sábado, 20 de dezembro de 2014

Taça AF Braga: Arões 1-1 S. Cosme , (3-1 a.p.)

Opinião: 
S. Cosme vende caro a passagem à próxima fase

Equipa de Arbitragem: João Viana, Pedro Maia e Bruno Ferreira.

Arões SC: Paulo Jorge; Zézinho “C”; Pedro Rosita; Barbosa (A. A. aos 96 min.); Bruno Cunha; Agostinho; Nandinho (A. aos 25min.); Raimundo (A. A. aos 110 min.) ; Pablo; Nené; Marquinhos. SUPLENTES: João Nunes; André; Zezé; Filipe; Antune, Zé Dias; Presunto. Miguel Paredes (Treinador).

Desp. S. Cosme: Sampaio; Bruno (A. aos 82 min.); Zé Miguel (A. aos 15min.); Carvalho; Carlos; Renato; Pinheiro; Vítor (A. A. aos 118 min.); Luís Filipe;Fernandinho; Zé Tó. SUPLENTES: Cristiano; Kauskas; Vitó (A. aos 99 min.); João Silva; Stephane; Marocas e Ricardo. Paulo Mendes (Treinador).

SUBSTITUIÇÕES:
S. Cosme: Renato por Vitó aos 35 min., Fernandinho por Stephane aos 63 min. e Pinheiro por Marocas aos 75 min.
Arões: Néné por Filipe ao INT., Agostinho por Zézé aos 62 min. e Pedro Rosita por André aos 78 min.


Taça AF Braga: Arões SC 1-1 Desp. de S. Cosme , (3-1, a.p.)
A equipa do Arões Sport Clube defrontou na 3ª eliminatória da Taça da Associação de Futebol de Braga o Desportivo de São Cosme que ocupa neste momento a 10ª  posição da Divisão de Honra, um escalão abaixo da equipa aronense. Os adeptos aronenses só descansaram um pouco quando a equipa de Arões empatou o jogo aos 84 minutos, após um resalto da execução de uma grande penalidade que foi defendida de forma incompleta pelo guardião do São Cosme.

O Arões assumiu desde o inicio do jogo as redeas e a vontade de seguir em frente nesta competição. Foi a equipa que criou mais perigo logo nos minutos iniciais, exemplo disso foi os primeiros dez minutos de jogo com duas oportunidades de perigo, a primeira criada por Agostinho pela direita cruza na tentativa de colocar em Raimundo este não emendou a bola como deveria e de seguida através de Pablo, na execução de um pontapé-livre, cruza para a área do São Cosme com Barbosa a cabecear ao lado.

Os primeiros 30 minutos de jogo mostraram um Arões controlando o jogo mas sem conseguir concretizar apesar do São Cosme jogar até aos 30 minutos da primeira parte no seu meio campo.
Aos 35 minutos de jogo o São Cosme vê se forçado a fazer uma substituição saíndo Renato entrando em jogo Vitó, acabando este por estar na origem do golo dos forasteiros, na cobrança de um livre o S. Cosme coloca a bola junto à entrada da grande área do Arões, sobrando a bola para Vitó que acabado de entrar na partida penteou a bola para o golo de Carlos que dentro de area domina a bola e sozinho perante Paulo Jorge finaliza sem hipoteses para o guardião aronense.

A perder ao intervalo, Miguel Paredes decide mexer na equipa retirando Néné e colocando em campo Filipe. Com o Arões a procurar o golo que permitisse pelo menos prolongar o jogo para o prolongamento o guardião do S. Cosme, Sampaio, foi a grande figura do jogo evitando consecutivamente a bola de entrar na baliza do Arões por diversas ocasiões, o Arões dispôs de cerca de duas dezenas de cantos na totalidade do jogo estatísticas que traduziam a superioridade que o Arões imponha no jogo, pecando diversas vezes na hora da finalização.

Na segunda parte o Arões beneficou do facto de jogar a favor do sol, algo que a equipa aronense ia aproveitando apesar de a grande parte das bolas colocadas na àrea do São Cosme, encontrarem uma “parede” chamada Sampaio, que ora socava para a frente ora desviava para canto.

Já com Zézé em campo o Arões dispôs de uma grande oportunidade para empatar a partida mas sem sucesso. Com a vantagem no marcador o São Cosme começou a retardar os recomeços de jogo e o seu treinador sentindo-se perto de alcançar um grande feito não parou um segundo provocando mesmo os inconformados adeptos da casa com o resultado até ao empate.

O golo da igualdade e que levou o jogo para o prolongamento, aconteceu aos 84 min., após a execução de uma grande penalidade. Apesar do penalty ter sido defendida por “São Paio”, o guarda-redes do S. Cosme não segurou a bola rematada por Zézé e soltando a mesma para a frente onde apareceu Barbosa para encostar na recarga colocando os adeptos do Arões em extase.
O jogo teve ainda 5 minutos de descontos que acabariam por não ser suficientes para desfazer o empate que o resultado apresentava acabando por continuar a partida no tempo extra e após o resultado final de 1-1, aos 90 minutos.

 O golo que acabaria por ajudar a construir a vitória do Arões nasceu de uma grande jogada individual de Zézé que dentro da area do São Cosme driblou dois adversários colocando a bola em Filipe que deu o toque final para o golo e delírio dos adeptos aronenses.
O prolongamento trouxe ainda outro golo para os de Arões que através de Bruno Cunha abriu caminho pela direita para oferecer o golo a Pablo, selando assim a passagem à proxima fase.

Nota ainda para as 3 expulsões nos 30 minutos de prolongamento de jogo, duas para o Arões por acumulação de Amarelos e 1 para o S. Cosme também após acumulação, situação de jogo que colocou por um período a equipa de Arões a jogar com menos dois jogadores quando ganhava por uma bola de diferença no prolongamento.




O Arões passou assim à 4ª ronda da Taça da AF Braga, aguardando agora o sorteio para saber quem será o seu próximo opositor, recorde-se que o Arões foi finalista vencido desta prova à duas épocas atrás.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Agenda desportiva de fim-de-semana

Opinião: 
.
Campeonato de Futebol Popular - 7.ª Jornada:
.
Agrupamento de Santa Cristina - SR Cepanense | sábado, 20 de dezembro, 15h00 | Campo de Jogos Arões Santa Cristina

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Assembleia de Freguesia - Arões S. Romão

Opinião: 

Fonte: Junta de Freguesia Arões São Romão

ASSEMBLEIA DE FREGUESIA

Ao abrigo do disposto n.º 1 do art.13 da Lei 75/2013, de 12/09,  foi convocada pelo Presidente da Mesa da Assembleia de Freguesia (Vítor António Oliveira Castro), uma reunião ordinária deste orgão a decorrer no próximo dia 17de dezembro, pelas 21.00 horas, na Sede da Junta de Freguesia, com a seguinte:

ORDEM DE TRABALHOS

        1.     ANTES DA ORDEM DO DIA

        2. ORDEM DO DIA

2.1. Apreciação da informação escrita da Sr.ª Presidente da Junta acerca da atividade da Freguesia;

2.2. Apreciação e votação do Contrato Interadministrativo de Delegação de Competências com a Câmara Municipal de Fafe e a Junta de Freguesia, no âmbito da Ação Social;

2.3. Apreciação e votação da minuta de Acordo de Execução a celebrar entre Câmara Municipal de Fafe e a Junta de Freguesia, no âmbito de assegurar limpeza das vias e espaços públicos;

2.4. Apreciação e deliberação do Mapa de Pessoal de 2015;

2.5. Apreciação e deliberação relativa às Grandes Opções do Plano e Orçamento para o ano de 2015.

 

Nota: no caso de não ser concluída a ordem de trabalhos no designado dia 17 de dezembro, a Assembleia de Freguesia continuará em reunião no dia 18 de dezembro, pelas 21.00 horas até à conclusão da matéria agendada.

Junta de Freguesia Arões S. Romão

Opinião: 

OBRAS DE SANEAMENTO

Fonte Junta de Freguesia.

Terá lugar na próxima quarta feira, dia 17, às 11h30,  na Junta de Freguesia de Arões São Romão a assinatura do auto consignação de obras de saneamento entre a Câmara Municipal e a empresa Águas do Noroeste, estando prevista a presença dos presidente das duas instituições.

Trata-se de uma parceria pública que permitirá realizar no concelho de Fafe um investimento na ordem dos 4 milhões de euros, dos quais 1 milhão será materializado em obras a partir de 2015.

Atendendo à importância do assunto em causa, gostaríamos de convidar todos os interessados a estar presentes.

