domingo, 15 de setembro de 2013

Pró-Nacional: GD Travassós, 1 - Arões SC, 1

Opinião: 
Texto e fotos: Rui Silva
.
Arões com mais um e a vencer cedeu empate
.
Dérbi fafense em inicio de época, tarde solarenga e muitos adeptos, onde estavam reunidas todas as condições para um belo jogo.
.
Entrou melhor o Arões no jogo, a tomar as rédeas do jogo, perante um Travassós atento a todos os movimentos atacantes dos aronenses. Mas uma pequena desatenção aos 8 minutos, permitiu que Ismael se isolasse à entrada da área, e perante o perigo, Carlos Martins, capitão de equipa, mais não fez que derrubar o aronense que seguia com perigo para a baliza. Gaspar Fernandes, mais não fez que cumprir as leis do jogo e expulsou o defesa travassolista, perante os protestos dos homens da casa.
.
Em vantagem numérica, a superioridade do Arões foi evidente e foi chegando ao último terço do campo com mais facilidade, Pablo e Ismael tentaram a sua sorte, mas foi aos 12 minutos que surgiu a primeira grande oportunidade com Ismael a rematar as malhas laterais da baliza à guarda de João Nunes.
 .
Aos 16 minutos de novo Ismael, na sequência de um contra-ataque rápido, à entrada da área receciona mal o esférico e perde uma boa oportunidade. Responde o Travassós ao minuto 22, quando Feirinha remata forte a um cruzamento de Chiquinho e vê o remate ser desviado para canto.
.
Seguiu-se um período de algum equilíbrio, com o Arões a não aproveitar o facto de estar em superioridade numérica.
.
Ao minuto 30, alegria para os muitos aronenses que se deslocaram até ao campo dos Carvalhinhos, Pablo a responder da melhor forma a um cruzamento de Ismael, fuzilando as redes de João e colocando o Arões em vantagem no marcador.
.
O Travassós quase igualou a partida, quando aos 37 minutos, Pedro Rosita corta a bola de cabeça, com esta a embater na barra da baliza de Paulo Jorge, ressaltando ainda para a área Aronense, criando um frisson nos adeptos do Arões.
.
Ainda antes do intervalo, Ismael isolado na cara de João, desperdiça uma flagrante oportunidade de ampliar a vantagem para o 0-2.
.
Do balneário já não regressou Jorge Miguel que cedeu o lugar a André, mas não seria o único a não regressar, pois o intervalo não foi bom conselheiro para o Arões que voltou muito mal ao jogo, muito pouco esclarecido e algo perdido até, permitindo ao Travassós subir no terreno, ganhar confiança e acreditar no golo do empate.
.
Foi ameaçando, até que aos 55 minutos Paulo Jorge negou o golo a Laureta que cabeceou com perigo, após a marcação de um livre. O jovem Garcia respondeu furando a defesa Travassolista, ganhando a linha de fundo, mas o último passe não saiu na perfeição.
.
O jogou decaiu muito de qualidade, com muitas faltas, muitas beneficiando o Travassós que aproveitava a “altura” da equipa para criar perigo na área aronense. O golo, esse, surgiu mesmo aos 77 minutos, num lance muito facilitado pela equipa de Miguel Paredes. Num forte lançamento de linha lateral, Carioca penteia a bola, perante a fraca oposição aronense, a bola essa só parou no fundo das redes. Empate “aguardado” face ao que se assistia em campo.
.
Nos derradeiros minutos, mas já tardiamente o Arões ainda deu um ar da sua graça, primeiro através de um belo remate de Bruno Cunha e no último minuto, Oscár vê João efectuar a defesa da tarde negando o segundo golo ao Arões. Por fim ouviria-se o apito final de Gaspar Fernandes que ditaria a divisão de pontos para as equipas fafenses.
.
Jogo no Campo dos Carvalhinhos em Travassós. 
.
Árbitro: Gaspar Fernandes, auxiliado por Tiago Mendes e Hugo Fernandes.
.
GD TRAVASSÓS: João Nunes,  Francisco Lopes, Marcos Borges, Carlos Martins (cap.), Laureta, Russo, Feirinha (Carioca, 57’), Bruno Pereira, Rafael Torres, Hugo Renato (Pedro Mendes, 45’) e Chiquinho (André Jardim, 72’). Treinador: Paulo Soares.
.
ARÕES SC: Paulo Jorge, Jorge Miguel (André, 45’), Fernando Beijinhos, Óscar, Pedro Rosita, Néné, Barbosa (Alírio, 72’), Bruno Cunha, Pablo, Ismael e Pedro Garcia (Raimundo, 58’).Treinador Miguel Paredes. 
. 
Cartão amarelo - Feirinha, 33’; André, 53’; Rafael, 58’; Pedro Mendes, 58’; Raimundo, 60’; Russo, 61’; André, 62’; Óscar, 63’, João, 91’ e André Jardim, 92’.
.
Cartão vermelho: Carlos Martins, 8’. 
.
Marcador: Pablo, 30’ e Carioca, 77’.
.


Sem comentários:

Enviar um comentário