sábado, 13 de dezembro de 2014

Pró-Nacional: Terras de Bouro, 0 - Arões SC, 0

Opinião: 
Terras de Bouro e Arões anulam-se: Zero-zero.

Ficha de jogo:

ÁRBITROS: Arnaldo Lima; Filipe Araújo e Ricardo Antunes.

A.D. Terras de Bouro: Simão; Rato (A. aos 91min.); Martinho; Bispo (A. aos 91min.); Zé Pedro; Police; Pintas; Xiço; Luís Salgueiro; Branca; Luisinho. SUPLENTES: Mico; André; Tita; Rui Costa; Lazaro; Jeremy; Piloto. João Salgueiro (Treinador)

Arôes SC: João Nunes; André; Zezé; Nandinho; Agostinho; Pablo; Rampa (A. aos 92min.); Gustinho; Nené (A. aos 85min.); Marquinhos; Zézinho “C”. SUPLENTES: Paulo Jorge; Pedro Rosita; Barbosa; Bruno Cunha; Filipe (A. aos 87 min.).; Raimundo; Rafael. Miguel Paredes (Treinador).

SUBSTITUIÇÕES:

Arões SC: André por Filipe aos 60 min., Pablo por Barbosa aos 75 min., e Agostinho por Bruno Cunha aos 75 min.

AD Terras de Bouro: Pintas por Jeremy aos 63 min. e Xiço por Piloto aos 75 min.



O Arões deslocou-se a Terras de Bouro para fechar a primeira volta do seu campeonato e o resultado traduziu o equilíbrio que ambos os planteis apresentavam um nulo para ambas as partes. O resultado demonstrou a solidez defensiva do Terras de Bouro que em 17 jogos apenas sofreu 10 golos.

Para este jogo o Arões teve uma baixa na sua equipa habitual, Fernando Beijinhos, o defesa ficou ausente da convocatória por lesão, não podendo dar o seu contributo a equipa neste desafio.

A primeira ocasião de perigo do jogo surgiu aos 4 minutos de jogo e para o Arões, num livre no flanco esquerdo, Gustinho coloca a bola na entrada da área e no ressalto Marquinhos ainda tentou a sorte mas acabou por bater forte por cima da baliza. De seguida Gustinho novamente, num cruzamento desta feita pela direita, esperando a entrada de Pablo mas Simão atento defendeu o esférico.

Na sequencia de dois cantos aos 15 e 17 minutos o Terras de Bouro tentou colocar algum perigo na área aronense mas João impôs-se na baliza.

O Arões através de André, ao minuto 20, rematou forte mas ao lado e ao minuto 30, o mesmo jogador num remate de primeira, mas mais uma vez a bola não foi encaminhada da melhor forma para a baliza adversária. Aos 37 minutos novamente André após cruzamento de Zézinho colocou a bola na figura do guarda-redes.

Quando faltavam pouco mais de 2 minutos para o final da primeira parte o Terras de Bouro esteve perto de abrir o marcador, num lance caricato através de Martinho que num ressalto de bola do meio-campo bateu o esférico para a frente terminando mesmo a sua trajectória na barra do Arões.

Ao intervalo o resultado traduzia na perfeição um jogo bastante disputado ao meio-campo com ambas as equipas a fazerem pouco para chegar perto do golo.

Foi de Pablo que surgiu a primeira grande oportunidade da 2ª parte com este a rematar à entrada da área para uma grande defesa do guarda-redes da casa para canto, na sequencia do canto Rampa de cabeça viu a bola ser aliviada em cima da linha por um defesa que aliviou prontamente a bola para fora da área.

Aos 55 minutos foi a vez do Terras de Bouro através de um pontapé livre criar perigo na área aronense. Outra vez de livre perto da área Police colocou João Nunes em sentido que teve de sacudir com os punhos.

Através de bolas paradas o Terras de Bouro criou oportunidades perto da baliza aronense que João foi conseguindo controlar para desespero da equipa da casa.

Os 3 minutos de descontos dados no final da partida permitiram ainda a ambas as equipas criarem oportunidades que foram infortunas. O encontro acabou com o mesmo resultado que se iniciou zero-zero. Nota positiva para o trabalho da equipa de arbitragem que no final da partida foi bastante elogiada pelos membros de ambas as equipas.

No próximo sábado o Arões jogará em casa contra a equipa do Desportivo de S. Cosme, num jogo a contar para a 3ª Eliminatória da Taça da Associação de Futebol de Braga.

Sem comentários:

Enviar um comentário