quarta-feira, 1 de maio de 2013

Taça AF Braga: Brito SC, 0 - Arões SC, 2

Opinião: 

Texto e fotos: Rui Silva
.
Arões em vantagem ao “intervalo”...
.
Raimundo e Bruno Cunha marcaram em Brito e colocam Arões bem posicionado nesta eliminatória, que se joga em duas mãos.

Poucos dias após se defrontarem para o campeonato, Brito e Arões voltavam a medir forças, desta feita em Brito e para as meias-finais da taça da AF Braga.


O Brito foi quem teve a primeira ocasião de golo e logo ao minuto 2, quando Miguel Mota bem posicionado remata, obrigando Paulo Jorge a aplicar-se. O Arões respondeu bem e com mais posse de bola e jogo de pé para pé, superiorizou-se ao Brito pelo contrário apostava no futebol direto, com bolas lançadas para os seus atacantes.  

Aos 10 minutos, num bom entendimento entra Zézinho e Ângelo, este último mete a bola na zona de penalti, onde Raimundo rodopia e remata forte para o fundo das redes de Miguel, colocando o Arões em vantagem. Neste lance, Luís Miguel sairia lesionado dando lugar a Nuno Ribeiro.

O Brito esboçou ligeira reação, mas foi o Arões a ter nova oportunidade com uma iniciativa de Ângelo, à entrada da grande área tentou o chapéu a Miguel que ainda desvia a bola da baliza, lance seguido por Raimundo que chega um nada atrasado para fazer o 0-2.

Ainda antes do intervalo Bruno Cunha solicita Gijo que surge só sobre a esquerda que remata fora do alcance de Miguel, mas a bola sai ao lado.
 
No reatar da partida o Miguel Paredes é forçado a mexer na equipa, Vítor Beijinhos sai por lesão, entrando Ruca para o miolo e Tiago Costa ocuparia o lugar à direita na defesa Aronense.

A equipa de Jorge Batista entrou melhor neste segundo tempo, com natural procura da igualdade. E foi Roger, ao seu estilo, a dar o exemplo aguentou a marcação e roda sobre a direita rematado para fora.

Ao minuto 62’ lance Gijo vê o 2º cartão amarelo e respetivo vermelho, deixando o Arões com menos um elemento em campo. Mas a equipa do Arões manteve sangue frio e soube gerir a falta de um elemento. De tal forma que não deixou de procurara o segundo golo, que aconteceu mesmo aos 70 minutos, Ruca a estrear-se na equipa, teve boa iniciativa sobre a esquerda cruzando já na linha de fundo, a bola é desviada e sobrando na zona frontal da baliza de Miguel, onde Bruno Cunha surge e remata para o fundo das redes, 0-2 para o Arões.

O Brito não soube furar a defensiva Aronense, com exeção feita ao minuto 83, quando Nuno Ribeiro remata forte, em boa posição, para uma excelente resposta de Paulo Jorge. Anteriormente Bruno Cunha havia desperdiçado o 0-3, na cara de Miguel que efetuou uma bela mancha desviando para canto.

O Arões seria a equipa a desperdiçar nova oportunidade com Ângelo só perante Miguel, a não aproveitar, falhando o golo.

Vitória saborosa para os Aronense, perante uma exelente equipa que não soube responder à boa postura dos homens de Miguel Paredes, mesmo após a expulsão de Gijo.

Segue-se novo “duelo” no próximo dia 18 de Maio, que ditará o finalista presente na final em Guimarães, a disputar no estádio D.Afonso Henriques. No outro confronto das meias-finais, o Celeiros levou a melhor numa vitória caseira por 1 a 0 sobre o Vieira.


Próximo jogo para o campeonato:

 VIEIRA SC vs ARÕES | Domingo 5 de Maio às 16H00
:: Ficha de jogo ::

Jogo realizado no Parque Desportivo de Brito, em Brito, Guimarães.

Árbitro: Valdemar Maia, auxiliado por José Carlos Gomes e Luciano Maia.

BRITO SC
Miguel (cap.), Vasco, Mouzinho, Luís Miguel (Nuno Ribeiro, 12’), Abílio (Ricardinho, 57’), João, Pereira, Miguel Mota, Meira (Sérgio, 67’), Ricardo Cruz e Roger.
Suplentes não utilizados: João Carlos, Faria, Paulinho, Diogo Sá. Treinador:  Jorge Batista.

ARÕES SC
Paulo Jorge, Vítor Beijinhos (Ruca, 46’), Ricardo Costa, Óscar, Zezinho, Tiago Costa (Brinca, 76’), Bruno Cunha, Gijo, André (Ismael, 61’), Ângelo e Raimundo (cap.).
Suplentes não utilizados: Carneiro, João, Ivo. Treinador: Miguel Paredes

Disciplina - cartões amarelos: Nuno Ribeiro, 25’; Gijo, 26’; Óscar, 50’; Pereira, 60’; Gijo, 62’; Raimundo, 76’; Miguel Mota, 77’; Roger, 85’ e Ricardo Costa, 90’.
Cartões vermelhos: Gijo, 62’
.
Marcador: Raimundo, 10’; Bruno Cunha, 70’.
.

Sem comentários:

Enviar um comentário