sábado, 26 de abril de 2014

Pró-Nacional: Arões SC, 1 - Merelinense FC, 1

Opinião: 


Texto: Ricardo Castro | Fotos: Rui Silva
.
A importância de saber gerir vantagens
.
- Arões sofreu empate em superioridade numérica
.
Arões e Merelinense dividiram pontos no jogo inaugural da jornada 31 da Pró-Nacional. Num jogo em que só dispôs de quatro suplentes – Paulo Jorge, Kéke, Jorge Miguel e Raimundo – a equipa de Miguel Paredes adiantou-se no marcador no último quarto de hora por Pablo e ficou em superioridade numérica, a qual não conseguiu aproveitar, sofrendo o empate já perto dos 90 minutos.
.
A primeira oportunidade pertenceu ao Arões, aos quatro minutos. Garcia cruzou e Pablo não contou com a falha de Talaia, desperdiçando a oportunidade. Aos 20 minutos, o Merelinense respondeu. Cruzamento tenso de Cara para a área e João Manuel, com uma cabeçada forte a obrigar Miguel a desviar para canto.
.
Aos 28 minutos, Ismael, numa boa jogada na direita, tirou dois do caminho e tocou para Barbosa, à entrada da área, mas o remate do médio saiu pouco por cima. A cinco minutos do intervalo, André rematou de fora da área e logo a seguir Rosita também tentou a sua sorte, mas Talaia evitou o golo em ambas as ocasiões.
.
Aos 43 minutos o Arões esteve, de novo, perto do golo. Boa jogada à entrada da área, Ismael simulou, deixou em Barbosa, que viu o remate desviado para canto. Na sequência, André bateu para a área e Talaia socou com dificuldade, com Fernando Beijinhos a rematar para nova defesa incompleta. O lance originou um livre para os da casa, com Garcia a rematar à figura. Ao intervalo, mantinha-se o nulo.
.
Na segunda parte, o Arões entrou melhor, mas a primeira oportunidade pertenceu ao Merelinense. Remate de João Manuel para defesa apertada de Miguel. Na resposta, André rematou de fora da área, para nova defesa de Talaia. Na recarga, Garcia picou para Gustinho marcar, mas o árbitro assinalou fora de jogo ao ex-júnior da AD Fafe.
.
Aos 75 minutos, Jorge Miguel cruzou tenso, Ismael dominou à entrada da área e Cara cortou a bola com o braço. O árbitro apontou para marca da grande penalidade e expulsou o defesa do Merelinense, que já tinha um amarelo. Na marcação do castigo máximo, Pablo fez o 1-0, inaugurando o marcador, aos 76 minutos. 
.
Pablo (em primeiro plano) marcou o golo do Arões
O treinador bracarense, Hugo Santos, não perdeu tempo e esgotou as substituições, com as entradas de Ruca e Belinha, sacrificando Ni e João Manuel. De seguida, Miguel Paredes lançou Raimundo e tirou Pablo e aos 83 minutos reforçou o centro da defesa, com a entrada de Kéke, para a saída de Rosita.
.
Aos 88 minutos, num cruzamento para a área do Arões, Canetas deu de cabeça e a bola sobrou para Belinha, que encostou para o empate. Nos descontos, ambas as equipas tentaram desfazer a igualdade, mas tudo se manteve. O Arões, com mais um e em vantagem, não conseguiu somar os três pontos, que permitiriam ultrapassar os bracarenses na classificação.
.
Jogo realizado no Parque Desportivo – Centro para a Formação e Juventude de Arões.
.
Árbitro: Filipe Faria, auxiliado por Renato Mendes e João Paulo Gonçalves.
.
ARÕES SC: Miguel, Pedro Rosita (Kéke, 83’), Fernando Beijinhos (cap.), Sérgio, André, Néné, Barbosa, Gustinho, Pablo (Raimundo, 79’), Garcia (Jorge Miguel, 68’) e Ismael. Treinador: Miguel Paredes.
.
MERELINENSE FC: Talaia, Cara (cap.), Mara, Torres, João Manuel (Belinha, 78’), Pedrinho, Ni (Ruca, 78’), Canetas, João Araújo (Rafa, 66’), Tiago e João Paulo. Treinador: Hugo Santos.
.
Disciplina – cartões amarelos: Néné, 24’, Cara, 25’, 75’, João Araújo, 31’, Pedrinho, 57’, Barbosa, 72’, Jorge Miguel, 81’, Belinha, 82’, André, 90+1’. Cartão vermelho: Cara, 76’.
.
Marcador: Pablo, 76’ (g.p) e Belinha, 88’.
.

Sem comentários:

Enviar um comentário