quarta-feira, 30 de abril de 2014

Arões SC: Miguel Paredes antevê o duelo da Taça com o Amigos de Urgeses

Opinião: 

Texto e foto (arquivo): Ricardo Castro

“Os favoritos têm de se provar dentro de campo
.
- Brito será o adversário em caso de apuramento para as ‘meias’
Miguel Paredes
.
O Arões recebe esta quinta-feira o Amigos de Urgeses, no jogo que fecha os quartos-de-final da Taça AF Braga. Miguel Paredes, treinador da equipa aronense, lançou os dados para um jogo que pode colocar a equipa pela segunda vez na história, e logo de forma consecutiva, nas meias-finais da prova.
.
No último jogo, o empate diante do Merelinense impediu a equipa de chegar ao segundo lugar. Porém, tal são águas passadas e agora, num jogo a eliminar, o treinador fafense considera ser mais um encontro para o Arões alcançar a vitória. “Vamos jogar para ganhar, como jogamos sempre. Temos de ser matreiros nos momentos decisivos do jogo”, afirma. 
.
Miguel Paredes já observou o Urgeses, nomeadamente no último jogo diante do Pica, que terminou com a vitória dos vimaranenses, por 2-1. O técnico que levou o Arões à primeira final da Taça AF Braga respeita o adversário e salienta que o Arões tem de provar o favoritismo dentro de campo. “É um adversário que já eliminou o Travassós. Nós jogamos em casa, somos favoritos. Mas tal como em Parada de Tibães, os favoritos têm de se provar dentro de campo e é isso que vamos tentar fazer”, remata.
.
Em caso de apuramento, a turma verde e amarela irá defrontar o Brito nas meias-finais, tal como no ano passado. O sorteio realizado ontem ditou ainda o defronto entre Torcatense e Merelinense. Arões e Amigos de Urgeses encontram-se amanhã no Parque Desportivo de Arões, num jogo com início pelas 16h00.
.

Agenda desportiva do Arões Sport Clube (jogos de 1 a 4 de maio)

Opinião: 

Resultados da formação do Arões SC

Opinião: 
Resultados das camadas jovens do Arões Sport Clube, que entraram em campo nos passados dias 25, 26 e 27 de abril:
.
Juniores:
.
Porto D'Ave, 0 - Arões SC, 2
.
Juvenis:
.
Arões SC, 2 - Polvoreira, 0
.
Iniciados:
.
Bairro, 1 - Arões SC, 0
.
Infantis:
.
Vitória SC, 1 - Arões SC, 1
.
Benjamins:
.
Vitória SC, 7 - Arões SC, 0

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Juniores do Arões vencem em Porto D'Ave (0-2)

Opinião: 
Texto: Ricardo Castro | Foto: Rui Silva

Bruno e Luís Soares selaram segunda vitória forasteira
.
Os Juniores do Arões Sport Clube deram o melhor seguimento à vitória caseira diante do São Nicolau e foram a Porto D’Ave somar três pontos este domingo. Triunfo por duas bolas a zero, naquele que foi o segundo êxito na condição de visitante neste campeonato.
.
O Arões entrou bem e Fumega deu o primeiro sinal, numa boa jogada pelo lado esquerdo, onde só faltou o cruzamento final. Logo a seguir, Marco colocou a bola em Miki, que com pouco ângulo rematou para uma boa defesa do guarda-redes da casa. 
.
A equipa de Miguel Castro não se livrou de alguns sustos, mas continuou a procurar o golo, que surgiu de grande penalidade, num lance onde o árbitro expulsou o jogador da casa. Na conversão do castigo máximo, Bruno permitiu a defesa do guarda-redes, mas o árbitro mandou repetir o lance, por infração dos jogadores do Porto D’Ave. À segunda, o lateral não falhou e levou o Arões a vencer pela margem mínima para o intervalo.
.
Mesmo em inferioridade, o Porto D’Ave entrou melhor na segunda parte. Mas o Arões conseguiu evitar as investidas do adversário, tentando contra-ataques rápidos com a velocidade de Miki. A meio da segunda parte, Miguel Castro refrescou a equipa, fazendo entrar Zé Dias e Zé Fernandes, para os lugares de Cardoso e Jota.
.
O Porto D’Ave buscava o empate, mas Leonel estava numa tarde inspirada e evitou o primeiro golo da equipa da Póvoa de Lanhoso. Aos 70 minutos, Cenoura solicitou Miki e este desferiu um potente remate, para a defesa da tarde do guardião visitado. Volvidos cinco minutos, numa nova iniciativa de Cenoura, a bola sobrou para Luís Soares, que arrancou pela direita em direção à baliza e à saída do guarda-redes, fez um chapéu que só terminou no fundo da baliza. Um grande golo do dianteiro aronense, que deixava a equipa mais tranquila em campo.
.
Dobrada a vantagem, Miguel Castro mexeu no meio campo, ao tirar Cenoura para a entrada de Roberto. Até final, o Arões geriu os dois golos de vantagem e conquistou três preciosos e moralizadores pontos nesta reta final do campeonato.
.
Foi a segunda vez que a equipa aronense conseguiu duas vitórias consecutivas. Os comandados de Miguel Castro isolaram-se no 10.º lugar, tendo agora 22 pontos, mais três que o Pencelo e menos dois que o Tabuadelo. Na próxima jornada, a penúltima, o Arões tem uma boa oportunidade para vencer, com nova deslocação à Póvoa de Lanhoso, desta feita para defrontar o Emilianos, 12.º classificado com 12 pontos.
.