Juniores: Arões SC, 6 - Cabeceirense, 0

Opinião: 
Texto e foto: Ricardo Castro
.
Hat-trick de Morais na melhor vitória da época
.
- Arões já leva 12 pontos de vantagem sobre o segundo
.
Desta feita, foi chapa seis. Sem resposta. Os juniores do Arões golearam o Cabeceirense em casa e são cada vez mais líderes do campeonato, ao fim de 11 jornadas. A equipa orientada por Miguel Castro assinou o melhor resultado oficial desta época, perante uma equipa que, após duas derrotas, somava seis vitórias seguidas. Em 11 jogos, o mesmo número de vitórias. Registo histórico dos aronenses.
.
Desde cedo, o Arões assumiu o jogo. No primeiro minuto, uma boa combinação pelo lado esquerdo, Roberto deixou os adversários para trás e só uma boa ‘mancha’ do guarda-redes evitou o primeiro golo. O Cabeceirense equilibrou o jogo, ganhando alguns lances no meio campo ofensivo e tentando sempre lançar os seus homens da frente em lançamentos longos para as costas da defensiva aronense.
.
Aos 26 minutos, o primeiro golo. Livre na esquerda batido por Morais, o guarda-redes afastou para o flanco direito a bola sobrou para Filipe, que com um bom cruzamento assistiu JP. O central, com um desvio subtil, colocou a bola fora do alcance do guardião.
.
O Cabeceirense ia ganhando alguns livres que podiam levar perigo. Mas neste capitulo a organização defensiva aronense sacudiu a pressão. O Arões, por sua vez, tentou aumentar a vantagem. Rui esteve perto por duas vezes, mas só à terceira deu golo. Aos 30 minutos, lançado na frente, o ponta de lança, na cara do guarda-redes, finalizou para o 2-0.
.
Já quase ao cair da primeira parte, o terceiro golo. Recuperação de Luís Carlos no lado direito e bola em Moais, que com um remate em arco de pé esquerdo, aumentou a vantagem. Lance vistoso e de qualidade do jogador do Arões.
.
Morais esteve em destaque
na goleada aronense
Após o descanso, o Arões começou da melhor maneira a segunda parte, talvez com o lance do jogo. Aos 47 minutos, Morais recuperou a bola no meio campo adversário, tirou um defesa do caminho e fez uma ‘chapelada’ à saída do guarda-redes. Pura inspiração do esquerdino, que bisou no encontro.
À hora de jogo, Marcos entrou para o lugar de Luís Carlos e Alves estreou-se na equipa, ocupando o lugar de Roberto. Em desvantagem, o Cabeceirense procurou reduzir e esteve perto de o fazer por várias vezes, mas Rui Pedro esteve seguro na baliza.
.
Aos 72 minutos, inspiração, hat-trick e a mão cheia de golos no jogo. Marcos desmarcou Morais e este, pelo lado esquerdo, driblou dois adversários, olhou para a baliza e rematou colocado. O auge de uma tarde para recordar.
.
Já perto do apito final, Pizarro combinou com Jorge e lançou em profundidade Cardoso, que após se libertar do seu opositor cruzou para Rui desviar para o sexto e último golo.
.
O Arões soma os 33 pontos possíveis neste campeonato e já leva 12 de vantagem sobre o Polvoreira, segundo classificado. Na próxima jornada, a equipa de Miguel Castro tem uma difícil deslocação ao reduto do Torcatense, 4.º classificado com 19 pontos e menos um jogo que a equipa fafense.
.

sábado, 13 de dezembro de 2014

Pró-Nacional: Terras de Bouro, 0 - Arões SC, 0

Opinião: 
Terras de Bouro e Arões anulam-se: Zero-zero.

Ficha de jogo:

ÁRBITROS: Arnaldo Lima; Filipe Araújo e Ricardo Antunes.

A.D. Terras de Bouro: Simão; Rato (A. aos 91min.); Martinho; Bispo (A. aos 91min.); Zé Pedro; Police; Pintas; Xiço; Luís Salgueiro; Branca; Luisinho. SUPLENTES: Mico; André; Tita; Rui Costa; Lazaro; Jeremy; Piloto. João Salgueiro (Treinador)

Arôes SC: João Nunes; André; Zezé; Nandinho; Agostinho; Pablo; Rampa (A. aos 92min.); Gustinho; Nené (A. aos 85min.); Marquinhos; Zézinho “C”. SUPLENTES: Paulo Jorge; Pedro Rosita; Barbosa; Bruno Cunha; Filipe (A. aos 87 min.).; Raimundo; Rafael. Miguel Paredes (Treinador).

SUBSTITUIÇÕES:

Arões SC: André por Filipe aos 60 min., Pablo por Barbosa aos 75 min., e Agostinho por Bruno Cunha aos 75 min.

AD Terras de Bouro: Pintas por Jeremy aos 63 min. e Xiço por Piloto aos 75 min.



O Arões deslocou-se a Terras de Bouro para fechar a primeira volta do seu campeonato e o resultado traduziu o equilíbrio que ambos os planteis apresentavam um nulo para ambas as partes. O resultado demonstrou a solidez defensiva do Terras de Bouro que em 17 jogos apenas sofreu 10 golos.

Para este jogo o Arões teve uma baixa na sua equipa habitual, Fernando Beijinhos, o defesa ficou ausente da convocatória por lesão, não podendo dar o seu contributo a equipa neste desafio.

A primeira ocasião de perigo do jogo surgiu aos 4 minutos de jogo e para o Arões, num livre no flanco esquerdo, Gustinho coloca a bola na entrada da área e no ressalto Marquinhos ainda tentou a sorte mas acabou por bater forte por cima da baliza. De seguida Gustinho novamente, num cruzamento desta feita pela direita, esperando a entrada de Pablo mas Simão atento defendeu o esférico.

Na sequencia de dois cantos aos 15 e 17 minutos o Terras de Bouro tentou colocar algum perigo na área aronense mas João impôs-se na baliza.

O Arões através de André, ao minuto 20, rematou forte mas ao lado e ao minuto 30, o mesmo jogador num remate de primeira, mas mais uma vez a bola não foi encaminhada da melhor forma para a baliza adversária. Aos 37 minutos novamente André após cruzamento de Zézinho colocou a bola na figura do guarda-redes.

Quando faltavam pouco mais de 2 minutos para o final da primeira parte o Terras de Bouro esteve perto de abrir o marcador, num lance caricato através de Martinho que num ressalto de bola do meio-campo bateu o esférico para a frente terminando mesmo a sua trajectória na barra do Arões.

Ao intervalo o resultado traduzia na perfeição um jogo bastante disputado ao meio-campo com ambas as equipas a fazerem pouco para chegar perto do golo.

Foi de Pablo que surgiu a primeira grande oportunidade da 2ª parte com este a rematar à entrada da área para uma grande defesa do guarda-redes da casa para canto, na sequencia do canto Rampa de cabeça viu a bola ser aliviada em cima da linha por um defesa que aliviou prontamente a bola para fora da área.

Aos 55 minutos foi a vez do Terras de Bouro através de um pontapé livre criar perigo na área aronense. Outra vez de livre perto da área Police colocou João Nunes em sentido que teve de sacudir com os punhos.

Através de bolas paradas o Terras de Bouro criou oportunidades perto da baliza aronense que João foi conseguindo controlar para desespero da equipa da casa.

Os 3 minutos de descontos dados no final da partida permitiram ainda a ambas as equipas criarem oportunidades que foram infortunas. O encontro acabou com o mesmo resultado que se iniciou zero-zero. Nota positiva para o trabalho da equipa de arbitragem que no final da partida foi bastante elogiada pelos membros de ambas as equipas.

No próximo sábado o Arões jogará em casa contra a equipa do Desportivo de S. Cosme, num jogo a contar para a 3ª Eliminatória da Taça da Associação de Futebol de Braga.

domingo, 7 de dezembro de 2014

Juniores: Arco de Baúlhe, 1 - Arões SC, 2

Opinião: 
Texto e foto (arquivo): Ricardo Castro
.
Rui Pedro e um (M)arco histórico para a décima vitória
.
- Treinador Miguel Castro e Miki foram expulsos
.
Os Juniores do Arões continuam firmes na liderança do campeonato. A equipa de Miguel Castro venceu no reduto do Arco de Baúlhe por duas bolas a uma, em jogo da 10.ª jornada da Série D da 1.ª Divisão Distrital.
.
A formação da casa adiantou-se no marcador aos cinco minutos de jogo. O Arões chegou ao empate na sequência de uma jogada coletiva. O central JP descobriu Marco na esquerda. Em velocidade, o lateral aronense ganhou espaço na esquerda e rematou forte e cruzado para o fundo da baliza.
.
Ainda no primeiro tempo, os forasteiros completaram a reviravolta. Rui Pedro aproveitou um lance mal aliviado pela equipa do Arco e rematou forte, contando com um desvio subtil da bola num adversário, antes de entrar na baliza.
.
Na segunda parte, o Arco de Baúlhe carregou em busca do empate e a disputa intensa pela bola levou a uma maior acção do árbitro na marcação de faltas. O Arões aguentou a pressão ofensiva do adversário e contou com uma tarde inspirada de Rui Pedro. Por várias vezes, o guardião aronense evitou o empate com boas defesas.
.
Aos 80 minutos, Miki viu o cartão vermelho numa disputa de bola a meio campo. A acção disciplinar, vista como exagerada, originou muitos protestos da equipa visitante. Na sequência, também o treinador Miguel Castro viu ser-lhe dada a ordem de expulsão pela árbitra fafense Cátia Leitão.
.
Até final, os aronenses seguraram a vantagem e somam agora 30 pontos, fruto de dez vitórias em dez jogos. Na próxima jornada, o Arões recebe o Cabeceirense, 4.º classificado com 18 pontos e menos dois jogos realizados.
.

sábado, 6 de dezembro de 2014

Arões SC, 3 - CD Celeirós, 0 (os treinadores)

Opinião: 
Miguel Paredes, treinador do Arões:
.
“Criámos bastantes situações de golo na primeira parte. Fruto de alguma ansiedade mantivemos o jogo demasiado tempo aberto. Deveríamos ter feito o golo mais cedo, de forma a torna o jogo mais fácil.”

