domingo, 29 de dezembro de 2013

Declarações após a vitória do Arões no dérbi diante do Pica

Opinião: 
Por: Ricardo Castro
.
No final do encontro, o capitão do Arões, Fernando Beijinhos, destacou a importância da segunda parte aronense para chegar à vitória. Já quanto aos treinadores, Luís Carlos sabia das dificuldades que o Pica iria encontrar e lamentou que a derrota tenha surgido pela grande penalidade. Miguel Paredes salientou as limitações da equipa e do trabalho a que o Pica obrigou para que o Arões conseguisse ganhar.
.
Fernando Beijinhos: “Na segunda parte controlamos o jogo por completo”
.
“O Pica não faz jus à posição onde está no campeonato, porque tem uma equipa bastante boa. Não entramos bem no jogo, o Pica foi acreditando, criou-nos alguns problemas. No fim da primeira parte, começou a aparecer o Arões e na segunda parte controlamos o jogo por completo. Na próxima eliminatória, temos de ser mais agressivos que a última vez que fomos a Celeirós, onde eles foram mais agressivos. Agora é a nossa vez de mostrar a nossa verdadeira garra. Temos equipa para lutar com qualquer adversário e temos de continuar com confiança, pois temos qualidade.”
.
Luís Carlos: “Foi pena perder o jogo naquele lance”
.
“Estávamos à espera de um jogo complicado. Eu disse aos jogadores que o jogo se ia definir em pormenores. Acho que demos boa réplica ao Arões. Apesar de sermos de um campeonato inferior, mostrámos que temos alguma qualidade. Foi pena perder o jogo naquele lance. De onde estou, não vou dizer que é ou não penálti, não consigo ver. Acho que o árbitro exagerou um bocadinho na expulsão. Sabíamos que o Arões era uma equipa forte, tentámos contrariar ao máximo, num jogo sem grandes oportunidades, que se ia resolver num lance daqueles. Caiu para o lado do Arões, como podia ter caído para o nosso, mas agora é levantar a cabeça e pensar no campeonato, onde estamos aquém do que traçamos no início da época. Mas continuamos a confiar no nosso valor. Mas lutar pelos lugares de cima vai ser muito complicado. Mas vamos tentar subir na classificação e fazer o melhor campeonato possível.”
.
Miguel Paredes: “Pela segunda parte que fizemos, fomos justos vencedores”
.
“Sabíamos que ia ser um jogo extremamente difícil. Durante a semana tivemos muitas limitações e tivemos de fazer várias adaptações a nível defensivo. O Zezinho teve de jogar como central e na primeira parte não encontramos os passos que deveríamos ter encontrado. O nosso adversário, como esperávamos, jogou num modelo médio-baixo, a tentar sair rápido para o contra-ataque. Tivemos muita bola mas não soubemos o que fazer com ela. Ao intervalo, alertei os jogadores para procurar determinadas zonas do campo, entrar mais rápido na zona central, para tentar desbloquear o jogo. Cometemos um erro que nos poderia ter saído caro quando o Zezinho cabeceou, a bola vai a entrar e o André em posição de fora-de-jogo não era necessário introduzir a bola na baliza. Na segunda parte, fomos a única equipa a criar situações de golo e penso que é uma vitória justíssima, que prova que temos um bom plantel, estamos a trabalhar para voltar a ficar fortes. Sabíamos que o Pica é uma excelente equipa, é um dos melhores plantéis da Divisão de Honra e não está a fazer um campeonato de acordo com a qualidade dos seus jogadores e que nestes jogos cria sempre dificuldades. Era um jogo definido nos detalhes, mas penso que pela segunda parte que fizemos, fomos justos vencedores.”
.

Sem comentários:

Enviar um comentário