sábado, 26 de abril de 2014

Declarações dos treinadores após o empate entre Arões e Merelinense

Opinião: 


Miguel Paredes: “Quando chegámos à vantagem fizemos o mais difícil”
.
“Sabíamos que o Merelinense é uma excelente equipa e nós, mesmo durante a primeira parte, sem dominar, fomos controlando. Penso que as melhores oportunidades foram nossas. A segunda parte manteve mais ou menos o mesmo ritmo. Depois, nós baixamos um bocadinho, ficamos só com um avançado para explorar as costas deles. Quando chegámos à vantagem fizemos o mais difícil, ficamos com 11 e deixamos de jogar, mesmo controlando até final. O Merelinense apostou nos lances de bola parada, não criaram grandes situações, mas nós devíamos ter jogado mais. Meti o Raimundo para dar mais profundidade e não deixar o Merelinense subir tanto. Mas eles acabaram por marcar, num lance em que marcaram rápido o livre, num lance de passividade da minha equipa. Eles com 10 correram mais e nós corremos menos com 11. Foi um bocadinho o exemplo do que foi a nossa época, nós temos deixado fugir entre os dedos as vantagens e quando assim é, não se pode ganhar. No cômputo geral, da forma como correu o jogo, acaba por ser um resultado justo.”
.
Hugo Santos: “Na parte final poderíamos ter aproveitado melhor”
.
“O nosso objetivo era ganhar o jogo, para alimentar um pouco de esperança para o primeiro lugar, porque é o lugar que interessa neste campeonato. Acabamos um bocadinho com a sensação de injustiça. Mais uma vez, nos jogos com os ditos ‘candidatos’, tivemos mais uma expulsão e um penalti. Penso que o penalti é bem assinalado, mas condiciona. Sabíamos que o Arões tinha que ganhar o jogo e nós na parte final poderíamos ter aproveitado melhor essa situação. Num campo tão difícil, onde quase nenhuma equipa tinha passado e com menos um, conseguimos ir para cima do adversário e o golo aconteceu numa situação de bola jogada e se calhar, com mais cinco minutos, tínhamos ganho o jogo. Vamos descansar desta batalha, com duas grandes equipas, que se tem muito de orgulhar do campeonato que tem feito e que dentro das dificuldades permaneceram até ao fim a lutar. Agora temos de aproveitar a semana para preparar bem o próximo jogo.”
.

