sábado, 31 de janeiro de 2015

Pró-Nacional: Arões SC, 2 - FC Amares, 1

Opinião: 
Texto e fotos: Ricardo Castro

Vitória sofrida mantém luta pelo topo

- Arões terminou com nove e Barbosa saiu lesionado

O Arões levou a melhor no embate com o Amares. A equipa de Miguel Paredes venceu por duas bolas a uma, no jogo de abertura da 21.ª jornada. Filipe fez o primeiro, Saviola empatou e Agostinho marcou o golo da vitória dos aronenses, num jogo que teve de tudo um pouco. Senão bastante.

Cartões foram muitos. Ao todo, o árbitro João Moreira foi ao bolso 18 vezes. Em quatro delas, mostrou o vermelho. Duas vezes para cada lado. Barbosa lesionou-se e foi substituído nos primeiros dez minutos. Logo a abrir, o médio ainda obrigou Cláudio a defesa apertada, num remate forte na área. Mas foi incapaz de continuar após um choque a meio-campo. Ajudado pelos seus colegas, Barbosa foi transportado até ao banco. De lá saiu Agostinho para o seu lugar.

Pelo meio, Filipe repetiu a graça do último jogo do Arões em casa. Livre direto à entrada da área e remate rasteiro pelo lado direito da barreira, com a bola a entrar junto ao poste esquerdo da baliza de Cláudio. O marcador mexia pela primeira vez.

A intensidade dos minutos iniciais estendeu-se ao banco. E de lá saiu a primeira expulsão. Por protestos, o árbitro mostrou o vermelho a Borges, jogador suplente do Amares.

Logo a seguir, a equipa visitante tentou responder em campo. Solto na pequena área, Flávio cabeceou pouco ao lado do poste. De resto, foram do nº9 as três melhores ocasiões da sua equipa na primeira parte. Aos 40’, João Nunes defendeu para a frente e na recarga, o avançado rematou ao lado. Já perto do intervalo, o mesmo jogador, já com pouco ângulo na área, tentou o chapéu e a bola saiu por cima.
O Arões esteve perto de sofrer o empate. Mas antes podia ter aumentado a vantagem. Aos 26’, após canto, Zézé desviou ao primeiro poste, Cláudio socou e Beijinhos falhou o remate na grande área. Pouco depois da meia hora, Filipe rematou à entrada da área, pouco por cima.

O Amares deu o primeiro sinal de perigo no segundo tempo. Aos 54’, Bié obrigou João Nunes a defesa difícil. Pouco depois, o empate. Saviola imitou Filipe e fez o 1-1 de livre direto. João Nunes não viu a bola partir e saiu mal do lance ao deixá-la passar entre as pernas.

A meio da segunda parte viu-se um Arões mais ofensivo. E a busca de nova vantagem teve êxito aos 67 minutos. Após canto de Filipe, Cláudio fez grande defesa a desvio acrobático de Zezinho e na recarga, Agostinho surgiu à entrada da área a rematar para o 2-1.

Mesmo com o segundo golo, o Arões tentou alargar a diferença. Aos 72 minutos, André viu um defesa cortar um remate na área. A dez dos 90’, Cláudio defendeu para a frente um livre de Pablo e Zezinho, em boa posição, errou o alvo. Depois do golo de Saviola, o Amares não conseguiu chegar perto à baliza de João. Nem os lances de bola parada resultaram.

Em três minutos, o Arões viu-se privado de dois jogadores. Não só para os instantes finais, como para o embate da próxima jornada com o líder Torcatense. Aos 85’, André viu o cartão vermelho direto por palavras. Depois, Néné pontapeou a bola já depois do árbitro apitar e foi expulso já depois de ter visto um amarelo na primeira parte.

Com os ânimos quentes dentro e fora de campo, a equipa de arbitragem deu oito minutos de compensação, decisão que motivou alguma estranheza por parte dos intervenientes na partida. Neste período, Agostinho colocou a bola na baliza adversária pela terceira vez, vendo o árbitro anular o lance por suposta falta sobre Cláudio.

Sete minutos depois dos 90, Orlando viu o segundo amarelo e também foi expulso. E já com meio minuto além dos oito dados, João Nunes voou para a vitória ao segurar um remate cruzado de Flávio.

O Arões soma agora 36 pontos e está provisoriamente no segundo lugar da Pró-Nacional, esperando para ver o que Terras de Bouro e Ronfe fazem este domingo. Em caso de vitória destas duas formações, a turma de Miguel Paredes termina a jornada isolada no 4.º lugar, precisamente por ter vencido o Amares, que tinha os mesmos 33 pontos à partida para este jogo.
.

Jogo realizado no Parque Desportivo de Arões – Vila de Arões São Romão, Fafe.
.
Árbitro: João Moreira, auxiliado por Paulo Leitão e Andreia Sousa.
.
ARÕES SC: João Nunes, Pedro Rosita, Rui Rampa, Fernando Beijinhos, Zezinho, Néné, Barbosa (Agostinho, 9’), Pablo, Bruno Cunha (André, 66’), Filipe (Raimundo, 77’), Zézé. Treinador: Miguel Paredes.
.
FC AMARES: Cláudio, Mara, Sérgio, Petit, Saviola, Maka (Nelinho, 63’), Zé Miguel, Hélder (cap.) (Ginho, 76’), Flávio, Bié, Orlando. Treinador: José Miguel.
.
Disciplina – cartões amarelos: Flávio, 7’, Zezinho, 27’, Orlando, 36’ e 90+7’, Pedro Rosita, 38’, Néné, 44’ e 88’, Zézé, 49’, Pablo, 55’, Bié, 55’, Rui Rampa, 83’, Nelinho, 84’, Saviola, 89’, João Nunes, 90+2’. Cartões vermelhos: Nuno Borges, 10’, André, 85’, Néné, 88’, Orlando, 90+7.
.
Golos: Filipe, 4’, Saviola, 56’, Agostinho, 67’.
.