“Temos tido grandes oscilações no nosso rendimento e o primeiro golo libertou-nos um bocadinho. Depois na segunda parte, quando estávamos algo intranquilos, o segundo golo deu a tranquilidade que necessitávamos.

“O nosso adversário podia ter feito o empate, que na altura era tremendamente injusto.”

“Tivemos uma conversa muito grande durante esta semana, os jogadores precisam de perceber que acima de tudo têm de ser agressivos, têm de jogar sempre no limite.”

“Temos mais dois jogos antes da paragem de fim de ano e queremos retomar o caminho que já tivemos muitas vezes.”

“Mesmo com esta irregularidade, temos andando nos lugares de cima, mas podíamos estar mais. Se pensarmos que está tudo feito, é um erro. Temos de perceber que temos obrigação de render e jogar mais. Se assim for, vamos andar nos lugares ainda mais acima.”
.
Amadeu Rosas, treinador do Celeirós: 

“Pedi aos jogadores que aguentassem o 0-0 o mais tempo possível, para enervar um bocadinho o Arões, que é uma das boas equipas deste campeonato.”

“Cometemos alguns erros que custaram caro. O Arões ganhou bem e é um dos candidatos à subida.”
“O objetivo do Celeirós é a manutenção. Lógico que temos tido uma série de derrotas e estamos a ficar cada vez mais no fim da tabela.”

“Não está a ser fácil, mas vamos analisar, trabalhar e acreditar que isto melhore.”
.

Pró-Nacional: Arões SC, 3 - CD Celeirós, 0

Opinião: 
.
Texto e fotos: Ricardo Castro
.
Pablo deu tranquilidade ao triunfo 
.
- Beijinhos desfez o nulo e o brasileiro bisou
.
Regresso a casa, mais uma vitória. O Arões bateu o Celeirós por três bolas a zero e volta a pressionar os mais diretos adversários na luta pelos primeiros lugares. O capitão Fernando Beijinhos abriu o marcador e Pablo aumentou os números, num jogo a contar para a 16.ª jornada da Pró-Nacional.

Os primeiros minutos foram uma imagem do clima. Frios, sem grandes oportunidades de golo. O primeiro remate a uma das balizas foi de Marco Lima, aos 11 minutos. João Nunes defendeu sem problemas.

Com o passar dos minutos, o sol mostrou-se. E o Arões também. Aos 16 minutos, a primeira oportunidade. E em dose dupla. Gustinho rematou à trave e logo a seguir, Zezé recebeu o cruzamento de Filipe, mas viu a defensiva do Celeirós tirar o golo na pequena área. Aos 25 minutos, substituições forçadas em ambas as equipas. Gustinho saiu tocado de um lance com Ruizinho e Barbosa entrou para o seu lugar. No Celeirós, Abiodun saiu e Perry saltou para jogo.

Pablo festeja o segundo golo do Arões
À meia hora, mais do mesmo. Uma investida, com duas ocasiões de golo. Filipe recebeu na área, rematou cruzado e Diogo socou a bola. Na insistência, Marquinhos viu o remate desviado para canto, do qual nada resultou. Filipe dispôs de semelhante ocasião aos 38 minutos. Mas Diogo voltou a ‘fechar’ a baliza.

O Arões mostrou-se mais ofensivo e o golo chegou aos 40 minutos. Livre de Pablo, sapatada de Diogo a defender, mas a bola ficou junto à pequena área e no meio da confusão, Fernando Beijinhos desviou como pôde e a bola acabou no fundo da baliza. O capitão imperou, deu a vantagem ao Arões e o intervalo chegaria sem mais alteração no marcador.

Para a segunda parte, os mesmos protagonistas. Porém, um jogo mais pobre nos primeiros minutos, com falta de ímpeto ofensivo de parte a parte. O Arões chegava mais à baliza contrária, mas sem precisão no último passe. Aos 67 minutos, um alívio no meio campo defensivo do Celeirós quase dava golo. A bola passou por toda a gente e Marco Lima surgiu perante João Nunes, mas o remate saiu ao lado. Sério aviso.

Na resposta, a eficácia. Passe de Zezé da direita para o meio e Pablo recebeu a bola onde mais gosta. Com espaço e em posição frontal à baliza, um remate colocado de pé esquerdo. Na baliza, Diogo ficou mal. O remate foi brilhante, mas o sol também foi. E traiu o nº 12 dos bracarenses.

Amadeu Rosas já tinha esgotado as substituições e a tarefa complicava-se. Miguel Paredes ainda pôde lançar Agostinho e Raimundo, para as saídas de Filipe e Zezé. Pelo meio, Serrinha acertou com a baliza. Mas João Nunes não precisou de muito para manter a ‘folha’ limpa.

Aos 87 minutos, o fecho das contas. Jogada de Marquinhos da direita, Pablo voltou a receber a bola à entrada da área em posição frontal e rematou colocado, junto à relva. Diogo esticou-se, mas não evitou novo golo do brasileiro.

A uma jornada do fecho da primeira volta, o Arões soma 27 pontos. São oito vitórias, três empates e cinco derrotas. O próximo jogo dita a deslocação ao reduto do Terras de Bouro.

Jogo realizado no Parque Desportivo Centro para a Formação e Juventude de Arões.

Árbitro: Miguel Ângelo Silva, auxiliado por Jorge Fernandes e Jorge Pinheiro.

ARÕES SC: João Nunes, Marquinhos, Fernando Beijinhos (cap.), Rui Rampa, Pedro Rosita, Nené, Gustinho (Barbosa, 25’), André Sampaio, Pablo, Filipe (Agostinho, 72’) e Zezé (Raimundo, 81’). Treinador: Miguel Paredes.

CD CELEIRÓS: Diogo, Júlio, Nélson Feliz (cap.), Daniel, Figo, Ruizinho, Tiago Silva (Rui Ribeiro, 68’), Luizinho (Serrinha, 68’), Airosa, Abiodun (Perry, 25’) e Marco Lima. Treinador: Amadeu Rosas.

Disciplina – cartões amarelos: Figo, 43’, Marco Lima, 45’, Nélson Feliz, 78’ e Airosa, 83’.

Marcador: Fernando Beijinhos, 40’, Pablo, 70’ e 87’.

Infantis: Arões (A), 2 - Vizela, 5

Opinião: 
Jogo com início às 9:30h.
Vizela 1-0 aos 10 min.
Vizela 2-0 aos 12 min.
Vizela 3-0 aos 12 min.
5-0 ganha o Vizela aos 22min
1-5 marcou o Arões por Joel de livre directo. Acaba a 1. Parte.
INTERVALO
Faltam 5min. Para o fim do jogo resultado igual ao intervalo.
2-5 Joel de livre marca outra vez!

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Agenda desportiva de fim-de-semana

Opinião: 
.
Futebol Popular - FFPN - 3.ª Jornada - 1.ª Fase
.
AD Tarrio - Agrupamento Santa Cristina | sábado, 6 de dezembro, 15h00, em Refojos, Santo Tirso
.

“A Magia do Natal”: Iniciativa foi um sucesso para o Centro Social Aronense.

Opinião: 
Fotos: Centro Social de Arões.

Realizou-se na última sexta-feira à noite, no Multiusos de Fafe, pelo Centro Social de Arões o espectáculo solidário intitulado “A Magia do Natal” que foi um êxito.

A iniciativa teve como objectivo a angariação de fundos com o intuito de melhorar as infraestruturas da Quinta da Arrochela, cujo cultivo se destina ao auto-consumo pela cozinha da instituição. A referida Quinta, localizada nas traseiras do Lar Cónego Valdemar Gonçalves em Arões São Romnão, é já cultivada há uns anos no âmbito de uma estratégia de sustentabilidade para o Centro, mas neste momento a instituição pretende alargar o âmbito do projecto instalando um pomar, um sistema de rega automática e gota-a-gota e adquirindo um pequeno tractor para automatizar a manutenção desse espaço.