Pró-Nacional: Arões SC, 1 - Merelinense FC, 1

Opinião: 


Texto: Ricardo Castro | Fotos: Rui Silva
.
A importância de saber gerir vantagens
.
- Arões sofreu empate em superioridade numérica
.
Arões e Merelinense dividiram pontos no jogo inaugural da jornada 31 da Pró-Nacional. Num jogo em que só dispôs de quatro suplentes – Paulo Jorge, Kéke, Jorge Miguel e Raimundo – a equipa de Miguel Paredes adiantou-se no marcador no último quarto de hora por Pablo e ficou em superioridade numérica, a qual não conseguiu aproveitar, sofrendo o empate já perto dos 90 minutos.
.
A primeira oportunidade pertenceu ao Arões, aos quatro minutos. Garcia cruzou e Pablo não contou com a falha de Talaia, desperdiçando a oportunidade. Aos 20 minutos, o Merelinense respondeu. Cruzamento tenso de Cara para a área e João Manuel, com uma cabeçada forte a obrigar Miguel a desviar para canto.
.
Aos 28 minutos, Ismael, numa boa jogada na direita, tirou dois do caminho e tocou para Barbosa, à entrada da área, mas o remate do médio saiu pouco por cima. A cinco minutos do intervalo, André rematou de fora da área e logo a seguir Rosita também tentou a sua sorte, mas Talaia evitou o golo em ambas as ocasiões.
.
Aos 43 minutos o Arões esteve, de novo, perto do golo. Boa jogada à entrada da área, Ismael simulou, deixou em Barbosa, que viu o remate desviado para canto. Na sequência, André bateu para a área e Talaia socou com dificuldade, com Fernando Beijinhos a rematar para nova defesa incompleta. O lance originou um livre para os da casa, com Garcia a rematar à figura. Ao intervalo, mantinha-se o nulo.
.
Na segunda parte, o Arões entrou melhor, mas a primeira oportunidade pertenceu ao Merelinense. Remate de João Manuel para defesa apertada de Miguel. Na resposta, André rematou de fora da área, para nova defesa de Talaia. Na recarga, Garcia picou para Gustinho marcar, mas o árbitro assinalou fora de jogo ao ex-júnior da AD Fafe.
.
Aos 75 minutos, Jorge Miguel cruzou tenso, Ismael dominou à entrada da área e Cara cortou a bola com o braço. O árbitro apontou para marca da grande penalidade e expulsou o defesa do Merelinense, que já tinha um amarelo. Na marcação do castigo máximo, Pablo fez o 1-0, inaugurando o marcador, aos 76 minutos. 
.
Pablo (em primeiro plano) marcou o golo do Arões
O treinador bracarense, Hugo Santos, não perdeu tempo e esgotou as substituições, com as entradas de Ruca e Belinha, sacrificando Ni e João Manuel. De seguida, Miguel Paredes lançou Raimundo e tirou Pablo e aos 83 minutos reforçou o centro da defesa, com a entrada de Kéke, para a saída de Rosita.
.
Aos 88 minutos, num cruzamento para a área do Arões, Canetas deu de cabeça e a bola sobrou para Belinha, que encostou para o empate. Nos descontos, ambas as equipas tentaram desfazer a igualdade, mas tudo se manteve. O Arões, com mais um e em vantagem, não conseguiu somar os três pontos, que permitiriam ultrapassar os bracarenses na classificação.
.
Jogo realizado no Parque Desportivo – Centro para a Formação e Juventude de Arões.
.
Árbitro: Filipe Faria, auxiliado por Renato Mendes e João Paulo Gonçalves.
.
ARÕES SC: Miguel, Pedro Rosita (Kéke, 83’), Fernando Beijinhos (cap.), Sérgio, André, Néné, Barbosa, Gustinho, Pablo (Raimundo, 79’), Garcia (Jorge Miguel, 68’) e Ismael. Treinador: Miguel Paredes.
.
MERELINENSE FC: Talaia, Cara (cap.), Mara, Torres, João Manuel (Belinha, 78’), Pedrinho, Ni (Ruca, 78’), Canetas, João Araújo (Rafa, 66’), Tiago e João Paulo. Treinador: Hugo Santos.
.
Disciplina – cartões amarelos: Néné, 24’, Cara, 25’, 75’, João Araújo, 31’, Pedrinho, 57’, Barbosa, 72’, Jorge Miguel, 81’, Belinha, 82’, André, 90+1’. Cartão vermelho: Cara, 76’.
.
Marcador: Pablo, 76’ (g.p) e Belinha, 88’.
.