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Miguel Paredes antevê Amares: “Pode definir muito da restante época desportiva”

Opinião: 
Texto: Ricardo Castro | Foto (arquivo): Rui Silva
.
Treinador não espera facilidades no jogo deste sábado
.
Miguel Paredes
O Arões recebe o Amares este sábado e Miguel Paredes não espera facilidades no jogo de abertura da jornada 21 da Pró-Nacional da AF Braga. Em declarações a Arões Global, o técnico aronense fala num jogo “muito importante” para a sua equipa, que “pode definir muito do que será a restante época desportiva”.
.
Os recentes resultados dos amarenses não passam despercebidos a Miguel Paredes. “Vamos defrontar uma equipa que tem seis vitórias consecutivas e nos últimos 11 jogos obteve nove vitórias e duas derrotas. Por estes números se vê a dificuldade que o jogo acarreta”, refere. Contudo, a exigência do desafio dá confiança ao treinador aronense. “É precisamente nestes jogos que a nossa equipa costuma ter um desempenho forte, o que me deixa bastante confiante para o desafio deste fim-de-semana”. 
.
As duas equipas partem com os mesmos 33 pontos para este jogo. E uma vitória garante o 4.º lugar isolado ao fim da jornada. Em caso de derrotas de Terras de Bouro e Ronfe, três pontos podem dar ainda o segundo lugar a Arões ou Amares. Miguel Paredes tem consciência da dificuldade do embate, mas espera “ambição e o máximo de concentração” dos seus jogadores, algo “fundamental num jogo equilibrado como este com o Amares deverá ser”.
.
O apoio de sócios e adeptos será crucial. Palavra de treinador. “Faço um repto para que estejam presentes e apoiem os atletas, para que todos consigamos uma vitória que será muito importante para este grupo”.
.
Arões e Amares defrontam-se este sábado, pelas 15h00, no Parque Desportivo de Arões. O árbitro da partida, João Moreira, terá como assistentes Andreia Sousa e Paulo Leitão.

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Agenda desportiva de fim-de-semana

Opinião: 
.
Campeonato Futebol Popular Sénior - 9.ª Jornada:
.
Agrupamento Santa Cristina - Águas Santas/Moure | sábado, 31 de janeiro, 15h00 | Campo de Jogos de Arões Santa Cristina
.
Campeonato Futsal Popular Feminino - 10.ª Jornada:
.
Arões SC - GCD Estorãos | domingo, 1 de fevereiro, 17h00 | Pavilhão Multiusos de Fafe
.

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Futsal: Arões, 4 - Futsal Clube de Fafe, 3

Opinião: 
Texto: Ricardo Castro
.
Vitória afasta adversário direto
.
O Arões respondeu da melhor maneira à derrota da última jornada com o Estorãos e venceu o Futsal Clube de Fafe, por quatro bolas a três. Uma vitória que permite distanciar-se de um adversário que partia com os mesmos pontos para esta jornada.
.
Para os aronenses marcaram Castro, Nélson e Marco, beneficiando ainda de um autogolo. Do lado do Futsal Clube de Fafe, Rúben, Filipe Melo e Jean foram os autores dos golos.
.
Com esta vitória, o Arões mantém o sexto lugar, agora com 18 pontos, fruto de seis vitórias e um empate, resultados a que se somam três derrotas. Nesta altura, os aronenses são o segundo melhor ataque da prova, com 41 golos (menos cinco do que o líder Santo Ovídio) e têm 29 sofridos.
.
No próximo sábado, pelas 21h00, o Arões defronta o ARA Bugio, formação que ocupa o sétimo lugar, com os mesmos pontos dos aronenses. O jogo tem lugar no Pavilhão Multiusos de Fafe.
.

domingo, 25 de janeiro de 2015

Futebol Popular: Serafão, 0 - Agrupamento, 0

Opinião: 
Texto: Ricardo Castro 
.
Empate no dérbi mantém liderança partilhada
.
Serafão e Agrupamento de Santa Cristina dividiram pontos na oitava jornada do campeonato sénior de futebol popular. O nulo foi o desfecho de um jogo com poucas oportunidades, marcado por uma grande penalidade não concretizada pelos aronenses.
.
As reduzidas dimensões do terreno de jogo não permitiram grandes oportunidades de parte a parte. A luta foi muita, mas o intervalo chegou sem alteração no marcador.
.
Na segunda parte, o Agrupamento dispôs da melhor ocasião de golo. Contudo, João levou a melhor e defendeu a grande penalidade de Eurico. A repetição exata de um filme que já se tinha visto no jogo da época passada entre as duas equipas. Na altura, o Serafão ganhou por 2-0 e João também defendeu um castigo máximo ao avançado de Santa Cristina.
.
Face ao empate caseiro do Amigos de Quinchães com o Pardelhas (1-1), o Agrupamento mantém o primeiro lugar, com os mesmos 17 pontos do Quinchães. O Serafão continua no 7.º e penúltimo posto, agora com cinco pontos somados.
.

