sábado, 24 de agosto de 2013

Pró-Nacional: Arões SC, 3 - Porto D'Ave, 2

Opinião: 
Texto: Ricardo Castro | Fotos: João Carlos Lopes
.
Ismael marcou e acabou na baliza
.
- Mão cheia de emoção e de golos
.

Um jogo emocionante na abertura da Divisão Pró-Nacional da AF Braga. Cinco golos, indecisão no marcador até ao fim, bom futebol e nem a excessiva acção disciplinar, com nove amarelos e um vermelho, tirou brilho ao espectáculo. Ismael acabou por ser talvez a maior figura do jogo, ao apontar o golo da vitória e a vestir a pele de guarda-redes nos últimos sete minutos, devido à expulsão de Miguel. Foi assim que a equipa de Miguel Paredes venceu o Porto D’Ave, por 3-2.
.
Na primeira parte, uma defesa consistente e um meio campo bem calibrado permitiram ao Arões impor o seu jogo melhor que o adversário. Após algumas tentativas sem grande perigo, o golo esteve iminente aos 15 minutos. Cruzamento rasteiro de Pablo para a entrada da área e Bruno Cunha rematou de primeira, com a bola a rasar a trave.
.
O Porto D’Ave, que até então pouco tinha feito, atirou ao poste por Marco Lima, aos 22 minutos. No minuto seguinte, a livre de Mota, Pesca rematou à meia volta, para defesa apertada de Miguel.
.
Aos 25 minutos surge o primeiro golo do jogo. Contra-ataque pela esquerda iniciado em Pablo, bola para Garcia, que à entrada do meio campo adversário viu Bruno Cunha solto no meio, colocando a bola no médio, que após um remate defendido por Abreu, fez o 1-0 à segunda.
.
Aos 32 minutos, Jorge Miguel rematou após livre de Bruno Cunha e aos 36’, Óscar desviou após livre de Pablo, mas Abreu negou o 2-0 em ambas as ocasiões.
.
Dois minutos volvidos, resposta com Marco Lima a rematar forte, mas Miguel socou a bola. Perto do intervalo, Rui Ossos cabeceou sem oposição na pequena área, mas por cima.
.
A etapa complementar começou praticamente com uma grande penalidade para o Porto D’Ave, por falta de Cris sobre Zé Beto. Na marcação do castigo máximo, Miguel travou o remate de Pesca, para canto. Mas no seguimento deste, o Porto D’Ave empatou, com um autogolo de Óscar.
.
O Arões não conseguiu responder de imediato, mas cheirou o golo aos 55 minutos, num cruzamento de Barbosa ao qual três colegas não conseguiram concluir.
.
Aos 65 minutos, Ismael foi mais rápido que o defesa, segurou a bola na linha final, deu para Bruno Cunha, este assistiu Raimundo, que sozinho apenas precisou de  encostar para o 2-1.
.
O Porto D’Ave respondeu aos 71 minutos, num livre frontal de Mota, para bela defesa de Miguel. Três minutos depois, livre do mesmo Mota, do lado esquerdo, com Gonça a cabecear ao segundo poste para nova igualdade na partida.
.
Mas a resposta do Arões não podia ter sido mais rápida e eficaz. Raimundo dominou a bola na zona central do meio campo adversário e colocou em Ismael, que após ganhar em velocidade ao defesa, atirou de pé esquerdo para o 3-2.
.
O jogo aproximava-se do fim e o Arões dava mostras de querer segurar o resultado, não partindo para o quarto golo. Aos 84 minutos, Raimundo saiu lesionado, após ter entrado aos 56 minutos e de ter feito um golo e uma assistência.
.
Aos 90 minutos, Miguel saiu da baliza para tentar cortar um passe atrasado perto da linha lateral e após dar na bola, chocou com Diogo e viu o cartão vermelho directo. Decisão exagerada de José Araújo.
.
Pouco depois o árbitro auxiliar mostrou a placa com sete minutos de compensação, nos quais Ismael trocou de camisola, colocou as luvas e ocupou a baliza aronense. Até final, o Arões conseguiu manter a bola longe da sua baliza e conquistou os três primeiros pontos da época.
.
Jogo realizado no Parque Desportivo de Arões.
.
Árbitro: José Araújo, auxiliado por Lázaro Martins e André Gomes.
.
Arões SC: Miguel, Fernando Beijinhos (cap.), Óscar, Cris, Jorge Miguel, Néné, Barbosa (Alírio, 76’), Bruno Cunha, Pablo, Ismael e Pedro Garcia (Raimundo, 56’ (Keke, 83’)).
.
GD PORTO D’AVE: Abreu, Ricardo, Daniel, Rui Costa, Pesca, Mota, Gonça (cap.), Gustinho (Zé Beto, 45’), Gera (Diogo, 71’), Rui Ossos (Peixoto, 86’) e Marco Lima.
.
Disciplina – cartões amarelos a: Gonça, 20’, Fernando Beijinhos, 24’, Barbosa, 34’, Ricardo, 43’, Cris, 46’, Gera, 57’, Óscar, 70’, Raimundo, 70’, Jorge Miguel, 73’ e Ismael, 90+6’; cartão vermelho a: Miguel (directo), 90’.
.
Marcador: Bruno Cunha, 26’ (1-0), Óscar (a.g), 48’ (1-1), Raimundo, 65’ (2-1), Gonça, 74’ (2-2) e Ismael, 75’ (3-2).
.

Sem comentários:

Enviar um comentário