Juvenis - 2.ª Div. AF Braga: Arões SC, 2 - Polvoreira, 0

Opinião: 
Texto: Ricardo Castro | Foto: Rui Silva
.
Telmo e Marcelo libertaram os três pontos
.
Os juvenis do Arões receberam e venceram o Polvoreira por duas bolas a zero, no jogo inaugural da 24.ª Jornada da Série D da 2.ª Divisão. No 25 de abril, Marcelo e Telmo libertaram a vitória e isolaram o Arões no oitavo lugar, afastando-se precisamente do Polvoreira, que tinha os mesmos 27 pontos que a equipa fafense à partida para esta jornada.
.
Na primeira parte, Telmo inaugurou o marcador aos 27 minutos e levou a equipa a vencer para o intervalo pela margem mínima. Na segunda parte e após muita luta de parte a parte, Marcelo garantiu a vitória já aos 89 minutos, na conversão de uma grande penalidade.
.
Com esta vitória, o Arões isolou-se no oitavo lugar, somando agora 30 pontos, fruto de nove vitórias, três empates e dez derrotas. Nos últimos sete jogos, a equipa aronense soma quatro vitórias e três empates.
.
Na próxima jornada, a penúltima do campeonato, o Arões desloca-se ao reduto do segundo classificado, o Amigos de Urgeses.
.

Iniciados do Arões perdem no Bairro

Opinião: 
Texto: Ricardo Castro | Foto: Rui Silva
.
Um golo decidiu o jogo
.
Os Iniciados do Arões deslocaram-se ao reduto dos famalicenses do Bairro, onde perderam por uma bola a zero, em jogo da 24.ª e antepenúltima jornada, realizado esta sexta-feira.
.
Após o nulo verificado no final dos primeiros 35 minutos, a equipa da casa chegou ao golo da vitória na segunda parte.
.
Com dois jogos para disputar e já com a inevitável despromoção, resta à equipa aronense tentar despedir-se do campeonato da 1.ª Divisão com resultados positivos diante do Urgeses e do Brito. Ao fim de 24 jogos, a equipa de Jorge Miguel soma 5 pontos.
.

domingo, 20 de abril de 2014

Infantis AF Braga: Serzedelo, 6 - Arões SC, 4

Opinião: 
Texto: Ricardo Castro | Foto: Rui Silva
.
Derrota impede aproximação ao terceiro lugar
.
Os Infantis do Arões perderam por 6-4 em Serzedelo, no jogo em atraso da 15.ª Jornada do campeonato. Depois do empate a três na primeira volta, a equipa do professor Ricardo Cunha não levou de vencida os vimaranenses.
.
Numa jogo que permitia a aproximação reduzir para três pontos a distância para o terceiro lugar, pertença do Santa Eulália, o Arões sofreu a sétima derrota ao fim de vinte jogos, diante de um Serzedelo que partia para o jogo com menos doze pontos do que os aronenses.
.
Ainda assim, a derrota deixa o Arões isolado no quarto lugar, com 35 pontos O Serzedelo reforça o oitavo posto, agora com 26 pontos. No próximo fim de semana, os pupilos de Ricardo Cunha têm a difícil missão de voltar a tirar pontos ao Vitória de Guimarães - segundo classificado, com 46 pontos. Na primeira volta, registou-se um empate (1-1), no Parque Desportivo de Arões.
.

