terça-feira, 13 de maio de 2014

Juniores - 1.ª Div. AF Braga: Arões SC, 2 - Atlético Cabeceirense, 2

Opinião: 
Texto: Ricardo Castro | Foto: Bruno Fumega
.
Empate a fechar no melhor ciclo de jogos do campeonato
.
- Jogo de emoções para nove atletas que terminaram a sua formação
.
Os Juniores do Arões empataram em casa com o Atlético Cabeceirense a duas bolas, no último jogo da época 2013/2014. Foi uma partida de grande carga emocional, já que nove jogadores terminaram a formação, depois de vários anos ao serviço do clube aronense: Zé Dias, Presunto, Teixeira, Bruno Miranda, Jorge, Cardoso, Fumega, Antunes e Zé Fernandes.
.
Os primeiros minutos de jogo foram equilibrados, onde ambas as equipas tentaram inaugurar o marcador. Após um passe de mestre de Zé Dias, Miki pôs à prova o guarda-redes visitante, num remate forte que criou muito perigo. O Cabeceirense respondeu à investida aronense da melhor maneira. Num lance que parecia controlado, o guarda-redes Leonel soltou a bola e a equipa visitante não desperdiçou, inaugurando o marcador. 
.
O Arões acusou o golo sofrido e perdeu objetividade, permitindo que os homens de Basto criassem perigo. Num lance de bola parada favorável ao Arões, o Cabeceirense chegou ao 0-2. Na tentativa de marcar rapidamente o lance, a equipa fafense perdeu a bola e originou um contra-ataque do qual resultou o segundo golo visitante. O intervalo chegaria com a vantagem de dois golos para a equipa forasteira.
.
A segunda parte trouxe um espírito renovado à equipa aronense, que chegou naturalmente ao golo, após algumas oportunidades não concretizadas. O suspeito do costume, Miki, aproveitou uma bola dividida e rematou colocado junto ao poste, sem hipóteses de defesa para o guarda-redes. Com o golo, Miguel Castro tirou Roberto, que se estreou a titular, bem como Teixeira, entrando Luís Soares e Cenoura.
.
Apesar das tentativas de bola corrida, o Arões chegou ao golo do empate de bola parada. Livre marcado de forma exímia por Antunes, num belo golo que colocou o marcador em 2-2.
.
Com o empate, ambas as equipas podiam ter chegado ao golo da vitória. Contudo, quer o desacerto na finalização, quer a boa exibição de ambos os guardiões, não alterou o resultado.
.
No final, as emoções saltaram à flor da pele. Para muitos, foi o fim de um ciclo, que se deseja agora próspero na condição de jogadores no escalão sénior, no qual Miki, Presunto e também Fumega já tiveram oportunidade de se estrear este ano.
.
O Arões terminou o campeonato alcançando a melhor série da temporada, com quatro jogos consecutivos sem perder, depois das três inéditas vitórias consecutivas. A equipa de Miguel Castro ficou no 9º lugar, com 26 pontos.
.

Sem comentários:

Enviar um comentário