Esta iniciativa realizada na última semana nas palavras de Patrícia Fernandes, a Directora Técnica do Centro Social da Paróquia de S. Romão de Arões, “Só foi possível graças à enorme generosidade e apoio de todos os grupos que amavelmente aceitaram o convite para participar, assim como de inúmeros particulares que voluntariamente cederam o seu tempo, conhecimentos e equipamentos para tornarem possível este espectáculo”

Além das receitas de bilheteira, esteva ainda patente uma pequena venda de Natal com artesanato, doces regionais, compotas, licores, bolachas e marshmallows decorados.

Paralelamente, foi levada a cabo durante o espectáculo uma acção de apadrinhamento de árvores fruteiras, em que o público teve oportunidade de, por 5€, adquirir a favor do Centro Social uma árvore de fruto à sua escolha, árvores estas que irão ser agora plantadas na Quinta da Arrochela e que poderão ser acompanhadas pelos respectivos padrinhos.

Segundo a directora, Patrícia Fernandes, os resultados obtidos com a iniciativa excederam todas as expectativas da Instituição que se congratulou com a enorme afluência dos fafenses (mais de 1500 bilhetes vendidos), tendo ainda sido apadrinhadas 48 árvores e esgotado todos os licores, bolachas, doces cobertos, marshmallows e vendido bastantes compotas e artesanato. Numa análise preliminar, a Instituição estima ter angariado com este evento cerca de 3000 euros.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Infantis: equipa A do Arões goleia no dérbi fafense

Opinião: 
Texto: Ricardo Castro
.
Vitória de mão cheia na Pica
.
- Bruno Diogo e Joel bisaram
.
A equipa A de Infantis do Arões venceu o dérbi fafense na Pica, por cinco bolas a zero, em jogo a contar para a 5.ª jornada da Série K do distrital da AF Braga.
.
Bruno Diogo e Joel bisaram, num encontro em que André também fez o gosto ao pé, marcando um dos cinco golos da formação aronense.
.
Com esta vitória, o Arões segue no quarto lugar, com sete pontos em quatro jogos realizados. Na próxima jornada, a formação aronense recebe uma das equipas que forma o trio da frente com 12 pontos, o Vizela.
.
Na dianteira do campeonato seguem também o Antime e o Torcatense, sendo que a formação vimaranense, a par do Vizela, tem mais um jogo realizado que o Arões.
.
Consulte a classificação AQUI
.

domingo, 30 de novembro de 2014

Pró-Nacional: Celoricense 2-0 Arões

Opinião: 
Imagem: Rui Silva

Aronenses escorregam em terras de Basto

O Arões Sport Clube deslocou-se este domingo ao concelho de Celorico de Basto para disputar contra o Clube Desportivo Celoricense a 15ª jornada do escalão máximo do futebol distrital de Braga e o resultado não foi certamente ao encontro das expectativas da equipa de Arões.

A equipa de Celorico era à partida para esta jornada uma das “lanternas vermelhas” desta divisão e por sua vez o Arões era uma das equipas que ocupava os lugares dianteiros, mas isso não foi sinónimo de superioridade por parte da equipa de Fafe no decorrer do jogo.

Nos minutos iniciais a equipa de Celorico fez do pontapé directo para o meio-campo do Arões o seu jogo, enquanto que o Arões tentou trabalhar mais a bola entre si, apoiando-se de toda a equipa para atacar e sem resultados concretos.

Os cantos que a equipa de Arões dispôs nos primeiros 10 minutos não resultaram em perigo para a baliza do Celorico.

Aos 22 minutos, saiu dos pés de Marquinhos e Filipe a jogada mais perigosa para o Arões, com este último a rematar a bola passando perto do poste do Celorico. Passados cerca de 5 minutos o Celorico respondeu com uma grande oportunidade para inaugurar o marcador por intermédio de Tiago após cruzamento de Andrézinho.

O golo inaugural da partida aconteceu aos 38 min. após a cobrança de um livre por Mauro apareceu de cabeça Neto para marcar o primeiro do Celoricense.

Gustinho perto do final da primeira parte teve uma excelente oportunidade após a execução de um livre por Filipe, mas não deu a melhor direção à bola. Acabando o resultado ao intervalo por ser a vantagem dos da casa pela diferença mínima.

O Arões entrou com todo o gás na segunda parte mais concretamente nos dez primeiros minutos, imagem disso foi uma jogada individual de Zézé driblando um adversário e fazendo um remate que bateu com estrondo num adversário e no qual a equipa de Arões reclamou de uma grande penalidade, sem sucesso. E nem os consecutivos cantos que ia alcançando conseguiram criar perigo na área do Celorico.

A sorte sorriu à equipa da casa quando Rui Miguel ganhou uma série de ressaltos e acabando por surgir isolado para fazer o segundo golo da partida, deixando o Arões numa posição delicada para as suas aspirações neste jogo aos 60 minutos.

O técnico Miguel Paredes prontamente tratou de mexer na equipa com uma dupla substituição entrando André e Pablo e saindo Barbosa e Gustinho.

Beijinhos ainda marcou mas de forma irregular
Após o segundo golo o Arões não consegui mais criar oportunidades claras de golo sendo mesmo o guardião aronense, João Nunes, obrigado a fazer uma grande defesa aos 74 min. para evitar o terceiro após remate de Couto.

Nos 5 minutos de prolongamento da segunda parte o Arões ainda acabou por introduzir a bola no interior da baliza do Celorico mas a equipa de arbitragem prontamente sancionou o defesa central aronense, Fernando Beijinhos, com o cartão amarelo por este introduzir a bola na baliza com a mão.

O Arões que vinha de uma vitória casarei sofre em Celorico a 5 derrota, num somatório de 7 vitórias e 3 empates ocupando ao final da 15ª jornada a 5ª posição na tabela. Na próxima jornada os aronenses irão receber em casa o Celeirós.

Ficha de jogo:

ÁRBITROS: José Ribeiro; Bruno Leite e Ricardo Antunes.

C.D. Celoricense: Bruno; Pepe; Neto (A. aos 39min.) ; Cerqueira; Rui Miguel; Jorginho; Tiago; Mauro; Andrézinho; Ricardo; Dioguinho “C” (A. aos 93min.). SUPLENTES: André; Couto; Diogo Santos; Oliveira; Carvalho; Joãozinho e Rafael (A. aos 76min.). EQUIPA TÉCNICA: Filipe Mesquita (Treinador); Álvaro Mesquita (Delegado); Filipe Pereira (Tr. Adj.) e Pedro Pinto (Fisioterapeuta).

Arôes SC: João Nunes; F. Beijinhos”C” (A. aos 92min.); Barbosa; Zezé; Bruno Cunha; Filipe; Agostinho; Rampa; Gustinho (A. aos 55min.); Nené (A. aos 15min.); Marquinhos (A aos 78min.). SUPLENTES: Paulo Jorge; André; óscar; Pedro Rosita; Nandinho; Raimundo e Pablo (A. aos 64min.). EQUIPA TÉCNICA: Miguel Paredes (Treinador); Ricardo Cunha (Tr. Adj.); Luís Mário (Massagista) e Vítor Castro (Delegado).

______________________________

SUBSTITUIÇÕES:

Arões: Barbosa por André aos 60 min., Gustinho por Pablo aos 60 min., e Rampo por Raimundo aos 67 min.

Celoricense: Rui Miguel por Carvalho aos 64 min., Tiago por Couto aos 70 min. e Mauro por Rafael aos 75min.

Legenda: C (Capitão); A (Amarelo)

sábado, 29 de novembro de 2014

Juniores: Arões SC, 2 - Ponte, 1

Opinião: 
Texto e foto (arquivo): Ricardo Castro

Uma ponte para a liderança

- Arões já ultrapassou a pontuação da época passada

Os Juniores do Arões continuam a sua caminhada no campeonato de forma triunfante. Ao nono jogo, o mesmo número de vitórias. Desta feita, a equipa de Miguel Castro recebeu e venceu o Ponte, por duas bolas a uma.

Os aronenses começaram a todo o gás. Aos três minutos, Jorge aproveitou um mau alívio da defensiva do Ponte, ganhou na velocidade e perante o guarda-redes rematou de pé esquero para o primeiro da partida.

A equipa visitante reagiu com uma transição rápida, mas Miki evitou bem um remate perigoso. Na resposta, de novo a eficácia. Combinação entre Marco e Morais na direita e cruzamento rasteiro para a área, onde surgiu Miki a encostar para o 2-0. Em dez minutos de jogo, os aronenses construíam uma vantagem preciosa.

O Arões podia ter aumentado a vantagem pouco depois. Morais tirou dois adversários do caminho e assistiu Jorge. O extremo driblou um jogador contrário, mas perante o guarda-redes rematou rasteiro ao poste.