sábado, 19 de abril de 2014

Taça AF Braga: Parada de Tibães, 0 - Arões SC, 4

Opinião: 
Texto: Ricardo Castro | Foto: Rui Silva
.
Parada de tub(arões) segue para os ‘quartos’
.
- Ismael bisou
Ismael bisou e voltou a revelar
importância na Taça
.
Há jogos em que é preciso confirmar o favoritismo teórico, mesmo que se diga que Taça é Taça. Diante do Parada de Tibães, não houve surpresas e o Arões confirmou a passagem aos quartos-de-final da Taça AF Braga, com uma vitória expressiva, por quatro bolas a zero.
.
Depois das vitórias na Pica e em Celeirós (ambas 0-1), a freguesia bracarense marcou a terceira etapa no caminho até à possível repetição da final do ano passado, perdida para o Vieira. Na primeira parte, Ismael – que deu a vitória em Celeirós - voltou a mostrar-se importante no caminho na competição, inaugurando o marcador aos 26 minutos. Numa primeira parte bem disputada por ambas as equipas, o intervalo chegou com 0-1 no marcador.
.
Na segunda parte, a equipa de Miguel Paredes dobrou a vantagem aos 49 minutos, por Bruno Cunha. Volvidos dois minutos, as coisas ficaram ainda mais complicadas para o Parada, que se viu reduzido a dez elementos.
.
Aos 69 minutos, Ismael fez o terceiro golo decidindo praticamente a questão do apuramento. Aos 71 minutos, o ex-júnior da AD Fafe, Garcia, fixou o resultado final em 0-4. Contudo, a vantagem não evitou uma contrariedade – aso 87 minutos, o Arões também ficou reduzido a dez, com a expulsão de Bruno Cunha.
.
O Arões discute agora, diante do Amigos de Urgeses, o acesso às meias-finais da prova. A equipa vimaranense eliminou outra equipa fafense na ronda anterior, o GD Travassós. O jogo está agendado para o dia 1 de Maio, no Parque Desportivo de Arões.
.

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Pró-Nacional: Brito SC, 1 - Arões SC, 1

Opinião: 
Texto e fotos: Rui Silva
.
Jorge Miguel marcou e foi expulso no lance que decidiu o jogo 
.
- Houve desperdício mas também um erro de arbitragem que influenciou o resultado

As bancadas do Parque de Jogos do Brito SC encheram para este jogo da 30ª jornada, que opunha o 10º ao 3º classificado da Pró-Nacional, Brito e Arões, respetivamente. O jogo terminou empatado a uma bola. Jorge Miguel marcou para o Arões e foi expulso, num lance ajuizado incorretamente e que deu a grande penalidade do empate dos vimaranenses.

Jorge Miguel inaugurou o marcador antes de ser expulso
Logo ao dois minutos, cruzamento longo de Barbosa para Ismael, que num belo gesto técnico remata de primeira para fora. Minuto 10, Ismael com o peito isola André que após passar por Manel, remata para a baliza, com um defesa a cortar para canto. O Arões mais ofensivo perante um Brito expectante originou nova investida dos homens de Miguel Paredes.

Ao minuto 12, canto a favor do Arões, corte de um defesa leva a bola à barra, sobrando para Jorge Miguel que não desperdiçou a oportunidade para inaugura o marcador. Nos festejos do golo, Jorge Miguel dirigiu-se ao banco, onde levantou a camisola de Óscar que tem sido perseguindo pelas lesões e não jogara mais esta época.

Ao quarto de hora de jogo, infortúnio para Miguel, que após uma primeira queixa, minutos antes, acabou por ceder o lugar a Paulo Jorge, por não se encontrar em condições para prosseguir na partida. O Brito dava notas de reagir ao golo do Arões, e ao minuto 20, criou perigo na marcação de um canto, Paulo Jorge sacode a bola sobrando esta para Ricardo Cruz que cabeceia mal, e depois Vasco também remata mas sem sucesso.

O Brito aproveitava as bolas paradas para criarem perigo e ao minuto 25, na sequência de um livre Nelson antecipa-se a Paulo Jorge cabeceando à barra, esteve perto o Brito de igualar. Ao minuto 28, Jorge Barroso viu o que mais ninguém viu, nem os homens de Brito nem o seu auxiliar, melhor posicionado. Néné no ombro a ombro com Diogo corta a bola para canto e o juiz da partida assinala penalti. No lance Jorge Miguel viu o cartão vermelho direto, por desabafo à ridícula marcação da falta, deixando o Arões reduzido a 10.

Quem não esteve para brincadeira foi Ricardo Cruz que não vacilou na hora da marcação do penalti e empatou a partida. Ainda antes do intervalo, Barbosa, bem posicionado perdeu o controlo da bola. Aos 41 minutos, Manel negou o golo a Gustinho desviando o esférico par canto.

No segundo tempo, foi o Arões que mesmo em inferioridade numérica foi à procura do golo, da vantagem. E foram muitas as oportunidades de golo criadas do Arões, contra apenas uma do Brito. Minuto 63, Bruno Cunha passe a rasgar para Barbosa que viu Manel sair-lhe aos pés perdendo-se mais uma boa ocasião.

