domingo, 16 de março de 2014

Declarações dos intervenientes após o Torcatense - Arões (1-1)

Opinião: 
Fotos: Rui Silva
.
Fernando Beijinhos, capitão do Arões: “Faltou-nos uma pontinha de sorte”
.
“Não é um resultado justo. A primeira parte foi totalmente controlada por nós, só nós tivemos oportunidades de golo. A segunda foi uma parte para nós e uma parte para o Torcatense. A acabar o jogo, faltou-nos uma pontinha de sorte, poderíamos sair vencedores. Tivemos um lance em que nos foi anulado um golo, que eu da zona defensiva consigo ver o meu colega partir de trás. Acho que não há dúvidas quem merecia ganhar o jogo. Faltam oito jogos e o Arões continua a lutar jogo a jogo pela vitória. Sentimos que tudo fizemos para ganhar, como referi faltou um bocadinho de sorte, que certamente estará do nosso lado no próximo jogo, vamos vencer e os nossos adversários até ao fim com certeza que vão perder pontos.”
.
Francisco Branco, treinador do Torcatense: “O resultado tem algo de injusto”
.
Poderia dizer que tem algo de injusto este resultado. Uma primeira parte em que nós entrámos muito fortes, a meio da primeira parte o Arões equilibrou. Na segunda parte penso que voltamos a entrar bem, o Arões voltou a equilibrar. Marcamos um golo de penalti limpo. Sofremos um golo numa desatenção, o jogador cabeceia contra as costas do adversário. E depois há um penalti claro que não foi assinalado. Os jogos decidem-se nos pormenores e nós temos de falar deles. Mas o resultado estava feito e por isso é que digo que tem algo de injusto. As equipas, em jogo jogado, se calhar até se equivaleram, mas em termos de oportunidades e de pormenores, fomos prejudicados porque sentimos que podíamos ter ido mais longe.”
.

Sem comentários:

Enviar um comentário