À passagem da meia hora, o Ponte conseguiu reduzir a desvantagem ainda na primeira parte. Má interceção da defensiva aronense, que permitiu a um jogador visitante isolar-se e bater Rui. Até ao intervalo, o Arões podia ter aumentado a vantagem, mas Jorge, Morais e Miki não conseguiram a melhor finalização.

Na segunda parte, o Arões tentou controlar a vantagem. Sem grandes oportunidades de golo de parte a parte, o Ponte foi acreditando que seria possível chegar ao empate. Os lances de bola parada foram a grande arma dos vimaranenses, mas o resultado não mais se alterou.

A equipa de Miguel Castro segue 100% vitoriosa no campeonato e uma coisa é certa. Aconteça o que acontecer, esta já é uma prestação superior à da época passada. Os 26 pontos em outros tantos jogos de 2013/2014 já foram ultrapassados pelos atuais 27 que dão, para já, a liderança isolada à equipa fafense. Na 10ª jornada, o Arões joga fora, diante do Arco de Baúlhe.

O Arões jogou com: Rui Pedro, Marco, Filipe, JP, Carlos, Pizzi, Morais, Barros (Roberto, 65’), Miki, Jorge (Baleu, 85’) e Rui Pedro (Joca, 78’). Treinador: Miguel Castro.

Infantis: Arões B 5-5 Vizela

Opinião: 

10 min. Auto golo Vizela. 1-0 ganha o Arões. Vizela empata aos 18 min.Lucas 2-1 aos 26min. Aos 29min 2-2 Vizela.Tudo empatado no final da primeira parte.

Em dois minutos Arões marca dois golos por intermédio de Hugo e Jorge respectivamente. Arões ganha 4-2 aos 6 minutos da 2. parte.
4_3 reduz, Vizela passados 10 minutos da segunda parte. Vizela empata passado 13 min da segunda parte 4-4. Golo Arões de livre directo 5-4 Lucas. Também de livre o Vizela empata 5-5.
Final do jogo: 5-5.

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Agenda desportiva de fim-de-semana

Opinião: 
.
Futebol Popular - Campeonato:
.
Agrupamento Sta. Cristina - Fontarcada/Oliveira | sábado, 29 de novembro, 15h00 | Campo de Jogos Arões Santa Cristina
.

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Juniores: Celoricense, 1 - Arões SC, 4

Opinião: 
Redação | Foto (arquivo): Ricardo Castro
.
Vitória conseguida em inferioridade numérica
.
Os Júniores do Arões permanecem invencíveis no campeonato, ao alcançarem a oitava vitória em outros tantos jogos do campeonato. Desta feita, triunfo em Celorico de Basto por quatro bolas a uma.
.
Numa primeira parte equilibrada, Morais desfez o nulo no marcador através da marcação de uma grande penalidade, a castigar falta sobre o esquerdino Jorge. Ao intervalo, o marcador era favorável ao Arões, pela margem mínima.

O Celoricense entrou para a segunda parte disposto a chegar a igualdade e aos 55 minutos chegou mesmo ao golo. Um belo cabeceamento após cruzamento da direita do ataque. Cinco minutos depois, uma contrariedade para a turma aronense, com a expulsão de Rui Marinho.
.
Seguiram-se cerca de cinco minutos onde o Celoricense tentou tirar vantagem da superioridade numérica. Numa boa ocasião para os de Basto, o guarda-redes Rui fez uma grande defesa a um remate que levava selo de golo.
.
A partir deste momento e mesmo em inferioridade numérica, o Arões assumiu as despesas do jogo e o recém-entrado Lisuarte, numa jogada de insistência na área adversária faz o 2-1, numa recarga a um remate efetuado pelo próprio.
.
O Arões passou a gerir o ritmo do  jogo e na sequência de um canto curto, Morais, com grande classe, ultrapassa dois adversários e coloca a bola no fundo das redes. A equipa de Miguel Castro não baixava a guarda e na sequência de uma bela jogada coletiva pela direita, o cruzamento encontrou Miki e o avançado, após dominar a bola, tirou um adversário do caminho e rematou forte para o fundo das redes, fechando a contagem no marcador.
.
Uma importante vitória alcançada com mérito pelos juniores do Arões, num jogo diante de um adversário complicado, que tem sempre das melhores equipas do campeonato. O espírito de vitória e sacrifício esteve na base de mais três pontos alcançados.
.
O Arões jogou com: Rui, Marcos (Lisuarte 75), Filipe, JP, Rui Marinho, Pizzi, Barros (Luís Carlos, 65) Morais, Miki, Jorge, Rui Pedro (Vítor, 80). Treinador: Miguel Castro.
.

sábado, 22 de novembro de 2014

Pró-Nacional: Arões SC, 3 - AD Ninense, 0

Opinião: 
Texto e fotos: Rui Silva
.
Valeu a eficácia aronense
.
Jogo grande da jornada que levou muito adepto ao Parque Desportivo do CFJ de Arões. As duas equipas vinham ambas de um resultado negativo e com um ponto a separar os Fafense dos famalicenses esperava-se uma bela partida futebol.

Entrou bem melhor o Arões no jogo, mais aguerrido mais pressionante, e logo aos 9 minutos, Gustinho teve uma excelente oportunidade, surgindo na pequena área a rematar para defesa de recurso de André.

A circulação de bola na tentativa de encontrar o caminho do golo, perante um Ninense mais expectante, criou algumas oportunidades para o Arões inaugurar o marcador. Também na sequência de um livre apontado por Bruno Cunha sobre a direita, possibilitou a Fernando Beijinhos a possibilidade de inaugura o placar não fosse o cabeceamento sair um nada ao lado.

O Arões dominava a partida e aos 32 minutos Barbosa recebe a bola na área, sai da marcação remata mas a bola é desviada para canto.

Minuto 35, bola metida para a entrada da área do Ninense, na disputa da bola esta é metida em Filipe que na cara de André rematou com êxito para o golo do Arões.

Seguiu-se a reação natural da equipa visitante ao golo e aos 40 minutos Cesário ganha a bola sobre a esquerda, efetua um centro-remate, mas Meira atrazado, não chega a tempo para fazer a emenda. Intervalo com vantagem justa da equipa de Fafe.

No segundo tempo João Fernando efetua uma alteração na equipa, retira Martins e lança Cadete. O Ninense surgiu mais desinibido, procurando zonas mais avançados, mas a equipa do Arões sempre atenta e bem posicionada, não deu grandes espaços aos forasteiros.

Aos 65 minutos Miguel Paredes também mexe retirando o amarelado Barbosa e lançado André na partida. Esta alteração deu mais fulgor aos lances de ataque Aronense que fluiu melhor o seu jogo neste período.

Uma soberana oportunidade desperdiçado pelo Arões ao minuto 67. Marquinhos bem solicitado por Zézé, surge na cara de André mas esbanjou a ocasião de dilatar para o 2-0 a vantagem Aronense.

Aos 75 minutos Pablo que havia entrado para o lugar de Filipe, marca um livre “do meio da rua” a tentar surpreender André, num remate em arco, este último estava atento e defendeu com segurança.

O Arões estava de novo por cima e aos 77 minutos Fernando Beijinhos ganha a bola no grande círculo, confiante progride deixando os adversários para trás, assiste Bruno Cunha que surge isolado à entrada da grande área, mas o juiz auxiliar assinalou mal um fora de jogo.

A melhor oportunidade para o Ninense surgiu dos pés de Ruizinho ao minuto 80, que de meia distância remata ao poste da baliza de João Nunes. Mas o incansável Zézé tem uma arrancada pela esquerda e já próximo da linha de fundo assiste Bruno Cunha que só teve de encostar para o 2 a 0, alegria e alívio na bancada com esta vantagem alcançada aos 81 minutos.

Com cerca de 10 minutos para o final da partida, Miguel Paredes efetua a última substituição, proporcionando a Óscar um regresso aos relvados, de onde estava afastado há um longo período de tempo, entrando para o lugar de Bruno Cunha.

O Arões mais solto e com mais espaços chega ao 3 a 0, no minuto 87, André numa transição rápida entra na área e perante André sentenciou a partida.

Esta vitória permite ao Arões manter-se nos lugares da frente. Destaca-se que esta foi a sétima vitória do Arões, das quais cinco em casa e apenas duas fora de portas. Na próxima jornada deslocação difícil a Celorico de Basto, para defrontar o Celoricense que apesar do lugar que ocupar tem se batido bem contra adversário poderosos e sendo derrotado sempre com diferença mínima de um golo.

# ficha do jogo

Jogo realizado no Parque Desportivo Centro para a Formação e Juventude de Arões - Vila de Arões São Romão - Fafe.
.
Árbitro: Joel Dias, auxiliado por João Macedo e José Novais.
.
ARÕES SC: João Nunes, Marquinhos, Fernando Beijinhos, Rui Rampa, Agostinho, Nené, Barbosa (André, 64’), Gustinho, Bruno Cunha (Óscar, 82’), Filipe (Pablo, 70’) e Zezé. Treinador: Miguel Paredes.