Volvidos dois minutos, novo passe de Bruno Cunha a isolar Ismael, que na zona do penalti, vê um defesa, na hora do remate tirar-lhe o pão da boca. Seguiram-se mais dois lances de em que Bruno e Ismael acabaram por ganhar apenas dois cantos. Na única oportunidade do Brito na segunda parte, João viu Paulo Jorge a sair-se bem de entre os postes para cortar o lance.

Já nos descontos Ismael e Garcia desperdiçam soberanas ocasiões de golo. Aos 92 minutos, belo entendimento com Garcia a isolar Bruno Cunha com o calcanhar, este pica a bola sobre Manel e Ismael com a baliza aberta remata de pé esquerdo ao poste. No minuto seguinte Garcia recebe a bola em boa posição, remata, mas Manel defende, seguindo-se o apito final. Nota para o carácter dos jogadores do Arões que em tarde de muito calor e em inferioridade, tudo fizeram para chegar ao golo, lutando até ao fim pela vitória.
.
#  ficha de jogo #

Jogo realizado no Parque de jogos do Brito SC . Brito . Guimarães.

Árbitro: Jorge Barroso, auxiliado por Luís Oliveira e Carlos Fontes.

BRITO SC: Manel, Sílvio, Vasco, Meira, Nuno Ribeiro, João, Ricardo, Luís Miguel, Diogo, Nelson e Ricardo Cruz. Treinador: André Pereira.

ARÕES SC: Miguel, Pedro Rosita, Fernando Beijinhos, Sérgio, Jorge Miguel, Néné, Barbosa, Gustinho, André, Ismael e Raimundo. Treinador: Miguel Paredes.

Disciplina - cartão amarelo: Vasco, 11’; João, 51’; Néné, 53’; Nuno Ribeiro, 65; Sérgio, 70; Pedro Rosita, 80’; Garcia, 91’. Cartão vermelho: Jorge Miguel, 28’.

Marcador: Jorge Miguel, 12’; Ricardo Cruz, 29 (g.p).
.

domingo, 13 de abril de 2014

Reunião da Assembleia de Freguesia de Arões São Romão na próxima terça-feira

Opinião: 
Fonte: JF Arões São Romão
.
Às 21 horas no Auditório da Junta de Freguesia
.
Ao abrigo do disposto n.º 1 do art.13 da Lei 75/2013, de 12/09, o Presidente da Mesa da Assembleia de Freguesia de Arões S. Romão, Vítor António Oliveira Castro, convocou uma reunião ordinária deste Órgão para o próximo dia 15 (3.ª feira).
.
Da ordem de trabalhos constam a reapreciação e deliberação do Regimento da Assembleia de Freguesia; a apreciação da informação escrita da Sr.ª Presidente da Junta acerca da atividade da Freguesia; a apreciação e deliberação relativa à Prestação de Contas do ano de 2013; a informação de declarações da Presidente da Junta no âmbito da Lei sobre a assunção de compromissos e pagamentos (alínea c) do nº 2 do art.º 15 da Lei nº8/2012, de 21 de fevereiro); a apreciação e deliberação da 1ª Revisão do Orçamento e PPI do ano de 2014.
.
Recorde-se que a sessão é pública, tendo início agendado para as 21 horas no Auditório da Junta de Freguesia de Arões São Romão
.

Resultados da formação do Arões SC

Opinião: 
Foto: MPPV 
Benjamins voltaram a golear, desta feita o Torcatense 
.
Fim de semana 100% vitorioso para os dois escalões de formação que entraram em campo. Infantis e Benjamins venceram o Antime e o Torcatense, respetivamente. Os dois jogos acabaram em goleada.
.
Infantis:
.
Arões SC, 5 - Antime, 2
.
Benjamins:
.
Arões SC, 6 - União Torcatense, 0
.

terça-feira, 8 de abril de 2014

Resultados da formação do Arões SC

Opinião: 
Foto: MPPV
.
Benjamins do Arões venceram dérbi e estão agora a um
ponto do quarto lugar, pertença do Ases de São Jorge
- 30 golos nos últimos quatro jogos
Juniores:
.
Arões SC, 4 - São Nicolau Basto, 2
.
Juvenis: 
.
Vasco da Gama, 0 - Arões SC, 3
.
Iniciados:
.
Arões SC, 1 - Os Sandinenses, 3
.
Benjamins:
.
Desp. Ases São Jorge, 8 - Arões SC, 9
.

