domingo, 22 de dezembro de 2013

Pró-Nacional: CD Celeirós, 1 - Arões SC, 0

Opinião: 
Texto: Ricardo Castro | Fotos: Rui Silva
.
Arões não foi feliz em Celeirós
.
O Arões sofreu a terceira derrota no campeonato na deslocação a Celeirós. A equipa bracarense levou a melhor, com um golo de Cesário aos 80 minutos. Os aronenses somam 34 pontos e terminam o ano no primeiro lugar, partilhado agora com o Santa Eulália, equipa que tem menos um jogo.
.
Miguel Paredes mexeu no onze, colocando Barbosa no lugar de Pablo, que cumpriu castigo, à semelhança de Alírio. O central Óscar, ainda lesionado, não foi opção e os juniores Presunto e Fumega foram convocados para o jogo. A primeira parte jogou-se a um ritmo morno, com poucas oportunidades de golo claras. Muita luta de parte a parte, mas pouca definição nos lances. Perdas de bola sucessivas não permitiam a construção de bons lances.
.
Aos 11 minutos, Cesário cabeceou após passe longo de Nélson Feliz, mas Miguel defendeu facilmente. A equipa da casa dispôs de três cantos consecutivos aos 20 minutos, mas em nada resultaram. O Arões respondeu aos 25 minutos por Ismael, que cabeceou ao lado após cruzamento de Bruno Cunha. Perto da meia hora, num livre favorável ao Arões, Cesário agarrou Jorge Miguel, que tentou o desvio e acabou por cair, mas o lance seguiu sem que nada fosse assinalado. Ao intervalo, mantinha-se de forma justa o nulo.
.
Para a segunda parte, Miguel Paredes lançou André e tirou Kéke, fazendo recuar Pedro Rosita para lateral direito e Jorge Miguel para o centro defensivo. O Arões entrou melhor na segunda parte e aos 47 minutos esteve perto do golo. Pela direita, Raimundo soltou-se do seu marcador, entrou na área e entregou a bola a André, que viu o remate intercetado por um adversário. Até à hora de jogo, o Arões mostrou grande atitude e pouco faltou para o golo.
.
A primeira tentativa do Celeirós na segunda parte surgiu aos 62 minutos. Livre de Salgueiro e cabeçada de Bruno Monsul, mas ao lado. Aos 69 minutos, foi Aderaldo a tentar o golo de cabeça, mas sem sucesso. O Arões reagiu à pressão dos visitados e aos 78 minutos, teve uma das melhores oportunidades de golo. Cruzamento da direita de Ismael e Bruno Cunha surgiu em boa posição na área, mas ao tentar dominar, perdeu posição e a oportunidade de inaugurar o marcador.
.
E se o Arões não marcou, foi o Celeirós quem o fez, aos 80 minutos. Após um cruzamento da esquerda, Cesário apareceu à entrada da área e culminou o lance com um remate certeiro, que ainda bateu no ferro antes de entrar na baliza. O Arões respondeu ao golo sofrido e no minuto seguinte, com alguma confusão na área, André rematou na pequena área, com a bola a sair um tudo-nada por cima. Até ao final, o Arões tentou não sair de Celeirós de mãos a abanar, mas a tarde não foi nada feliz para os fafenses e o resultado não se alterou.
.
Na etapa complementar existiram igualmente dois lances duvidosos, um em cada área, mas o árbitro Gaspar Fernandes nada assinalou. Apesar das sucessivas faltas marcadas, foram poucos os cartões mostrados pelo árbitro.
.
No próximo fim-de-semana, o Arões volta a jogar, desta feita para a Taça AF Braga. Dérbi fafense no reduto do Pica, a contar para a 3.ª Eliminatória. O vencedor do jogo desloca-se, curiosamente, ao reduto do Celeirós, para disputar a eliminatória seguinte.
.
Jogo realizado no Parque Desportivo de Celeirós – O Feliz.
.
Árbitro: Gaspar Fernandes, auxiliado por Tiago Mendes e Hugo Fernandes.
.
CD CELEIRÓS: Malhão, Luisinho, Nélson Feliz, Ruisinho, Figo, Salgueiro (Tiago, 89’), Bruno Monsul, Cesário, Police (Jorge Costa, 88’), Bruno Mota e Batista (Aderaldo, 67’). Treinador: Jorge Macedo.
.
ARÕES SC: Miguel, Jorge Miguel, Kéke (André, 45’), Fernando Beijinhos, Zezinho, Néné (Hugo, 82’), Barbosa, Pedro Rosita, Bruno Cunha, Ismael e Raimundo (Garcia, 74’). Treinador: Miguel Paredes.
.
Disciplina – cartões amarelos a: Bruno Monsul, 41’, Néné, 70’, André, 88’ e Jorge Miguel, 88’.
.
Marcador: Cesário, 80’.
.

Sem comentários:

Enviar um comentário