sábado, 6 de dezembro de 2014

Arões SC, 3 - CD Celeirós, 0 (os treinadores)

Opinião: 
Miguel Paredes, treinador do Arões:
.
“Criámos bastantes situações de golo na primeira parte. Fruto de alguma ansiedade mantivemos o jogo demasiado tempo aberto. Deveríamos ter feito o golo mais cedo, de forma a torna o jogo mais fácil.”

“Temos tido grandes oscilações no nosso rendimento e o primeiro golo libertou-nos um bocadinho. Depois na segunda parte, quando estávamos algo intranquilos, o segundo golo deu a tranquilidade que necessitávamos.

“O nosso adversário podia ter feito o empate, que na altura era tremendamente injusto.”

“Tivemos uma conversa muito grande durante esta semana, os jogadores precisam de perceber que acima de tudo têm de ser agressivos, têm de jogar sempre no limite.”

“Temos mais dois jogos antes da paragem de fim de ano e queremos retomar o caminho que já tivemos muitas vezes.”

“Mesmo com esta irregularidade, temos andando nos lugares de cima, mas podíamos estar mais. Se pensarmos que está tudo feito, é um erro. Temos de perceber que temos obrigação de render e jogar mais. Se assim for, vamos andar nos lugares ainda mais acima.”
.
Amadeu Rosas, treinador do Celeirós: 

“Pedi aos jogadores que aguentassem o 0-0 o mais tempo possível, para enervar um bocadinho o Arões, que é uma das boas equipas deste campeonato.”

“Cometemos alguns erros que custaram caro. O Arões ganhou bem e é um dos candidatos à subida.”
“O objetivo do Celeirós é a manutenção. Lógico que temos tido uma série de derrotas e estamos a ficar cada vez mais no fim da tabela.”

“Não está a ser fácil, mas vamos analisar, trabalhar e acreditar que isto melhore.”
.

Sem comentários:

Enviar um comentário