domingo, 31 de agosto de 2014

Pró-Nacional: Águias da Graça, 3 - Arões SC, 3

Opinião: 
Texto e foto (arquivo): Ricardo Castro 
.
Expulsão de Agostinho condicionou
.
- Zezinho, André e Garcia marcaram
.
Meia dúzia de golos e divisão de pontos. O Arões foi a Padim da Graça empatar a três golos, num jogo em que a equipa de Miguel Paredes esteve mais de 70 minutos em inferioridade numérica, por expulsão de Agostinho. Zezinho, André e Garcia marcaram os golos do Arões.
.
O Águias da Graça, uma das quatro equipas que subiu à Pró-Nacional este ano, entrou melhor em jogo e traduziu a ligeira superioridade em golo. Aos 10 minutos, Moreira, no coração da área, correspondeu da melhor maneira no a um cruzamento do lado direito.
.
Em desvantagem, o Arões teve mais uma contrariedade aos 19 minutos. Agostinho entrou na área contrária e foi derrubado. Contudo, o árbitro entendeu que o médio aronense tentou arrancar uma grande penalidade, mostrando-lhe o segundo cartão amarelo e consequente vermelho.
.
No entanto, a equipa forasteira mostrou que a inferioridade numérica nem sempre se traduz em vantagem para o adversário. Zezinho tabelou com Filipe, entrou na área e concluiu a jogada da melhor maneira, restabelecendo a igualdade à meia hora de jogo. Pouco depois André, lançado por Marquinhos, colocou o Arões a vencer pela primeira vez. Estavam decorridos 35 minutos. Antes do intervalo, a equipa fafense voltou a marcar, mas o golo foi anulado.
.
O técnico da formação bracarense lançou Belela e Tiago Alves para a segunda parte, numa clara aposta em busca do golo. Aos 55 minutos, Pedro repôs a igualdade, desta feita a duas bolas. E à hora de jogo, o Águias da Graça voltou à vantagem, com o recém-entrado Tiago Alves a colocar o marcador em 3-2. Tal como o Arões tinha feito no primeiro tempo, cinco minutos bastaram para a equipa da casa virar o resultado a seu favor.
.
Miguel Paredes respondeu com dupla substituição, lançando Pedro Rosita e Barbosa para os lugares de André e Gustinho. Progressivamente, o Arões ganhou novo fôlego no meio campo. Mas foi a última substituição aronense a influenciar de forma direta o resultado. Garcia rendeu Filipe aos 70 minutos e a dez do fim, colocou o resultado em 3-3, ao apontar de forma notável um livre direto. Antes do fim, Pedro Rosita introduziu a bola na baliza de Malhão, mas o árbitro auxiliar anulou o golo por fora-de-jogo.
.
O Arões soma quatro pontos e está no grupo dos segundos classificados, apenas a dois pontos do Terras de Bouro, a única equipa que soma por vitórias os jogos já disputados. Os fafenses recebem no próximo sábado o GD Joane, equipa que, após a derrota na ronda inaugural em São Torcato (1-0), empatou em casa com o Porto D’Ave a uma bola.
.
Jogo realizado no Campo Carlos Alberto Araújo . Padim da Graça . Braga
.
ÁGUIAS da GRAÇA: Malhão, Flávio (Tiago Alves, 45’), Afonso, António, Quinteiro .cap. (Hernani, 61’), Moreira, Rogério, Ângelo, Pedro, Tiririca e Tiago (Belela, 45’). Treinador: Bé Palheiras.
.
ARÕES SC: João Sampaio, Marquinhos, Fernando Beijinhos (cap.), Nandinho, Zezinho, Néné, Gustinho (Barbosa, 61’), André Sampaio (Pedro Rosita, 61’), Agostinho, Filipe (Garcia, 70’) e Zezé. Treinador: Miguel Paredes.
.
Disciplina - cartão amarelo: Agostinho,12’; Ângelo, 19’; Agostinho, 19’; Nandinho, 44’; Gustinho, 47’; Pedro, 50’; Tiririca, 52’; Afonso, 55’; Moreira, 65’ e António, 75’. Cartão vermelho: Agostinho, 20’ (acumulação).
.
Marcador:  Moreira, 10’; Zézinho, 30’; André, 35’; Pedro, 55’; Tiago Alves, 60’; Garcia, 80’.
.

Sem comentários:

Enviar um comentário