Arões vence Antime em jogo-treino (3-1)

Opinião: 
Texto e foto (arquivo): Ricardo Castro
.
Manter o ritmo para jornada importante no campeonato
.
O Arões venceu o Antime por três bolas a uma, num jogo-treino realizado a aproveitar a paragem para os jogos Taça AF Braga, competição onde as duas equipas estão inseridas e ficaram isentas na 4.ª eliminatória.
.
A equipa de Miguel Paredes foi a primeira a marcar. O lateral-esquerdo Zezinho abriu o ativo aos dez minutos de jogo. Perto da meia hora de jogo, o Antime chegou ao empate, por E. Salgado. Ao intervalo, igualdade no Parque Desportivo de Arões.
.
Na segunda parte, o Arões foi mais eficaz. Aos 55 minutos, Raimundo fez o 2-1. Aos 71’, o ex-júnior Zé Fernandes também deixou a sua marca no resultado e apontou o 3-1 com que terminou o duelo fafense.
.
Já inscritos no lote de 16 equipas que seguirão em frente na Taça, ambos os conjuntos viram atenções para o campeonato. No próximo fim-de-semana, o Arões, quarto classificado, recebe o quinto, FC Amares, que tem os mesmos 33 pontos dos fafenses na Pró-Nacional. Na Divisão de Honra, o Antime, 3.º colocado com 28 pontos, recebe o Ruivanense, que é 5.º com menos três pontos. 
.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Junta de Arões São Romão entregou prémios de Mérito Escolar

Opinião: 
Texto e foto: JF Arões São Romão 
.
13.ª edição distinguiu nove alunos
.
No sentido de reconhecer e valorizar o mérito, a dedicação e o esforço no desempenho escolar dos alunos que se evidenciaram no ano letivo 2013/ 2014, a Junta de Freguesia de Arões São Romão realizou a entrega dos Prémios de Mérito Escolar.

Na 13.ª edição deste galardão foram nove os contemplados: Francisco Henriques Castro (1º ano), Inês Fernandes Gonçalves (2º ano), Rafael Diogo Vieira Mendes (2º ano), Inês Fernandes Freitas (3º ano)
Ana Beatriz Carvalho Fernandes (4º ano), José Pedro Alves Pinto Silva (4º ano), Rui Pedro Guise da Silva (6º ano), Eduardo Alexandre Carvalho Fernandes (9º ano) e Sara Filipa Rodrigues da Silva (12º ano)
.
A cerimónia contou com a participação do trio musical, Mariana Castro, Joana Teixeira e Joana Sousa e do Grupo de Teatro de Arões.
.
A todos os alunos foram entregues troféus e diplomas confirmativos do prémio escolar, bem como livros didáticos e, no caso dos alunos mais velhos, um valor monetário. A cerimónia terminou com o habitual beberete- convívio.
.