AD NINENSE: André, David, China, Fina (Bruno, 65’), Tiago Oliveira, Barroso, Meira, Martins (Cadete, 45’), Dias, Cesário (Ruizinho, 56’) e Dennis. Treinador: João Fernando.

Disciplina - cartão amarelo: Barroso, 22’; Meira, 21’; Barbosa, 44’; Cesário, 49’; Ruizinho, 63’; Marquinhos, 63’; Gustinho, 64’; Pablo, 72´; André, 89’ e China, 90+5’.

Marcadores: Filipe, 35´; Bruno Cunha, 81’ e André 87’.
.

Iniciados: Golães, 3 - Arões SC, 1

Opinião: 
Texto: Ricardo Castro | Foto (arquivo): Rui Silva
.
Derrota aproxima rival e afasta primeiros lugares
.
Os Iniciados do Arões sofreram a segunda derrota no campeonato. Neste tarde de sábado, no dérbi fafense diante do Golães, derrota por 3-1.
.
Na primeira parte, a equipa da casa adiantou-se no marcador e conseguiu dobrar a vantagem. Carlos ainda reduziu e o intervalo chegou com o 2-1 no marcador. Nos segundos 45 minutos, o Golães voltou a marcar e fixou o resultado final do duelo de vizinhos.
.
Com esta derrota, o Arões continua com os mesmos 15 pontos, fruto de cinco vitórias e duas derrotas em oito jornadas (na 4.ª ronda, os aronenses folgaram). O Golães aproximou-se da equipa de Rui Almeida, somando agora 13 pontos em outros tantos jogos.
.
Na próxima jornada, o Arões recebe o Taipas. O Golães vai ao reduto da equipa C do Vitória SC.
.

Venda de Calendários 2015 pelos Escuteiros

Opinião: 

O Agrupamento de Escuteiros de Arões São Romão está a realizar este fim de semana a já tradicional venda de calendários para o próximo ano percorrendo a freguesia porta a porta.

Apesar das condições meteorológicas deste fim-de-semana não serem as melhores para andar pelas ruas, com a chuva a espreitar a cada momento, o empenho com que estes jovens fazem esta actividade em prol do seu agrupamento é evidente, merecendo portanto a atenção de toda a população aronense.

O calendário 2015 apresenta-se com a frase: "Escuteiros: Jovens com valores", apresentando ainda esteticamente com mais frases e imagens que sintetizam o espírito escutista, o calendário tem o preço de 1,50€. Para saber mais sobre este movimento poderá aceder à página : www.cne-escutismo.pt .


AF Braga, Infantis: Antime 4-3 Arões "B"

Opinião: 

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Agenda desportiva de fim-de-semana

Opinião: 
.
Futebol Popular - 4.ª Jornada:
.
ADC S. Clemente - Agrupamento Santa Cristina | sábado, 22 de novembro, 15h00
.
Futsal - Liga Fafedry - 5.ª Jornada:
.
Ardegão - Arões | sexta-feira, 21 de novembro, 23h30 | Pavilhão Municipal de Fafe
.

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Futsal: Arões e Regadas empatam a quatro golos

Opinião: 
Classificação (Clique para ampliar)
Fonte: Futsal Fafe
Texto: Ricardo Castro 
.
Aronenses seguem no quinto lugar
.
Arões e Regadas encontraram-se na quarta jornada da Liga Fafedry e o jogo terminou com a divisão de pontos, depois do empate a quatro bolas.
.
Para o Arões marcaram Nuno Rodrigues, Jorge Gonçalves, Marcelo e Henrique. Fabinho e Edgar bisaram para o Regadas.
.
Em quatro jogos, o Arões soma sete pontos e já marcou tantos golos quanto sofreu: dez. O Regadas ocupa o 8.º posto, com quatro pontos. Na próxima jornada, o Arões defronta o Ardegão.
.

Taça AF Braga: Arões recebe São Cosme na 3.ª eliminatória

Opinião: 
Texto: Ricardo Castro
.
Jogo disputa-se a 21 ou 22 de dezembro
.
O Arões Sport Clube recebe o Desportivo de São Cosme na terceira eliminatória da Taça AF Braga. O sorteio, realizado esta segunda-feira, deu fator casa aos aronenses na primeira fase da prova em que vão participar na época 2014/2015.

A formação orientada por Paulo Mendes milita na Série B da Divisão de Honra e ocupa atualmente o 6.º lugar, precisamente o mesmo que o Arões ocupa na Divisão Pró-Nacional.

Depois da final em 2012/2013 perdida para o Vieira SC e da ‘queda’ custosa nos quartos-de-final da época passada, com a derrota caseira ante o Amigos de Urgeses, o Arões volta a esta competição no fim de semana de 21 e 22 de dezembro, numa eliminatória disputada a um só jogo.
.

domingo, 16 de novembro de 2014

Pró-Nacional: São Paio D' Arcos, 1 - Arões SC, 0

Opinião: 
Texto e fotos: Rui Silva
.
Castigo pesado para os aronenses
.
O Arões foi a Lomar, casa emprestada do S. Paio D´Arcos tentar alcançar a liderança do pró-nacional, mesmo que à condição. No onze inicial de Miguel Paredes ausência notória do melhor marcador da prova, Zézé que esteve presente nas bancadas, está de luto pela morte do seu avô.

A primeira parte foi de equilíbrio, com o juiz da partida a passar despercebido, mostrando apenas por uma vez a cartolina amarela ao jogador Laranja (minuto 25), o mesmo que havia feito o único remate à baliza de João Nunes, na primeira parte, após contra-ataque rápido.

O Arões apesar de pautar o seu jogo, pouco mais fez, tendo nos minutos iniciais da partida uma investida de Bruno Cunha pela esquerda, cruzamento bem feito, e em superioridade o Arões não conseguiu o golo, André chega ligeiramente atrasado. A cinco minutos do intervalo, Fernando Beijinhos teve soberba oportunidade para inaugurar o marcador, quando respondeu bem a um canto, já na pequena área e enquadrado com a baliza, vê o remate sair um nada ao lado.

Pelo meio nota também para o remate de Pablo, na ressaca de um canto viu Fernando respirar de alívio ao ver a bola passar muito perto do ferro.

A luta a meio campo e o bom desempenho das defesas resultaram num empate sem golos ao intervalo.

Neste regresso ao jogo, seria Santa a aproveitar uma perca de bola do meio campo do Arões a tentara a sorte num remate fora da área, mas sem perigo para a baliza de João Nunes.

Mas foi um Arões mais destemido que se impôs neste segundo tempo, na resposta Pablo recupera ganhado o lance a Horácio e a seu jeito tentou o remate de meia distância, mas saiu ao lado.

O Arões estava nitidamente por cima na partida, jogava-se predominantemente no último terço do terreno e várias investidas do Arões colocaram a equipa de Zequinha de sobreaviso, obrigando-a a recuar no terreno, sem que nunca abdicasse de espreitar o contra-ataque.

Ao minuto 58, André a passe de Barbosa remata forte, obrigando Fernando a ceder canto, no que seria a defesa da tarde.

Contra a corrente do jogo, na sequência de um canto ganho após lance de contra-ataque, Duarte ganha nas alturas, cabeceia desenquadrado com a baliza, a bola bate no ombro de Pedro Rosita e o árbitro da partida, não só marca penalti como mostra o cartão vermelho direto ao jogador Aronense, com indignação de todos os elementos da equipa Fafense.

Diogo não desperdiçou e colocou a sua equipa em vantagem.

E foi então que se viu um Arões “ferido” e em inferioridade numérica a reagir de pronto tentando chegar ao golo da igualdade. Marquinhos a jogar mais avançado teve ao minuto 75 um belo remate à baliza de Fernando.

Foram várias as formas que os Aronenses procuraram o golo, beneficiando de vários cantos e livres o acabariam por sair de Lomar sem qualquer ponto.

Mas o bloco defensivo da equipa de Zéquinha soube aguentara a pressão Aronense, conquistando 3 preciosos pontos.

O Arões segue com os seus  21 pontos, enquanto que o S. Paio d´Arcos soma agora 18, ocupando a 8ª posição da tabela a apenas escassos 3 pontos dos Aronenses.

# ficha do jogo
.
Jogo realizado no campo Augusto Machado . Lomar . Braga.
.
Árbitro: Ulisses Costa, auxiliado por David Machado e Bruno Ferreira.
.
S. PAIO D´ARCOS: Fernando, Alex, Duarte, Diogo, Miguel, Horácio, Vitinha, Laranja, Leitão (Pinky, 82’), Rocha (Ruizinho, 84’) e Santa (Fissas, 84’). Treinador: Zéquinha.
.
ARÕES SC: João Nunes, Marquinhos, Fernando Beijinhos, Rui Rampa, Pedro Rosita, Nené (Filipe, 75’), Barbosa (Gustinho, 71’), Bruno Cunha, Pablo, André (Agostinho, 71’) e Raimundo. Treinador: Miguel Paredes.
.
Disciplina - cartão amarelo: Laranja, 25’; Santa, 56’; Duarte 57’; Rocha, 67’; Bruno Cunha, 76’; Horácio, 79’; Leitão, 81’; Alex, 90’; Diogo, 90+2’ e Duarte 90+4’. Cartão Vermelho: Pedro Rosita, 62’; Duarte 94’(2º amar.).
.
Marcadores: Diogo, 63’ (pen.).