segunda-feira, 7 de abril de 2014

Juvenis: Arões vence dérbi com o Vasco da Gama

Opinião: 
Texto: Ricardo Castro | Foto: Rui Silva
.
Bis de Hugo foi o mote para a vitória
.
- Já lá vão seis jogos seguidos sem perder
.
Os Juvenis do Arões foram a Medelo vencer o Vasco da Gama por três bolas a zero, no dérbi fafense da 23.ª Jornada. Hugo bisou e Marcelo apontou o outro golo da turma aronense.
.
Na primeira parte, o Arões chegou ao golo por Hugo, que inaugurou o marcador. Pouco depois, Marcelo, na conversão de uma grande penalidade, elevou para 0-2, resultado com que se chegou ao intervalo.
.
A etapa complementar ofereceu mais um golo, novamente por Hugo, que bisou e sentenciou o rumo do jogo, com o terceiro golo da equipa visitante.
.
Com este triunfo, o Arões elevou para seis o número de jogos seguidos sem perder - três vitórias e três empates - e está no 8.º lugar, com 27 pontos. Já o Vasco da Gama ocupa o 11.º posto, com 6 pontos. Na próxima jornada, o Arões recebe o Polvoreira e a equipa de Medelo vai a Airão.
.

Juniores do Arões voltam às vitórias

Opinião: 
Texto: Ricardo Castro | Foto (arquivo): Rui Silva
.
Triunfo caseiro diante do São Nicolau de Basto
Miki voltou a deixar a sua marca, agora com um 'bis'
.
Depois de cinco derrotas consecutivas, os Juniores do Arões voltaram a vencer. Na receção ao 'lanterna vermelha', o São Nicolau de Basto, triunfo por 4-2, num jogo que assinalou um 'bis' de Miki e a estreia de Teixeira e Miguel Oliveira a marcar pela equipa aronense.
.
Logo aos 2 minutos, Miki deu o primeiro sinal, mas o remate saiu por cima. Aos 7', surgiria mesmo o primeiro golo do jogo. Abertura de Presunto para Teixeira, com este a rematar cruzado e rasteiro, inaugurando o marcador. O São Nicolau despertou com o golo sofrido e podia ter empatado, mas já sem o guarda-redes na baliza, Marco salvou um golo feito, com um corte crucial.
.
O Arões chegaria ao 2-0 perto dos 20 minutos de jogo. Lance rápido de Miki, com o avançado do Arões a rematar à saída do guardião adversário, dobrando a vantagem da equipa da casa. O São Nicolau voltou a responder a um golo sofrido - e desta vez com sucesso. Na sequência de um lançamento lateral, Jorge cortou a bola com o braço e o árbitro apontou para a marca da grande penalidade, que os visitantes não desperdiçaram.
.
Aos 25 minutos, Zé Fernandes foi travado na área do São Nicolau, mas o árbitro deixou seguir o lance, diga-se muito duvidoso. À meia hora de jogo, o Arões chegaria ao 3-1. Boa jogada entre Antunes e Teixeira, este deixou em Zé Dias, que por seu turno cruzou para a área, onde surgiu Miguel Oliveira a rematar certeiro.
.
Embalado pelo terceiro golo, o Arões chegou ao 4-1 aos 34 minutos. Depois de uma recuperação de Zé Dias no meio campo defensivo, a bola sobrou para Miki, que disparou em velocidade, deixando para trás dois adversários e à saída do guarda-redes, atirou a bola para o fundo da baliza. Num lance de contra-ataque, o São Nicolau ainda reduziu antes do intervalo para 4-2.
.
Na segunda parte, o Arões geriu a vantagem e podia ter aumentado o pecúlio, não fosse o remate de Luís Soares bater no ferro da baliza, depois do um ligeiro toque do guarda-redes. O Arões ainda viu um golo anulado a Fumega, em novo lance duvidoso.
.
Pouco mais de mês e meio depois, o Arões voltou a somar pontos, precisamente pelo mesmo resultado da última vitória (4-2 ao Aldão). A equipa de Miguel Castro tem agora 19 pontos e subiu ao 10.º lugar, por troca com o Pencelo, que apesar de ter a mesma pontuação, perde no confronto direto com a equipa aronense.
.