domingo, 18 de janeiro de 2015

Pró-Nacional AF Braga: GD Joane, 1 - Arões SC, 1

Opinião: 
Texto e foto (arquivo): Ricardo Castro
Pablo fez o único golo do Arões, de grande penalidade
.
Pablo garantiu ponto no lanterna vermelha 
.
Sem derrotas há cinco jogos, mas há três meses sem vencer fora. O Arões foi ao Estádio de Barreiros e empatou a uma bola com o Grupo Desportivo de Joane, lanterna vermelha do campeonato, em jogo da 20.ª jornada da Divisão Pró-Nacional.
.
No primeiro quarto de hora, o aval ofensivo do Arões foi maior, mas sem resultados práticos. Aos 16 minutos, o primeiro lance de perigo. Zézé recebeu na área o passe de Pablo e rematou para defesa apertada de Adrian. Dois minutos depois, a resposta do Joane. Rui Machado cruzou para Ricardo e este recebeu à vontade a bola na área, mas rematou por cima.
.
Insistiu o Joane, que aos 25 minutos viu João Nunes negar o primeiro do jogo. Na sequência de um canto, Ricardo cruzou para o desvio de Rui. O guardião do Arões estava atento. A seis minutos do intervalo, a equipa da casa chegou ao golo. Após perda de bola no meio campo defensivo, a defensiva fafense não conseguiu tirar a bola da área e Rui Machado inaugurou o marcador.
.
Em desvantagem ao intervalo, Miguel Paredes fez dupla substituição para a segunda parte. Entraram Filipe e Barbosa, para as saídas de Rosita e André. E logo a abrir, aos 47 minutos, Filipe podia ter aproveitado melhor um grande passe de Pablo, mas deixou escapar a bola pela linha de fundo. No minuto seguinte, o Joane voltou a tentar o golo. Ricardo cruzou e Vítor Hugo cabeceou pouco ao lado da baliza.
.
Aos 70 minutos, o autor do golo, Rui Machado, tentou de novo a sua sorte. João Nunes, atento, segurou o esférico. Pouco depois, o Arões ficou reduzido a dez. Marcos viu o segundo amarelo e foi expulso. Já com Raimundo em campo, os visitantes faziam os possíveis para empatar. E foi o avançado fafense a investir no ataque. Aos 75 minutos, cruzamento perigoso junto à linha. Resolveu bem a defensiva da casa.
.
Dois minutos depois, o Arões chegou ao empate. Na marcação de uma grande penalidade, Pablo converteu com sucesso e fez o 1-1, num lance que castigou falta de Rui sobre Zézé.
.
À entrada para os últimos cinco minutos, o Arões tentou dar a volta ao marcador. Filipe sofreu falta, marcou o livre para a área, mas a defensiva famalicense resolveu. Já nos descontos, o Joane também tentou o golo da vitória na sequência de um canto. A defensiva aronense foi mais forte, tirou a bola da área e o jogo terminou pouco depois. Divisão de pontos em Joane, que mantém o Arões no 4.º lugar, agora com os mesmos 33 pontos do Amares, 5.º classificado e próximo adversário da equipa de Miguel Paredes. Os amarenses somam quatro triunfos consecutivos e têm recuperado de forma significativa na classificação.
.
Jogo realizado no Estádio de Barreiros, Joane, Vila Nova de Famalicão.
.
Árbitro: Vítor Antunes, auxiliado por Miguel Coelho e Carlos Machado.
.
GD Joane: Adrian, Rui, André, Ricardo (Benício, 57’), Rui Machado, Hugo, Fina, Keita, João Cruz (Ruca, 65’) Cunha (cap.) e Vítor Hugo. Treinador: Fernando Fontão.
.
Arões SC: João Nunes, Marcos, Fernando Beijinhos (cap.), Nandinho, Pedro Rosita (Filipe, 45’), Néné (Raimundo, 66’), Bruno Cunha, Pablo, Agostinho, André (Barbosa, 45’) e Zézé. Treinador: Miguel Paredes.
.
Disciplina – cartões amarelos: Pablo, 37’, Hugo, 42’, Marcos, 55’ e 72’, Rui, 77’, Bruno Cunha, 90+1’. Cartão vermelho: Marcos, 72’.
.
Golos: Rui Machado, 39’ e Pablo, 77’ (g.p).
.

sábado, 17 de janeiro de 2015

Futebol Popular - Taça dos Campeões: CCD Macieira, 1 - Agrupamento St.ª Cristina, 0

Opinião: 
Texto: Ricardo Castro | Foto: DR
.
Fafenses estão fora da competição
.
Um golo aos 70 minutos ditou a derrota do Agrupamento de Santa Cristina em Vila do Conde, diante do Macieira, por uma bola a zero. A equipa fafense está fora da Taça dos Campeões da Federação de Futebol Popular do Norte (FFPN).
.
Ainda com o nulo no marcador, o Agrupamento dispôs de grandes oportunidades para se adiantar, em especial por Cardoso. Mas faltou sempre acerto na finalização.
.
O Macieira beneficiou de duas grandes penalidades e não conseguiu o golo. Aos 50 minutos, a bola saiu ao lado. Dez minutos depois, Júlio defendeu novo castigo máximo. Na sequência desta lance, Paulão viu o segundo cartão amarelo e foi expulso.
.
Em quatro jogos, os aronenses venceram um, perderam três e terminaram no último lugar do Grupo B, com sete golos marcados e dez sofridos. No próximo fim-de-semana, o Agrupamento desloca-se a Serafão, para a primeira jornada da segunda volta do campeonato.
.

Juniores - AF Braga: UD Polvoreira, 2 - Arões SC, 1

Opinião: 
Texto: Ricardo Castro | Foto: Rui Silva
.
Primeira derrota em treze jogos
.
É costume dizer que para tudo há uma primeira vez. E a derrota bateu à porta dos juniores do Arões, ao fim de treze jogos. A equipa de Miguel Castro perdeu por duas bolas a uma, no reduto do Polvoreira, terceiro classificado.
.
A equipa da casa não podia ter começado o jogo da melhor maneira. Um golo de livre direto, aos dois minutos, colocou o Polvoreira na frente. O empate apareceu aos 35 minutos. Rui Pedro rematou ao poste, mas a bola tabelou num jogador adversário e entrou na baliza.
.
Depois da igualdade dos primeiros 45 minutos, a segunda parte trouxe o segundo golo do Polvoreira, que ditou o resultado final.
.
O Arões continua bem isolado na liderança, com 36 pontos, agora com mais nove de vantagem sobre Sandinenses e Polvoreira. Na próxima jornada, há encontro de extremos. O Arões recebe o lanterna vermelha, Mota FC, que ainda não somou qualquer ponto no campeonato.
.

Juvenis - AF Braga: Arões SC, 6 - UD Polvoreira, 2

Opinião: 
Texto: Ricardo Castro | Foto: Rui Silva
.
Goleada construída na segunda parte
.
Os juvenis do Arões continuam a somar por vitórias todos os jogos na Série D da 2.ª Divisão Distrital. Na 13.ª jornada, a equipa de Ricardo Cunha recebeu e venceu o Polvoreira, por seis bolas a duas.
.
Num lance a meias com um adversário, Hugo levou a melhor e inaugurou o marcador a favor dos aronenses, aos cinco minutos. O Polvoreira chegou ao empate seis minutos depois. Antes do intervalo, Emanuel repôs a vantagem dos da casa, aos 37 minutos.
.
Uma entrada de rompante na segunda parte deu ao Arões o 4-1 no marcador. Primeiro por Martinho, aos 41 minutos, num remate de meia distância a aproveitar mau passe do guardião visitante. No minuto seguinte, Hugo ganhou na velocidade à defensiva contrária, driblou o guarda-redes e atirou a contar.
.
Com grande entrega de parte a parte, o Polvoreira conseguiu responder e reduziu para 4-2 aos 53 minutos. Contudo, o Arões chegou à mão cheia cinco minutos depois, por Pedrinho. Aos 61 minutos, após boa jogada coletiva, Freitas fixou o resultado final em 6-2.
.

