segunda-feira, 10 de junho de 2013

Final Taça AF Braga: Vieira vence Arões SC por 2-0

Opinião: 
ARÕES SPORT CLUBE - FINALISTA VENCIDO - TAÇA AF BRAGA 2012/2013
.
Texto e fotos: Ricardo Castro 
.
Gala e Café desfizeram sonho aronense 
.
O Arões Sport Clube perdeu a sua primeira final da Taça AF Braga, ao sair do D. Afonso Henriques derrotado pelo Vieira SC, por 2-0. Mas não foi por falta de apoio que a equipa de Miguel Paredes não conseguiu vencer, pois os sócios, adeptos do clube e todos os fafenses corresponderam à chamada à Cidade Berço, preenchendo a bancada em tons de verde e amarelo, em número muito superior aos adeptos vieirenses.
.
O Vieira tinha ganho os dois jogos do campeonato ao Arões e foi a equipa que entrou melhor em jogo. Aos três e cinco minutos, Paulo Jorge foi obrigado a duas intervenções de alto nível, impedindo o golo a Luca e a Costa.
.
O Arões teve muita dificuldade em impor o seu futebol, dada a constante pressão e boa organização do adversário. Aos 12 minutos, Bruno Cunha rematou ao lado, quando em boa posição na área contrária. Mas foi mesmo o Vieira a inaugurar o marcador, quando Gala deu o melhor seguimento ao cruzamento de Café, aos 19 minutos de jogo.
.
Nelsinho e Café mostravam ser um perigo nas costas da defensiva aronense, obrigando a total vigia por parte dos centrais e laterais da equipa de Miguel Paredes. Aos 30 minutos, Tiago Costa encontrou Raimundo solto na área, que atirou pouco por cima à saída de Hugo. Volvidos sete minutos, Bruno Cunha rematou colocado, mas a bola saiu ligeiramente ao lado.
.
Já com o intervalo à vista e com o Arões a conseguir dar estabilidade ao seu jogo, Nelsinho ganhou na velocidade pela esquerda e ao cruzar, a bola encontrou o corpo de Óscar, que alegadamente tocou com o braço na bola, com o árbitro a assinalar grande penalidade. Na marcação do castigo máximo, Café bateu Paulo Jorge, dobrando a vantagem do Vieira. O descanso chegava com uma desvantagem penosa e com um duro revés para o Arões.

.
Mas a segunda parte trouxe um Arões melhor. Ainda assim, só aos 55 minutos é que surgiu sinal de perigo na área do Vieira. Cruzamento de Bruno Cunha e cabeça de Óscar, mas ao lado. Dois minutos depois, resposta por Café, que surgiu solto na área rematando ao lado.
.
À hora de jogo surgiu talvez a melhor ocasião para o Arões. Cruzamento da esquerda de Ismael e Raimundo atirou forte de cabeça entre os centrais, para defesa apertada de Hugo.
.
Aos 72 minutos, o Arões ganhou a bola a meio do meio campo adversário, mas não aproveitou o contra-ataque. Logo a seguir, na sequência de um canto, Raimundo atirou de bicicleta ao poste e depois ninguém aproveitou a bola solta junto à baliza. Muito azar nesta altura para o Arões, que já justificava o golo.
.
O Vieira ia aguentando a pressão exercida pelo adversário e espreitava contra-ataques rápidos, como aos 78 minutos, num remate de Nelsinho que obrigou Paulo Jorge a boa defesa.
.
No último fôlego, aos 88 minutos, Ismael cabeceou por cima e Bruno Cunha, já nos descontos, rematou de primeira mas Hugo defendeu.
.
O Vieira foi mesmo a equipa a fazer a festa, conquistando este troféu pela quinta vez na sua história. A equipa de Roger Bastos conseguiu ser organizada e uma boa primeira parte deu a vantagem suficiente para a conquista do troféu. O Arões fez tudo para entrar na discussão do resultado na segunda parte mas também não teve a estrelinha da sorte do seu lado. Foi uma bonita festa do futebol distrital onde só faltou trazer a taça para Arões. Toda a equipa está de parabéns pela luta e dedicação demonstrada ao longo dos 90 minutos e de uma época que só merece elogios pelo trabalho realizado. Para o ano há mais.

.

Jogo realizado no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães.
.
Árbitro: Fernando Cunha, auxiliado por José Ribeiro e Valdemar Maia. 4ª árbitro: Tiago Mendes.
.
VIEIRA SC: Hugo, Nuno, Elio, Paulinho, Luca (Zé Miguel, 77’), Bruno, Gala (Carneiro, 69’), Costa, Café, Pedro José e Nelsinho (Bié, 85’). Treinador: Roger Bastos.
.
ARÕES SC: Paulo Jorge, Tiago Costa (Brinca, 81’), Ricardo Costa, Fernando Beijinhos, Zezinho, Óscar, Fernandes (Gijo, 59’), Bruno Cunha, Ângelo (André, 67’), Ismael e Raimundo. Treinador: Miguel Paredes.
.
Disciplina – cartões amarelos a: Ricardo Costa, 3’, Zezinho, 90’ e Carneiro, 90+3’.
.
Marcador: Gala, 19’ e Café, 42’ (G.P).
.

Sem comentários:

Enviar um comentário