domingo, 23 de fevereiro de 2014

Pró-Nacional: Pevidém SC, 1 - Arões SC, 3

Opinião: 
Texto e fotos: Rui Silva

Reviravolta justa dá liderança

- Barbosa igualou, Jorge Miguel virou e Raimundo confirmou

O Arões deslocou-se a casa do penúltimo classificado, sabendo que à mesma hora Santa Eulália e Merelinense mediam forças. Mas a história aronense tinha somente como cenário o campo Albano Martins Coelho Lima, que após muita chuva sentida nas últimas semanas, apresentava um bom relvado.


O primeiro apontamento do jogo foi do Arões, com Barbosa na direita a rematar cruzado, a bola saiu ao segundo poste, onde Gustinho chegou um nada atrasado para emendar. Volvidos dois minutos, a equipa liderada por Miguel Paredes viu-se em desvantagem. Lance infeliz de Sérgio, que ao aliviar, cortou a bola para a sua baliza, obrigando Miguel a um esforço tremendo, esticando-se e evitando o golo com uma palmada, tirando a bola em cima da linha. Mas após alguma hesitação de Paulo Gonçalves e seu auxiliar, foi apontado o grande círculo, validando-se o golo ao Pevidém. Lance de grande dificuldade na decisão, que só mesmo com “um olho de falcão” se poderia “tirar a prova dos nove”.

Num ritmo lento, o Arões reagiu à passagem do quarto de hora, quando Jorge Miguel em pleno coração da área, teve um excelente cabeceamento, que só não levou selo de golo, porque a direção não foi a melhor.

O jogo, algo pachorrento, não despertava a plateia. O Arões não encontrava forma de alcançar o último terço do campo. Mas Bruno Cunha num lance individual, na zona central, pegou na bola e “levou a água ao seu moinho”, entregando-a a Barbosa que, agradecendo, igualou a partida com um remate cruzado, fuzilando a baliza à guarda de Carlos, aos 28 minutos.

O intervalo rapidamente chegava e bem, esperando e desejando que o recolher ao balneário despertasse os atletas aronenses, que jogaram sem grande combatividade defraudando um pouco os muitos espetadores vindo de Fafe, pois eles sabem que podem fazer muito mais.

O primeiro quarto de hora da segunda parte foi de acerto estratégicos de ambas as equipas, com os dois técnicos a mexerem nas suas equipas, João Coelho lançou de uma só vez Peixoto e Faria, retirando Paiva e Rui Costa, enquanto Miguel Paredes colocou Raimundo na frente de ataque, retirando Garcia.

A partida foi melhorando e do lado do Pevidém, havia um jogador inconformado, que se destacou dos restantes, Pedrinho, excelente jogador, com boa capacidade de condução de bola procurou sempre incomodar os aronenses, que muitas vezes tinham de recorrer à falta para o travar.

Minuto 67, nova alteração no Arões, saindo Pablo de um meio campo muito povoado e entrava Ismael, mais um atacante que Miguel Paredes lançou para furar a defensiva do Pevidém.

Sorte ou não, é que volvidos dois minutos, num belo lance de ataque, Bruno Cunha tabela de primeira para Zézinho que em plena área e bem posicionado foi travado por Faria. Penalti assinalado e marcado de forma perfeita por Jorge Miguel. A reviravolta estava consumada, o que permitiu ao Arões soltar-se e criar mais oportunidades, tal como a de Ismael aos 73 minutos. Tabela com Bruno Cunha, mas o remate levantou em demasia.

Avançado Raimundo voltou aos golos
O Pevidém neste segundo tempo não incomodou Miguel, pois apenas esboçou perigo num lance de novo por iniciativa de Pedrinho, que descobriu Peixoto na área, mas cabeceou de raspão a bola, saindo a mesma pela linha de fundo.

A confirmação da vitória aronense saiu dos pés de Raimundo, que num lance “embrulhado” na pequena área, viu consumado o seu regresso aos golos, em recarga a um primeiro remate, só à segunda é que a bola entrou, aos 85 minutos.

Arões sai de Pevidém com os três pontos e com a liderança, uma vez que o empate registado em Vizela sem golos entre Santa Eulália e o Merelinense colocou de novo o Arões no topo da tabela classificativa, com os mesmos pontos dos bracarenses. Na próxima jornada, o Arões recebe o CCD S. Eulália, mas antes ainda irá a Celeirós disputar o jogo em atraso relativo a 4ª eliminatória da Taça da AF Braga, no domingo, dia dois de Março.

#  ficha de jogo #

Jogo realizado no campo Albano Martins Coelho Lima . Pevidém . Guimarães.

Árbitro: Paulo Jorge Gonçalves, auxiliado por Renato Mendes e Filipe Faria.

PEVIDÉM SC: Carlos, Luís Faria, Paulo, Costa, Hugo, Lobo (Rui André, 75’), Gijo, Pedrinho, Paiva (Peixoto, 54’), Rui Costa (Faria, 54’) e Canudo. Treinador: João Coelho.

ARÕES SC: Miguel, Pedro Rosita (André, 79’), Sérgio, Jorge Miguel, Zezinho, André, Pablo (Ismael, 67’), Barbosa, Gustinho, Bruno Cunha e Garcia (Raimundo, 60’). Treinador: Miguel Paredes.

Disciplina – cartões amarelos: Hugo, 3´; Lobo, 13’; Paulo Jorge, 41’; Jorge Miguel, 42’; Pablo, 49’; Barbosa, 61’.

Marcador: Sérgio, 8’ (p.b); Barbosa, 28’; Jorge Miguel, 69’; Raimundo, 85’.
.

Sem comentários:

Enviar um comentário