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Futsal - Liga Fafedry: Arões SC, 10 - Aboim, 1

Opinião: 
Texto: Ricardo Castro
.
Goleada ao lanterna vermelha com hexa de Castro
.
- Arões sobe ao 5.º lugar na classificação
.
O Arões goleou a formação do Aboim por dez bolas a uma, em jogo a contar para a 9.ª jornada do campeonato concelhio de futsal, a Liga Fafedry.
.
Castro foi a grande figura da partida, ao apontar seis dos dez golos da formação aronense. Marco bisou e os restantes golos foram apontados por Daniel Guerra e Paulo Pereira. Para o lanterna vermelha do campeonato marcou Fary.
.
Dada a derrota do ARA Bugio diante do Ribeiros (1-3), o Arões ascendeu ao quinto lugar da classificação, agora com 15 pontos somados, fruto de quatro vitórias, três empates e duas derrotas.
.
Na próxima sexta-feira, o Arões mede forças com o Estorãos, no jogo de abertura da 10.ª jornada. O jogo está marcado para as 22h00, no Pavilhão Municipal de Fafe.
.

Formação do Arões SC com jornada positiva

Opinião: 
Texto: Ricardo Castro | Foto: Rui Silva
.
Quatro vitórias em cinco jogos nos campeonatos distritais
.
Foi um fim-de-semana muito positivo para os escalões de formação do Arões SC nos campeonatos distritais da AF Braga. Quatro vitórias em cinco jogos, numa jornada em que só a equipa B de infantis perdeu.
.
Em benjamins, o Arões goleou o Ases de São Jorge em casa, por 13-2, na 10.º jornada da Série L. Face à folga do Fafe nesta ronda, o Arões subiu ao terceiro lugar, com 16 pontos em nove jogos, mais dois que os fafenses, mas também mais um jogo. Na próxima jornada, o Arões desloca-se a Vizela, para defrontar o Santa Eulália, 11.º classificado com quatro pontos.
.
Proeza semelhante fez a equipa A de infantis, diante do mesmo Ases de São Jorge. O Arões recebeu o vizinho fafense e venceu por 4-1. À semelhança dos benjamins, o Arões beneficiou da folga da AD Fafe e subiu ao 6.º lugar da série K, somando agora 13 pontos em oito jogos. Na próxima jornada, o Arões joga em Antime, em mais um dérbi fafense.
.
A equipa de infantis B não teve uma jornada feliz. Na série J, os aronenses foram a Tabuadelo e perderam por 5-2. Tiago bisou e pelo meio Leandro fez novo golo, colocando os vimaranenses a vencer por 3-0. Samu reduziu para 3-1, porém Tiago ampliou para 5-1, completando o poker na partida. A fechar, Hugo reduziu para 5-2. O Arões segue no 12.º e penúltimo lugar, com quatro pontos em nove jogos. Na próxima jornada, o Arões recebe o Santa Eulália, que está imediatamente acima na classificação, com mais dois pontos.
.
A equipa de Iniciados recebeu e venceu o Aldão, por 9-0. A equipa de Rui Almeida segue no 3.º lugar com 28 pontos, menos um que o Fafe e menos dois que o líder Ponte, que tem menos um jogo. Na próxima jornada, os aronenses jogam em Tabuadelo.
.
Os juvenis, tal como Arões Global noticiou este domingo, foi ao reduto do Santiago de Candoso vencer por cinco bolas a zero. A equipa do professor Ricardo Cunha segue na liderança, com doze vitórias no mesmo número de jogos.
.

Filipe e a vitória do Arões: "Jogo complicado nos últimos quinze minutos"

Opinião: 
Foto: Ricardo Castro
.
.
Filipe marcou o único golo do jogo, na vitória do Arões diante do Águias da Graça. No final da partida, o veterano avançado falou num jogo muito difícil, onde o Arões teve a felicidade de não sofrer o golo, nomeadamente na grande penalidade defendida por João Nunes.
.
“Uma partida complicada, contra uma boa equipa. Este campeonato é muito equilibrado, as equipas são muito equilibradas. E este era um jogo que tínhamos que ganhar. Ganhamos um a zero, num jogo muito difícil e estamos na luta. Normalmente, quem não marca sofre. Tivemos várias oportunidades para ‘matar’ o jogo, mas não conseguimos. O Águias acreditou, teve uma grande penalidade e felizmente o nosso guarda-redes defendeu. O futebol é mesmo assim, por acaso não sofremos. Mas foi um jogo complicado nos últimos quinze minutos.”