sábado, 5 de abril de 2014

Futebol Popular: FC Marinhão, 1 - Agrupamento Santa Cristina, 3

Opinião: 
Carlos deu o mote
para a vitória
Texto: Ricardo Castro | Foto (arquivo): JCL
.
Resolvido na primeira parte
.
- Golos de Carlos, Fred e Ismael
.
O Agrupamento de Santa Cristina venceu o dérbi fafense em Moreira de Rei, ao levar a melhor sobre o Marinhão, por três bolas a uma. A equipa de Vítor Vieira entrou determinada em campo e resolveu o assunto na primeira parte do desafio.
.
A equipa visitante inaugurou o marcador por Carlos, tendo Fred dobrado a vantagem para o Agrupamento. Ainda na primeira parte, Ismael praticamente colocou o ponto final no jogo, ao fazer o 0-3.
.
Na segunda parte, a equipa forasteira soube gerir a vantagem, mas aos 80 minutos o Marinhão reduziu, apontando o tento de honra. Pouco depois, o autor do 0-2, Fred, saiu lesionado e deixou a equipa reduzida a dez até final. O Marinhão ainda causou alguns problemas defensivos ao adversário, mas até final nada mais se alterou.
.
O Agrupamento soma 29 pontos e está agora a apenas um do Fareja, que lidera o campeonato. Contudo, a equipa que para o ano vai ingressar nos campeonatos distritais tem um jogo a menos.
.

Declarações dos treinadores após o Arões - Celoricense (2-0)

Opinião: 
Miguel Paredes: "Queria muito ganhar este jogo pelo grupo"
.
“Acho que devo enaltecer a qualidade do grupo, quer a nível futebolístico, de personalidade e aplicação ao longo da época. Temos tido grandes dificuldades. Uma equipa que fica sem cinco jogadores importantes por lesão mostrou neste jogo que tem qualidade para estar nos lugares cimeiros deste campeonato. Queria muito ganhar este jogo pelo grupo e para provar que o plantel, apesar de curto, tem qualidade. Temos tido muito revés, mas temos feito o nosso trabalho e continuamos a querer ficar nos primeiros lugares. O jogo foi muito difícil. Entramos bem com o golo e o Celorico teve muita posse, mas poucas oportunidades. Com um bocadinho mais de calma, em ataque rápido, podíamos não ter tido tantos lances em fora-de-jogo. Na segunda parte a toada manteve-se mais ou menos e nós tentamos chegar a frente, mas não conseguimos fazer o 2-0 e o jogo assim é sempre perigoso. Apareceu o penalti e felizmente o Miguel defendeu. Depois, com dez para dez, acabamos por fazer o segundo golo. O Celorico é uma equipa que joga muito bem e nós sabíamos. Optamos por deixá-los jogar mais e tentar sair rápido para o contra-ataque. Continuamos na luta, temos mais cinco jogos, queremos ganhar e se treinarmos e jogarmos, tanto no campeonato como na Taça, certamente iremos aparecer bem.”
.
Paulo Amor: "Bom jogo que premiou a eficácia do Arões"
.
“Foi um bom jogo que premiou a eficácia do Arões. Penso que a maior parte do domínio foi do Celorico. O Arões defende bem, apanhou-se a ganhar cedo e depois quis sair em transições rápidas. Na segunda parte arriscámos mais, tivemos a hipótese de fazer o empate no penalti. Não conseguimos e depois numa desconcentração ao Arões aumentou o pecúlio. Mas não tenho nada a apontar aos jogadores. Houve uma grande entrega, tanto de um lado como de outro. Foi um jogo disputado entre duas boas equipas e penso que o Arões foi feliz na forma como alcançou a vitória, com um golo a começar e outro a acabar. O guarda-redes do Arões fez duas defesas espetaculares, enquanto o guarda-redes do Celorico não fez uma defesa durante os noventa minutos.”