Juniores: Arões 1-0 Serzedelo

Opinião: 

Arões ganha ao Serzedelo 1-0 golo marcado pelo N. 19 do Arões.

Final do jogo. Arões ganha pela margem mínima e garante o melhor arranque de campeonato de sempre, só vitórias até ao momento.

Benjamins: A. Cabeceirense 1-9 Arões S. C.

Opinião: 
3. Jornada. Benjamins com 2 vitórias nesta fase do campeonato.

Para o Arões marcou 5x Vitinha, 2x Lucas e 2x Rodrigo

Cabeceirense marcou por Leandro Leite


Centro Social de Arões organiza " A Magia do Natal "

Opinião: 
- "A magia do Natal, é Natal vamos todos ajudar".

No próximo dia 28 de Novembro às 21:30 no Pavilhão Multiusos de Fafe o Centro Social de Arões organiza um grande espectáculo solidário com o objectivo de angariar fundos para a instituição.

A iniciativa contará com a participação dos seguintes grupos:Grupo Cultural e Recreativo Nun'Álvares  com o seu Coral Santo Condestável, grupo de Patinagem Artística e Hip-Hop, o Grupo Desportivo e Cultural Leões de Ferro com a sua secção de danças de Hip-Hop, o Grupo Folclórico da Casa do Povo de Arões, a Associação Recreativa e Cultural de Stº Ovídio com o Grupo de Cavaquinhos, o Centro Cultural dos Trabalhadores da Câmara Municipal de Fafe com o seu Grupo Musical, a Rotary Club de Fafe com a sua Tuna de Universidade Sénior, o Grupo Musical 20 Ver e os artistas Vera Pires e Fábio Marcelo.

Esta acção de solidariedade tem o preço simbólico de 2 € e reverterá na sua totalidade para o Lar de Arões. Os bilhetes poderão ser adquiridos no Lar de Idosos de Arões São Romão ou através das suas funcionárias.

sábado, 15 de novembro de 2014

Arões S. Romão: Junta promove a saúde e segurança

Opinião: 
- 19 e 20 de Novembro no Auditório da Junta de Freguesia de Arões São Romão ás 14 horas.

Nos próximos dias 19 e 20 de Novembro às 14 horas, a Junta de Freguesia de Arões S, Romão irá promover no seu auditório sessões direccionadas para os idosos onde serão abordados temas como a Saúde na Terceira Idade e os Cuidados alimentares na quarta-feira. Por sua vez no dia seguinte, quinta-feira, será abordado pela Guarda Nacional Republica e os Bombeiros Voluntários de Fafe a Segurança nos Idosos e na Habitação.

A entrada é gratuita e com certeza não irá dar o seu tempo por perdido depois de escutar estes profissionais, a Junta de Freguesia apela: "Pela sua segurança e saúde, não falte!", contando com toda a população especialmente a Idosa a comparecer participando nestas sessões e colocando as questões que bem entenderem.

Fonte: Junta de Freguesia de Arões São Romão.


SESSÕES DE ESCLARECIMENTO SOBRE SEGURANÇA E SAÚDE

Dia 19 de Novembro, pelas 14h00
- A Saúde na Terceira Idade e Cuidados Alimentares
Sessão de esclarecimento a cargo da Dr.ª Anabela Andrade e Dr.ª Rita Peixoto

Dia 20 de Novembro, pelas 14h00
- Idosos em Segurança e Segurança na Habitação
Sessão de esclarecimento a cargo da GNR e Bombeiros Voluntários de Fafe

Local de realização
AUDITÓRIO DA JUNTA DE FREGUESIA DE ARÕES SÃO ROMÃO


PELA SUA SEGURANÇA E SAÚDE… NÃO FALTE!

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Agenda desportiva de fim-de-semana

Opinião: 
.
Futsal - Liga Fafedry 2014/15:
.
Arões - Regadas | Sábado, 15 de novembro, 20h30 | Pavilhão Municipal de Fafe
.

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Magusto na ARPAR

Opinião: 
A ARPAR, Associação de Reformados e Pensionistas de Arões S. Romão, irá organizar para os seus associados o tradicional magusto da época, celebração que decorrerá no próximo domingo dia 16 de Novembro, a partir das 14:30 na sua respectiva sede.

domingo, 9 de novembro de 2014

Juniores: Fareja, 1 - Arões, 2

Opinião: 
Texto: Ricardo Castro | Foto (arquivo): Rui Silva
.
Vitória no dérbi dá liderança isolada
.
Miki voltou a ser preponderante no triunfo aronense
Os juniores do Arões foram a Fareja vencer a equipa local por duas bolas a uma, no jogo da sexta jornada do campeonato. A equipa de Miguel Castro até entrou a perder, mas conseguiu dar a volta e garantir os três pontos.
.
O central JP foi o autor do golo do empate e Miki, logo a seguir, deu a vantagem aos aronenses, fixando o resultado final. Em seis jogos, os juniores do Arões continuam invictos e, desta feita, o triunfo deu mesmo a liderança isolada, devido à derrota do Polvoreira em Cabeceiras de Basto (2-1).
.
Ao fim de seis jogos, um registo firme. São 18 pontos, 14 golos marcados e apenas três sofridos. Na próxima jornada, a formação aronense recebe o Serzedelo, 11º classificado, com seis pontos em cinco jogos.
.

Pró-Nacional: Arões SC, 4 - Desp. Ronfe, 1

Opinião: 
Texto e fotos: Rui Silva
.
Começar e acabar bem
.
- Goleada no regresso às vitórias
.
O Arões recebeu o Desportivo de Ronfe que estava três lugares acima na tabela classificativa. As duas equipas apresentaram-se com muita entrega nos minutos iniciais, muito por culpa do “chapéu” de Pablo, que logo aos dois minutos de jogo colocou o Arões em vantagem.

Começar bem e acabar bem, o Arões construiu o resultado que se verificou ao intervalo, no primeiro quarto de hora. O “terrível” Pablo fez aos dois minutos de jogo o tento inaugural, com a execução de um “soberbo” chapéu a Paulinho “do meio da rua”. Tal situação empolgou a equipa da casa e também espicaçou os forasteiros tornando o jogo muito mexido, com entrega total de parte a parte.

André voltou a mostrar o bom momento e fez o 2-0
O Ronfe tentou responder ao golo aronense, mas teve em João Nunes forte oposição que num curto espaço de tempo negou por três vezes o golo ao Ronfe, situação efémera dos visitantes no primeiro tempo.

O Arões, mais forte e mais rápido continuou o seu jogo empurrando o Ronfe para zonas mais defensivas. Aos nove minutos, Zézé isola-se sobre a esquerda e já na área, empurrado pelo adversário, cai. Penalti negado pelo arbitro Jorge Ribeiro, que mais não viu que simulação de Zézé, mostrando-lhe o cartão amarelo.

Aos 12 minutos, com origem num lançamento, André antecipa-se ao defesa Vimaranense e com toque subtil bate Paulinho pela segunda vez na partida, 2-0 para o Arões. No minuto seguinte, foi André a colocar a bola a mercê de Pablo, que bem posicionado remata de primeira ao lado.

Muita vontade, muita entrega no jogo de ambas as equipas, mas jogava-se mais no meio campo do Ronfe. Marquinhos aos 33 minutos investe pela direita, entrega para André que na zona de penalti vê Zézé em melhor posição, mas este ao tentar colocar a bola de forma perfeita na baliza, falha o 3-0. O intervalo chegou e a vantagem por duas bolas no encontro, assentava bem ao Arões.

De regresso ao jogo, o Ronfe surgiu diferente, primeiro porque Francisco Costa retirou Zé Nuno, colocou Russo na lateral direita e mandou o capitão Hugo Dias para o meio campo.

Aos 49 minutos o Ronfe deu o primeiro sinal de perigo, quando Moreno se preparava para fazer o remate, surge Pedro Rosita a tirar-lhe o pão da boca.

Rampa fez o terceiro: no jogo e com a camisola do Arões
Minuto 55´, o juiz da partida admoesta Fernando Beijinhos e André Costa com cartão amarelo após um desentendimento, o que deixaria o Ronfe com 10 eolementos em campo, pois o capitão já havia visto o cartão aos 29’ da 1ª parte.