João Nunes: "O importante foi os três pontos"

Opinião: 
Foto: Ricardo Castro
.
Guarda-redes segurou a vitória aronense nos últimos minutos

João Nunes era, à semelhança de toda a equipa do Arões, um homem feliz no final do jogo diante do Águias da Graça. O jogador natural da Póvoa de Varzim defendeu uma grande penalidade a remate de Quinteiro, já perto dos 90 minutos. Em declarações ao Arões Global, o guardião deu maior destaque a mais três pontos conquistados pelo Arões:
.
“Todos somos um grupo e o importante foi os três pontos. É para isso que nós trabalhamos durante a semana e estou feliz por isso. Procuramos sempre ganhar jogo a jogo e no final veremos se conseguimos chegar lá cima ou não. Espero que sim, porque temos plantel para isso. Temos é de lutar, jogo a jogo.”
.

domingo, 11 de janeiro de 2015

Juvenis - AF Braga: Santiago Candoso, 0 - Arões SC, 5

Opinião: 
Ricardo Cunha, treinador do Arões
Texto e foto: Ricardo Castro
.
Mão cheia para a dúzia de vitórias
.
- Arões só sabe ganhar esta época
.
Os juvenis do Arões foram ao concelho de Guimarães golear o Santiago de Candoso por cinco bolas a zero. A equipa do professor Ricardo Cunha continua firme na liderança e imparável face aos seus adversários. Em doze jogos, os aronenses somam outras tantas vitórias.
.
Hugo inaugurou o marcador aos oito minutos de jogo. Ainda na primeira parte, Vítor ampliou a vantagem aos 26 minutos e Martinho fez o terceiro golo nove minutos depois, levando o Arões para o intervalo a vencer por três a zero.
.
Na segunda parte, Vítor bisou aos 55 minutos, colocando o marcador em 0-4. Aos 68 minutos, João Pinto selou as contas do desafio, com o quinto golo.
.
Ao fim de doze jogos, o Arões soma os 36 pontos possíveis, mais oito do que o Vieira, segundo classificado. Um campeonato dominado pela equipa fafense, que já marcou 58 golos e sofreu apenas cinco. Na próxima jornada, o plantel de Ricardo Cunha recebe o Polvoreira, terceiro colocado com 27 pontos somados.
.

Miguel Paredes: "Trememos um bocado na fase final"

Opinião: 
Declarações de Miguel Paredes, treinador do Arões, no final do jogo diante do Águias da Graça:
.
“Durante a primeira parte fomos muito superiores ao adversário. Criámos muitas situações para marcar, só conseguimos num golo do Filipe, numa grande execução de livre.

Tivemos várias situações para fazer o 2-0, não conseguimos. Dominamos a toda a prova. O nosso adversário é uma equipa muito agressiva e criou muitas situações em lances de bola parada, onde era mais forte.”

Na segunda parte não entramos tão bem, no entanto tivemos oportunidades para marcar. O Zézé teve uma isolado e quem não marca arrisca-se a sofrer. Tivemos aquela situação do Nandinho em que o jogador atirou ao poste e depois, a terminar, um penalti que não posso dizer se é, porque estou bastante longe, em que o nosso guarda-redes acabou por garantir os três pontos.

Penso que trememos um bocado na fase final quando não devíamos. Mas no cômputo geral, não podemos ver o jogo por aquilo que foram os últimos minutos, mas sim por aquilo que foram os noventa. E nos noventa jogámos muito mais, fomos muito mais equipa e merecemos esta vitória sem qualquer dúvida.”
.
Declarações de Rui Dias, diretor do Águias da Graça:
.
“Foi um jogo de duas partes totalmente distintas. A primeira foi totalmente do Arões, que chegou ao golo com mérito, numa boa execução.

Na segunda parte começamos a acreditar, mandámos uma bola ao poste, marcámos um golo que é limpo. E mesmo a acabar tivemos um penalti, mérito do guarda-redes que defendeu.

O nosso objetivo é a manutenção, foi o traçado no início da época. Queremos chegar aos 40 pontos, vai ser difícil. Este campeonato é muito competitivo, ganha-se dois jogos, está-se lá em cima, perde-se dois jogos estamos logo na luta lá no fundo. Mas pelo que vi hoje, e pelo que o Águias da Graça tem mostrado, estou confiante que vamos conseguir.”
.

Futebol Popular: Agrupamento de Santa Cristina segue em frente na Taça

Opinião: 
Texto: Ricardo Castro | Foto: DR
.
Goleada caseira a confirmar vitória da primeira mão
.
Depois da vitória na semana passada, na Póvoa de Lanhoso, o Agrupamento de Santa Cristina carimbou este sábado a passagem às meias-finais da Taça da Associação de Futebol Popular de Fafe. Na segunda mão dos quartos de final, a equipa aronense goleou, em casa, o Águas Santas/Moure, por 4-0.
.
Neves abriu o marcador aos cinco minutos e, já perto do intervalo, Moura levou a equipa com uma vantagem mais confortável para o descanso e com três golos de avanço no agregado da eliminatória.
.
Na segunda parte, Cardoso aumentou para 3-0, aos 60 minutos. Volvidos outros dez, Costa fixou o resultado final em 4-0, num total de cinco golos sem resposta no conjunto das duas mãos.
.
Além do Agrupamento de Santa Cristina, seguem também para as meias-finais outras três equipas fafenses: o São Clemente, o Amigos de Quinchães e o Pardelhas.
.
Consulte aqui todos os resultados dos quartos-de-final.

