domingo, 16 de novembro de 2014

Pró-Nacional: São Paio D' Arcos, 1 - Arões SC, 0

Opinião: 
Texto e fotos: Rui Silva
.
Castigo pesado para os aronenses
.
O Arões foi a Lomar, casa emprestada do S. Paio D´Arcos tentar alcançar a liderança do pró-nacional, mesmo que à condição. No onze inicial de Miguel Paredes ausência notória do melhor marcador da prova, Zézé que esteve presente nas bancadas, está de luto pela morte do seu avô.

A primeira parte foi de equilíbrio, com o juiz da partida a passar despercebido, mostrando apenas por uma vez a cartolina amarela ao jogador Laranja (minuto 25), o mesmo que havia feito o único remate à baliza de João Nunes, na primeira parte, após contra-ataque rápido.

O Arões apesar de pautar o seu jogo, pouco mais fez, tendo nos minutos iniciais da partida uma investida de Bruno Cunha pela esquerda, cruzamento bem feito, e em superioridade o Arões não conseguiu o golo, André chega ligeiramente atrasado. A cinco minutos do intervalo, Fernando Beijinhos teve soberba oportunidade para inaugurar o marcador, quando respondeu bem a um canto, já na pequena área e enquadrado com a baliza, vê o remate sair um nada ao lado.

Pelo meio nota também para o remate de Pablo, na ressaca de um canto viu Fernando respirar de alívio ao ver a bola passar muito perto do ferro.

A luta a meio campo e o bom desempenho das defesas resultaram num empate sem golos ao intervalo.

Neste regresso ao jogo, seria Santa a aproveitar uma perca de bola do meio campo do Arões a tentara a sorte num remate fora da área, mas sem perigo para a baliza de João Nunes.

Mas foi um Arões mais destemido que se impôs neste segundo tempo, na resposta Pablo recupera ganhado o lance a Horácio e a seu jeito tentou o remate de meia distância, mas saiu ao lado.

O Arões estava nitidamente por cima na partida, jogava-se predominantemente no último terço do terreno e várias investidas do Arões colocaram a equipa de Zequinha de sobreaviso, obrigando-a a recuar no terreno, sem que nunca abdicasse de espreitar o contra-ataque.

Ao minuto 58, André a passe de Barbosa remata forte, obrigando Fernando a ceder canto, no que seria a defesa da tarde.

Contra a corrente do jogo, na sequência de um canto ganho após lance de contra-ataque, Duarte ganha nas alturas, cabeceia desenquadrado com a baliza, a bola bate no ombro de Pedro Rosita e o árbitro da partida, não só marca penalti como mostra o cartão vermelho direto ao jogador Aronense, com indignação de todos os elementos da equipa Fafense.

Diogo não desperdiçou e colocou a sua equipa em vantagem.

E foi então que se viu um Arões “ferido” e em inferioridade numérica a reagir de pronto tentando chegar ao golo da igualdade. Marquinhos a jogar mais avançado teve ao minuto 75 um belo remate à baliza de Fernando.

Foram várias as formas que os Aronenses procuraram o golo, beneficiando de vários cantos e livres o acabariam por sair de Lomar sem qualquer ponto.

Mas o bloco defensivo da equipa de Zéquinha soube aguentara a pressão Aronense, conquistando 3 preciosos pontos.

O Arões segue com os seus  21 pontos, enquanto que o S. Paio d´Arcos soma agora 18, ocupando a 8ª posição da tabela a apenas escassos 3 pontos dos Aronenses.

# ficha do jogo
.
Jogo realizado no campo Augusto Machado . Lomar . Braga.
.
Árbitro: Ulisses Costa, auxiliado por David Machado e Bruno Ferreira.
.
S. PAIO D´ARCOS: Fernando, Alex, Duarte, Diogo, Miguel, Horácio, Vitinha, Laranja, Leitão (Pinky, 82’), Rocha (Ruizinho, 84’) e Santa (Fissas, 84’). Treinador: Zéquinha.
.
ARÕES SC: João Nunes, Marquinhos, Fernando Beijinhos, Rui Rampa, Pedro Rosita, Nené (Filipe, 75’), Barbosa (Gustinho, 71’), Bruno Cunha, Pablo, André (Agostinho, 71’) e Raimundo. Treinador: Miguel Paredes.
.
Disciplina - cartão amarelo: Laranja, 25’; Santa, 56’; Duarte 57’; Rocha, 67’; Bruno Cunha, 76’; Horácio, 79’; Leitão, 81’; Alex, 90’; Diogo, 90+2’ e Duarte 90+4’. Cartão Vermelho: Pedro Rosita, 62’; Duarte 94’(2º amar.).
.
Marcadores: Diogo, 63’ (pen.).

Sem comentários:

Enviar um comentário