sábado, 23 de agosto de 2014

Pró-Nacional: Arões SC, 1 - FC Marinhas, 0

Opinião: 

Texto: Ricardo Castro | Fotos: João Carlos Lopes
.
Zézé marcou o golo da vitória
.
O Arões estreou-se da melhor maneira na Divisão Pró-Nacional 2014/2015. Um golo de Zezé, aos 22 minutos, bastou para a equipa de Miguel Paredes derrotar o Marinhas, na primeira jornada do campeonato.
.
Com seis baixas por lesão (Paulo Jorge, Rampa, Óscar, Pablo, Bruno Cunha e Alírio), o treinador aronense lançou outros tantos reforços no onze inicial. João Sampaio na baliza, Nandinho no centro da defesa, Marquinhos do lado direito, Agostinho no meio campo e os dois homens mais ofensivos, Filipe e Zézé.
.
A primeira parte foi pobre em oportunidades de golo. O Marinhas, a jogar em 4x3x3, tentou chegar ao golo de bola parada, mas o guarda-redes João Sampaio e a defensiva do Arões travaram as várias investidas no primeiro quarto de hora.
.
O primeiro remate só surgiu aos 15 minutos, para o Arões. O esquerdino Agostinho tentou de meia distância com o ‘pé cego’, mas Zé Luís defendeu sem dificuldade. Três minutos depois, Marquinhos lançou longo para a área contrária e Zezé, com pouco espaço, tentou o chapéu a Zé Luís. Na recarga, Filipe cabeceou muito ao lado.
.
Aos 22 minutos, o Arões chegou ao único golo do jogo. André levou a melhor no meio campo contrário, driblou sobre o trinco Jerónimo e entregou a Zezé. O avançado, com espaço à entrada da área, rematou rasteiro e frouxo, mas a bola foi bem colocada e entrou junto ao poste direito da baliza.
.
A equipa fafense segurou o jogo até ao descanso, pressionando no meio campo do Marinhas, que por seu turno lutava mas sem criar ocasiões. Aos 36 minutos, a bola rondou a baliza aronense, mas o capitão Beijinhos cortou o cruzamento de Rafa na ‘hora H’.
.
À semelhança da primeira parte, foram pobres os 15 minutos iniciais do segundo tempo. Algumas quezílias entre jogadores e muita luta pela bola, mas sem resultados práticos. O Arões tentou dilatar a vantagem à hora de jogo. Primeiro foi Nandinho a cabecear pouco por cima a livre de Filipe. Depois, um remate espontâneo de André saiu pouco ao lado.
.
Com mais tempo de preparação do que o adversário, um Arões mais mecanizado primava pela posse de bola, ao passo que o Marinhas tentava o futebol direto para os homens da frente, tendo Carioca como referência aérea. Mas seria de bola parada que a equipa visitante voltaria a testar a equipa da casa. Aos 75 minutos, Orlando fez o único remate do Marinhas à baliza, após um canto. Segurou João Sampaio, guarda-redes que apesar de poucas intervenções, deu sempre estabilidade à zona mais recuada da sua equipa.
.
O Arões segurou a vantagem mínima até ao fim. Num jogo típico de início de época, a convicção do reforço Zezé desatou o nulo num jogo com poucos remates e oportunidades.
.
Jogo realizado no Parque Desportivo Centro para a Formação e Juventude de Arões.
.
Árbitro: Flávio Sousa, auxiliado por Raquel Correia e Paulo Vieira (AF Braga).
.
ARÕES SC: João Sampaio, Marquinhos, Fernando Beijinhos (cap.), Nandinho, Zezinho, Néné, Barbosa (Gustinho, 60’), André Sampaio (Pedro Rosita, 71’), Agostinho, Filipe (Raimundo, 84’) e Zezé. Treinador: Miguel Paredes.
.
FC MARINHAS: Zé Luís, Salgado, Luís Amorim (Zola, 76’), Orlando, Bruno, Jerónimo, Ruben (Zé Barbosa, 63’), Gil, Rafa, Carioca e Peão. Treinador: Jó Faria.
.
Disciplina – cartões amarelos a: Carioca, 25’, Néné, 35’, Ruben, 55’, Rafa, 67’, Luís Amorim, 70’, Zé Barbosa, 77’ e Agostinho, 87’.
.
Marcador: Zezé, 22’.
.

Sem comentários:

Enviar um comentário