sábado, 10 de janeiro de 2015

Pró-Nacional: Arões SC, 1 - Águias da Graça, 0

Opinião: 
Texto e fotos: Ricardo Castro
.
João Nunes segurou obra de Filipe
.
Filipe decidiu. João Nunes segurou. O Arões venceu pela margem mínima o Águias da Graça e continua na luta pelos primeiros lugares da Pró-Nacional. De livre direto, o avançado fez o único golo da partida. E o guardião salvou a vantagem nos últimos minutos, ao defender uma grande penalidade.
.
A vitória do Arões prova que, na falta de muitas oportunidades de golo, os lances de bola parada podem ser decisivos. Ou não fossem uma especialidade e só ao alcance da maior habilidade e frieza de alguns.
.
E foram esses dois atributos que deram ao Arões a vantagem. Filipe sofreu falta à entrada da área, pegou na bola e colocou-a com calma no solo. Ao apito do árbitro, concentrado, fez a bola passar por cima da barreira em arco, bem puxada ao canto superior da baliza. Malhão esticou-se todo. Nessa altura, já Filipe fazia a festa do golo com os seus colegas. Aos 21 minutos, o marcador sofria a única alteração do jogo.
.
Antes disso, o jogo tinha começado com quase dez minutos de atraso. Faltava o policiamento, a segurança. E esta também faltou ao ataque do Arões, até ao golo. A equipa de Miguel Paredes foi mais ofensiva neste período, mas não deu que fazer a Malhão.
.
Do outro lado, as Águias continuavam sem graça. Velocidade a vontade não faltava a Goody e Belela, dois dos homens mais adiantados da equipa. Mas o quarteto defensivo do Arões soube sempre resolver as investidas contrárias.
.
Aos 25 minutos, Bruno Cunha recuperou a bola a Hernâni a meio do meio campo contrário e viu-se num dilema. Ou seguia para a baliza, ou passava a bola a Zézé, que estava em boa posição. O médio seguiu com a bola, tentou picá-la sobre Malhão. Este, bem, fez a ‘mancha’.
.
Moreira personificou a falta de pontaria do Águias da Graça. Aos 36 e 39 minutos, dois remates. Um muito por cima. Outro muito ao lado. Pelo meio, Zézé cabeceou bem por cima, quando estava em posição de dobrar a vantagem. Já perto do intervalo, Agostinho rematou, a bola desviou num jogador contrário e bateu na barra.
.
Na segunda parte, muita luta. Muita vontade. As oportunidades é que foram poucas. Aos 51 minutos, Belela entrou na área, preparou o remate, mas Marcos cortou na hora certa.
.
O Arões podia ter chegado ao golo aos 67 minutos. Zézé surgiu perante Malhão e fez o chapéu Houve habilidade, pontaria não. A bola saiu pouco ao lado.
.
A vantagem dada por Filipe na primeira parte quase ficava comprometida aos 75 minutos. Nandinho perdeu a bola no primeiro terço do terreno, Moreira seguiu para a baliza e, ao contrário de Zézé, teve pontaria a mais. A bola bateu num poste e raspou no outro. Sorte de uns. Azar de outros.
.
O Águias da Graça chegou ao golo aos 83 minutos. Contudo, o árbitro auxiliar levantou a bandeira por ter considerado fora-de-jogo. Dois minutos depois, Gaspar Fernandes deu ordem de expulsão ao treinador dos visitantes, Bé Palheiras.
.
Aos 88 minutos, João Nunes mostrou que um guarda-redes também decide. Pode não marcar golos, mas pode evitar que eles aconteçam. Quinteiro sofreu falta na área para grande penalidade, encarregou-se de bater e viu o guardião aronense segurar, não só a bola, como os três pontos para o Arões.
.
Jogo realizado no Parque Desportivo de Arões.
.
Árbitro: Gaspar Fernandes, auxiliado por Pedro Pinto e Tiago Mendes (AF Braga).
.
ARÕES SC: João Nunes, Marcos, Fernando Beijinhos (cap.), Nandinho, Zezinho, Néné, Agostinho (André, 74’), Pablo, Bruno Cunha (Pedro Rosita, 86’), Filipe (Gustinho, 67’) e Zézé. Treinador: Miguel Paredes.
.
ÁGUIAS DA GRAÇA: Malhão, David, Roque, António, Quinteiro, Hernâni (cap.) (Palheiras, 62’), Moreira, Afonso, Belela (Tiaguinho, 59’), Goody e Semelhe (Rogério, 71’). Treinador: Bé Palheiras.
.
Disciplina – cartões amarelos a: Zézé, 20’, Belela, 20’, Goody, 21’, Néné, 40’, Marquinhos, 53’, Rogério, 83’, Pablo, 88’, João Nunes, 90’.
.
Marcador: Filipe, 21’.

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

A.F. Braga: Pró-Nacional, 18º jornada, Marinhas-Arões, 0-0

Opinião: 
Ventos do mar não correram de feição

Jogo no Complexo Desportivo de Marinhas, em Esposende.

Árbitro, Tiago Castro, auxiliado por Renato Castro e Gualter Castro.

F.C. Marinhas: Zé Luís; Salgado, Luís Amorim, Bruno Tómas, Campinho, Carioca, Ruben Feiteira, Orlando, João Carlos (Peão, 77’), Zé Barbosa (Beto, 60’), João Vitor (Pedro, 86’) . Treinador, Jó Faria.

