 36 minutos, que saiu à malha lateral.
.
Mesmo antes do intervalo, lance de ataque bem construído pelo Arões, com Ismael a deixar na direita em Bruno Cunha, que rematou forte para uma boa intervenção de Edgar.
.
Aos 57 minutos, Bruno Cunha isolou Ângelo que não foi ágil nem astuto e na hora do remate permitiu a interceção de um defesa. Melhor oportunidade para o Arões fazer o 2-0, que foi no entanto desperdiçada.
O Gerês sabia que um golo bastava para igualar e ia tentando a sua sorte, mais de meia distância do que outra coisa. O remate de André, aos 65 minutos, passou muito perto da trave de Carneiro.
.
Aos 83 minutos, a equipa forasteira teria mesmo uma grande oportunidade em contra-ataque, com André a surpreender num remate colocado. Carneiro defendeu e na recarga Vinhas atirou para fora.
.
Aos 88 minutos, o livre de Costa levava selo de golo mas passou pouco acima da trave. E logo a seguir, o Gerês viria mesmo a empatar. Cruzamento largo para a área e Patrik, que tinha entrado a meio da segunda parte, fez o 1-1, para desespero dos aronenses.
.
O que é certo é que até final o resultado não mais se alterou e o Arões voltou a perder dois pontos num jogo que podia ter sido resolvido cedo. A falta de eficácia nos momentos decisivos foi fatal para a equipa fafense. Na próxima jornada, o Arões recebe o Prado, antes de um ciclo ‘infernal’ até terminar o campeonato.
.
Jogo realizado no Parque Desportivo de Arões, Vila de Arões São Romão, Fafe.
.
Árbitro: Luís Ferreira, auxiliado por Rui Torres e Hernâni Barbosa.
.
ARÕES SC: Carneiro, Tiago Costa, Fernando Beijinhos (cap.), Costa, Zezinho, Óscar, Gijo (Fernandez, 57’), Bruno Cunha, Ângelo (Brinca, 67’) , Ismael e Raimundo (Ivo, 75’). Treinador: Miguel Paredes.
.
GD Gerês: Edgar, Vinhas, Valete, Rui, Gamarra, Pinto (Vitinho, 55’), Geovani, Pereira, Ricardo Sousa (Moura, 74’), Cerqueira (Patrik, 55’) e André. Treinador: Acácio Fernandes.
.
Disciplina – cartões amarelos a: Pinto, 43’, Raimundo, 47’, Gamarra, 58’, Bruno Cunha, 68’, Fernandez, 71’, Tiago Costa, 80’, Moura, 87’ e Edgar, 90+3.
.
Golos: Ismael, 7’ e Patrik, 88’.
.

Sem comentários:

Enviar um comentário