Situação que não impediu os forasteiros de pegar no jogo e procurara surpreender os Aronenses. Aos 65 minutos num remate de primeira Carlos Campos vê a trajetória da bola ser desviada por Pedro Rosita.

A equipa de Miguel Paredes em superioridade numérica, não conseguia sair organizada do seu meio campo. Seguiram-se mexidas nas duas equipas, com Francisco Costa a ser mais feliz, pois Paulinho em campo há dez minutos, fez ao minuto 77, um belo golo, num remate certeiro  fora da área.

Vantagem do Arões, agora com margem mínima. O jogo estava relançado, mas Miguel Paredes tinha ainda um trunfo na manga, aos 83 minutos lança Filipe no jogo em detrimento de Bebeto.
Aos 86 minutos o recém entrado Filipe conquista um canto do qual surge o 3º golo para o Arões, bola ao segundo poste onde aparece Beijinhos que de primeira assiste Rampa para o 3 a 1.

No minuto seguinte Filipe avança na área e Tanta incapaz de o “travar” derruba-o. Penalti apontado por Zézé fechando o marcador com o quarto golo aronense da tarde.
.
Com esta vitória o Arões soma agora 21 pontos, encurtando a distância para o líder Torcatense em um ponto, face a derrota caseira imposta  pelo Ninense que é a única equipa da prova sem derrotas, juntando-se à condição na liderança do campeonato ao Torcatense, ambos com 22 pontos.
.
# ficha do jogo
.
Jogo realizado no Parque Desportivo Centro para a Formação e Juventude de Arões | Vila de Arões São Romão, Fafe.
.
Árbitro: Jorge Ribeiro, auxiliado por Marlene Vieira e António Faria.
.
ARÕES SC: João Nunes, Marquinhos, Fernando Beijinhos, Rui Rampa, Pedro Rosita, Nené, Barbosa, Bruno Cunha, Pablo, André e Zezé. Treinador: Miguel Paredes.
.
D. RONFE: Paulinho, Hugo Dias (cap.), Carlos Campos, António, Ismael, André Costa, Zé Nuno, Macedo, Luizinho e Moreno. Treinador: Francisco Costa.
.
Disciplina - cartão amarelo: Zézé, 9’; André Costa, 29’; Néné, 37’; Fernando Beijinhos, 55’; André Costa, 55’ (2); Gustinho, 77’ e Tanta, 87’. Cartão Vermelho: André Costa, 55’.
.
Marcadores: Pablo, 2´; André, 12’; Paulinho, 78’; Rampa, 86’ e Zézé, 87’ (g.p.).
.

Juvenis: Arões 3-1 Vasco da Gama

Opinião: 

Final do jogo.

Marcou Emanuel, Telmo e Hugo para o Arões.
Para o Vasco marcou Marco.

Juvenis deo Arões contuinuam invencíveis no campeonato.

Iniciados: Antime, 0 Arões, 3

Opinião: 

sábado, 8 de novembro de 2014

Fut. Popular, 3ª Jornada: Em jogo de líderes grande penalidade selou o triunfo

Opinião: 
-Agrupamento Stª Cristina 0-1 Amigos de Quinchães.
.
-Agrupamento perde liderança para os Amigos de Quinchães que se isola no topo da classificação à 3ª jornada.
.
As duas equipas, Agrupamento e Quinchães, que seguiam à partida para este encontro no topo da classificação do Campeonato Sénior do Popular, ambas com duas vitórias nos seus dois primeiros jogos, encontraram-se à terceira jornada no planalto de Arões Santa Cristina, naquele que era o jogo mais esperado da jornada.
.
A equipa do Grupo Cultural Recreativo e Desportivo dos Amigos de Quinchães já com vários anos de experiência neste campeonato entrou no jogo mais confiante perante um Agrupamento Desportivo Cultural e Recreativo de Stª Cristina mais receoso na disputa de alguns lances inicias.
A vitória do Quinchães, surgiu da execução de um pontapé de grande penalidade logo nos minutos inicias do jogo. Num lance duvidoso no ponto de vista do Agrupamento e no qual o árbitro não teve dúvidas em assinalar.
.
O Agrupamento reagiu à desvantagem no marcador equilibrando a partida até ao intervalo, criando situações de perigo na área do Quinchães, tendo inclusive numa delas colocado a bola na trave.
.


Na segunda parte do encontro, o Agrupamento, a equipa em desvantagem no jogo entrou determinada em dar a volta ao resultado mas o Quinchães soube desde o inicio gerir a vantagem mínima que tinha e jogando na sua zona defensiva e consegui parar as inúmeras jogadas, algumas de  perigo que se aproximaram da baliza de Vitor Costa (Quinchães).
.
Segundo declarações do Treinador do Agrupamento, Hélder Oliveira, "Neste jogo a minha equipa foi infeliz, mas terminou-o com dignidade, enquanto que o adversário a dada altura, resolveu praticar anti-jogo. Quero dar os parabéns a todos os meus jogadores, e também a todos os sócios e simpatizantes do clube".


FICHA DE JOGO
AGRUPAMENTO : Ricardo Teixeira; Ricardo Teixeira; Rui Costa; Ângelo Abreu; José Nogueira; Rafael Silva; Carlos Monteiro; Diogo Durães; Eurico Oliveira; Pedro Fernandes; Fred Correia; SUPLENTES: Marco Silva; Armando Fernandes; Henrique Pereira; Agositnho Faria; Eduardo Moura; José Teixeira e Pedro Cardoso. TREINADOR: Hélder Duarte Oliveira.

QUINCHÃES: Vítor Costa; Bruno Marinho; Edgar Magalhães; António Castro; Marco Monteiro; Tiago Castro; Leonel Cunha; Micael Fernandes; Rui Freitas; Sandro Costa; Pedro Rodrigues. SUPLENTES: Fabrice Costa; Tiago Moreira; João Nogueira; Paulo Sousa; Dani Gonçalves e Mário Freitas. TREINADOR: Fernando Cerqueira da Silva Porto.

Árbitros: Nuno Batista; Rui Rodrigues e Nuno Oliveira.

Pró-Nacional: Arões Sport Clube 4-1 Ronfe. Vídeos.

Opinião: 

Vídeo do terceiro golo do Arões marcado por Rui Rampa após a execução de um canto.


Zézé na marcação da grande penalidade e o respectivo quarto golo do Arões.


Declarações do treinador do Arões no final do Arões, 4 Ronfe, 1





sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Futsal: Arões vence Vinhós pela diferença mínima. (3-2)

Opinião: 
- Tiago Fonseca (Arões) resolveu na segunda parte com bis.

Em jogo a contar para a 3.ª jornada da fase regular do Campeonato de Futsal de Fafe, o Arões venceu o Vinhós pela margem mínima 3-2. 
.
O jogo teve início às 23:30 no Pavilhão Municipal de Fafe e o Arões não tardou a colocar-se na frente com o golo de Marcelo nos minutos iniciais, entraram assim a todo o gás no jogo os aronenses.
.
De seguida a equipa de Arões colocou a bola nos postes da baliza de Ricardo (Vinhós) por duas vezes consecutivas. Com o jogo a decorrer na primeira parte com a diferença mínima, o Vinhós também criou diversas situações de perigo não conseguindo finalizar com sucesso, antes de criar a jogada que colocaria o jogo outra vez como começou, empatado, marcando para o Vinhós, Luís Cunha. Chegando assim ao intervalo com o marcador do encontro em 1-1.
.
Já na segunda parte o Arões acabaria por desfazer a igualdade ampliando para 2-1 e 3-1, com golos da autoria de Tiago Fonseca, que foi a figura do jogo. Já perto do final da partida a equipa do Vinhós reduziu para 3-2 por intermédio de Vitor Vieira, mas infelizmente para a equipa orientada por Vasco Freitas pouco mais haveria a fazer pois o tempo de jogo que sobrará era escasso para ainda atingir a igualdade. 
.
Uma partida bem disputada com o resultado a finalizar com a vitória pela diferença mínima de golos para o Arões naquilo que foi um jogo equilibrado.

FICHA DE JOGO
ARÕES:
1-Marco Ferreira; 12-António Ribeiro; 2-Nelson Rodrigues; 3-Henrique Santos; 6-Paulo Pereira; 7-Jorge Gonçalves; 8-Daniel Guerra; 10-Marcelo Freitas; 11-Rui Gonçalves; 13-Tiago Fonseca e 15-Henrique Martins. Treinador: José Oliveira, Treinador Adj.: Nelson Rodrigues; Delegado: Arlindo Azevedo e Massagista: Paulo Rodrigues.

VINHÓS
89- Ricardo Gonçalves; 8-Tiago Fernandes; 10-Luís Cunha; 5-Paulo Costa; 40-Vitor Vieira; 99- Marco Soares; 7-José Cunha; 11-Jorge Freitas; 92-André Fernandes. Treinador: Vasco Freitas, Treinador Adj. Jorge Novais; Delegado; Vitor Silva; Massagista-Jorge Barroso.