quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

“A Magia do Natal”: Iniciativa foi um sucesso para o Centro Social Aronense.

Opinião: 
Fotos: Centro Social de Arões.

Realizou-se na última sexta-feira à noite, no Multiusos de Fafe, pelo Centro Social de Arões o espectáculo solidário intitulado “A Magia do Natal” que foi um êxito.

A iniciativa teve como objectivo a angariação de fundos com o intuito de melhorar as infraestruturas da Quinta da Arrochela, cujo cultivo se destina ao auto-consumo pela cozinha da instituição. A referida Quinta, localizada nas traseiras do Lar Cónego Valdemar Gonçalves em Arões São Romnão, é já cultivada há uns anos no âmbito de uma estratégia de sustentabilidade para o Centro, mas neste momento a instituição pretende alargar o âmbito do projecto instalando um pomar, um sistema de rega automática e gota-a-gota e adquirindo um pequeno tractor para automatizar a manutenção desse espaço.

Esta iniciativa realizada na última semana nas palavras de Patrícia Fernandes, a Directora Técnica do Centro Social da Paróquia de S. Romão de Arões, “Só foi possível graças à enorme generosidade e apoio de todos os grupos que amavelmente aceitaram o convite para participar, assim como de inúmeros particulares que voluntariamente cederam o seu tempo, conhecimentos e equipamentos para tornarem possível este espectáculo”

Além das receitas de bilheteira, esteva ainda patente uma pequena venda de Natal com artesanato, doces regionais, compotas, licores, bolachas e marshmallows decorados.

Paralelamente, foi levada a cabo durante o espectáculo uma acção de apadrinhamento de árvores fruteiras, em que o público teve oportunidade de, por 5€, adquirir a favor do Centro Social uma árvore de fruto à sua escolha, árvores estas que irão ser agora plantadas na Quinta da Arrochela e que poderão ser acompanhadas pelos respectivos padrinhos.

Segundo a directora, Patrícia Fernandes, os resultados obtidos com a iniciativa excederam todas as expectativas da Instituição que se congratulou com a enorme afluência dos fafenses (mais de 1500 bilhetes vendidos), tendo ainda sido apadrinhadas 48 árvores e esgotado todos os licores, bolachas, doces cobertos, marshmallows e vendido bastantes compotas e artesanato. Numa análise preliminar, a Instituição estima ter angariado com este evento cerca de 3000 euros.

Sem comentários:

Enviar um comentário