sábado, 23 de novembro de 2013

Pró-Nacional: Arões SC, 2 - Brito SC, 1

Opinião: 
Texto: Ricardo Castro | Fotos: Rui Silva
.
Pablo de se lhe tirar o chapéu
.
- Alírio deu a volta ao jogo segundos após entrar 
.
O Arões voltou às vitórias na Divisão Pró-Nacional. Após a derrota nas Marinhas e do empate em Celorico, a equipa de Miguel Paredes recebeu e venceu o Brito, por 2-1. Não foi um jogo fácil diante de uma equipa que estreou o jovem treinador de 25 anos no banco, André Pereira.

O Arões entrou bem em campo e com poucos segundos de jogo, Garcia surgiu em boa posição na área mas não conseguiu desviar com êxito. O lance deu origem a um livre frontal, de Jorge Miguel, que passou pouco ao lado. No minuto seguinte, Pablo esteve perto do golo, mas Miguel não se deixou enganar.
A entrada agressiva do Arões foi-se desfazendo e aos poucos, o Brito conseguiu estabilizar-se em campo. A qualidade de jogo da primeira parte foi fraca e os melhores lances de perigo surgiam de bola parada. Aos 12 minutos, um livre de Meira obrigou Miguel a defender a soco. O Arões respondeu aos 26 minutos da mesma maneira. Livre de Ismael para defesa apertada de Miguel.

No minuto seguinte, Faria saiu muito queixoso do joelho esquerdo e foi substituído por Santos. O Brito continuou a insistir de bola parada, por Sílvio e Meira, aos 32 e 43 minutos, mas Miguel defendeu. Ainda antes do intervalo, livre de Pablo e Jorge Miguel não conseguiu o melhor desvio. O Arões esteve perto do golo mas o nulo permaneceu até ao intervalo.

O Arões entrou com mais atitude no início da segunda parte. Miguel lançou Garcia e quase que marcava de baliza a baliza, mas o outro Miguel estava atento e segurou na hora certa. O Brito respondeu aos 53 minutos. Boa jogada entre Ricardinho e Mota pela esquerda e Ricardo rematou na área, mas a bola foi intercetada por um defesa aronense.

Aos 56 minutos, Ismael ganhou a frente a Sílvio e foi derrubado por este, quando já só tinha Miguel pela frente. Vermelho direto para o central vimaranense, que deixou os visitantes com menos um em campo. Na sequência do lance, o livre de Pablo saiu ao lado.

A melhor oportunidade do Arões surgiu aos 62 minutos. Pablo rematou forte de pé esquerdo à entrada da área, com Miguel a defender para canto, tendo a bola ainda batido no poste. Mas na sequência do canto, contra-ataque para o Brito, conduzido por Ricardo, que correu até à área contrária e deu para o recém-entrado João, que encostou para o primeiro golo do jogo. Com menos um, o Brito adiantava-se no marcador.

O Arões partiu para cima do adversário e já após a entrada de Raimundo, André foi lançado em campo para dar velocidade e opção ao ataque. Aos 77 minutos, contra-ataque rápido do Arões, com André na condução a deixar para Pablo, que deixou para Ismael rematar ao poste.

Pablo e Alírio deram a volta ao resultado
Este lance foi o mote para o mo(nu)mento do jogo que se seguiu. Minuto 78, Zezinho deixou a bola em Pablo, que á entrada da área viu Miguel adiantado e fez um chapéu do outro mundo. Uma execução ao só ao nível dos melhores, a qual Pablo deixou bem patente, empatando o jogo.

Aos 81 minutos, Alírio entrou para o lugar de Ismael e bastaram cinco segundos para o avançado fazer golo, ao corresponder com uma cabeçada a canto de Bruno Cunha. À semelhança de jogos anteriores, contra o Serzedelo e Taipas, o possante atleta aronense voltou a mostrar-se goleador, desta feita com mais influência ao dar a vitória à equipa.

Até final o Arões ainda podia ter aumentado a vantagem, mas também soube defender quando assim foi necessário. Aos 90+4’, gritou-se golo após uma tentativa de chapéu de André, mas o jogo terminaria mesmo com o 2-1. Vitória suada do Arões, que mantém o comboio da frente, com 27 pontos e de forma provisória na liderança do campeonato.

Jogo realizado no Parque Desportivo de Arões.

Árbitro: Andreia Catarina Sousa, auxiliada por Sofia Alexandra Fernandes e Paulo Emanuel Leitão.
ARÕES SC: Miguel, Jorge Miguel, Óscar, Fernando Beijinhos (cap.), Zezinho, Néné, Barbosa (André, 68’), Bruno Cunha, Pablo, Ismael (Alírio, 81’) e Pedro Garcia (Raimundo, 59’). Treinado: Miguel Paredes.

BRITO SC: Miguel (cap.), Sílvio, Fernando, Nuno Ribeiro, Sérgio, Meira (Lipinho, 83’), Faria (Santos, 30’), Ricardo, Miguel Mota, Ricardinho (João, 57’) e Ricardo Cruz. Treinador: André Pereira.

Disciplina – cartões amarelos a: Ricardinho, 16’, Garcia, 20’, Ricardo, 30’, Bruno Cunha, 63’, Miguel (Brito), 71’, André, 72’, Jorge Miguel, 75’, Zezinho, 76’ e Miguel (Arões), 90+4’. Vermelho a: Sílvio, 56’ (direto).

Marcador: João, 63’, Pablo, 78’ e Alírio, 81’.

.

Sem comentários:

Enviar um comentário