Arôes S.C.: João Nunes; Zézinho, Pedro Rosita (Filipe, 67’), Zezé, Bruno Cunha, Nandinho, Agostinho (André, 69’), Pablo (Gustinho, 77’), Rampa, Nené, Marquinhos. Treinador, Miguel Paredes.

DISCIPLINA:

Cartão Amarelo – Marquinhos, 35’; Nandinho, 36’; Salgado, 40’; Luís Amorim, 65’; Pablo, 67’; Bruno Cunha 70’; Campinho 80’ e André 85’



A equipa de Arões deslocou-se a Esposende para defrontar a equipa do Marinhas naquele que foi o primeiro confronto da segunda volta do campeonato, o resultado não foi o desejado para o Arões que “perdeu” dessa forma dois pontos no campo do Marinhas.

O Arões criou logo aos 2 minutos de jogo por intermédio de Bruno Cunha uma grande oportunidade, pela esquerda Bruno entrou na àrea e consegui consquistar espaço para rematar de pé esquerdo à malha lateral.

Aos 15 minutos de jogo o jogador do Arões, Marquinhos, consegui ganhar 3 cantos consecutivos mas sem nenhuma consequência e eficiência na baliza do Marinhas.

Através da execução de um pontápe-livre directo aos 25 minutos, Nandinho, esteve perto de inaugurar o marcador mas a bola junto à barra passou por cima da baliza do guarda-redes do Marinhas, Zé Luís. Cinco minutos passados o Arões coloca novamente a bola na àrea do Marinhas, através de livre na direita e desta feita por Pablo, que colocou a bola em Nandinho este põe a bola na tarjetória da baliza mas a defesa do Marinhas prontamente cortou o lance resultando a jogada em canto.

O guardião aronense, foi chamado a jogo quando aos 36 minutos, Ruben Feiteira, na execução de um pontapé livre obrigou João Nunes, fazer uma defesa apertada colocando a bola para canto.

O guarda-redes, Zé Luís, apesar das ofensivas aronenses não tinha até ao final da primeira parte tido necessidade de grandes intervenções. Por outro lado o Marinhas só chegava à área do Arões através de bola pontapeadas para a frente.

O Arões teve aos 47 minutos uma oportunidade excelente para inaugurar o marcador. Após a execução de um canto, Rosita rematou acabando a bola por ser cortada em cima da linha por um defensor do Marinhas. Agostinho, rematou aos 50 minutos para defesa apertada de Zé Luís.

Aos 60 minutos, João foi obrigado a intervir na conversão de um canto pelo Marinhas, o guardião aronense sacudiu a bola e esta acabou por sobrar para Carioca que rematou por cima falhando assim o alvo.

A cerca de 15 minutis para o final da partida um cruzamento de Marquinhos colocou a bola na cabeça de Zézé que cabeceou para desefa apertada do guarda-redes.


O jogo foi prolongado ainda por mais quatro minutos além do tempo regulamentar mas nem isso possibilitou ao publico que dirigiu-se ao Complexo do Marinhas tivesse o deleite de celebrar um golo.

Concluída a décima oitava jornada deste campeonato o Arões ocupa a mesma 4ª posição deixando apenas o Torcatense (1º) distanciar-se ainda mais na tabela, pois Desp. Ronfe (2º) e Terras de Bouro (3º) também empataram nesta jornada. O próximo confronto para o campeonato colocará frente a frente a equipa do Arões contra o Aguias da Graça (8º) em Arões São Romão.

domingo, 4 de janeiro de 2015

Juniores: U. Torcatense, 0 - Arões SC, 1

Opinião: 
Texto: Ricardo Castro | Foto: DR
.
Uma vitória à base de Cenoura
.
Cenoura deu os três pontos em São Torcato
Desta feita, em São Torcato. Um golo de Cenoura, de grande penalidade, bastou para os juniores do Arões somarem mais uma vitória, consolidando cada vez mais a liderança. A dez minutos do fim do jogo, o médio carimbou a dúzia de triunfos em outros tantos jogos.

Na primeira parte, o equilíbrio. E duas boas oportunidades. Uma para cada lado. Primeiro, foi o Arões a criar perigo. Jorge lançou Rui Pedro na esquerda, mas o remate saiu ligeiramente ao lado. Na resposta, o homónimo do avançado aronense viu a bola ir à barra da sua baliza, depois de um cabeceamento de um jogador do Torcatense. Ao intervalo, o nulo mantinha-se.

Na segunda parte, mais do mesmo. Muita disputa pela bola e crença de parte a parte. O Arões voltou a estar perto do golo à hora de jogo. Canto batido para o segundo poste, Filipe recolocou a bola na área e o central JP rematou para defesa apertada do guardião local.

Poucos minutos depois, Cenoura teve pontaria a mais e viu a bola bater no ferro. O perigo rondava a baliza do Torcatense e de novo Cenoura, lançado pelo recém-entrado Lisuarte, viu o guarda-redes da casa fazer a ‘mancha’. Tudo se mantinha a zeros.

Aos 75 minutos, o Torcatense esteve a centímetros do golo. No cara a cara com Rui Pedro, o avançado dos vimaranenses rematou pouco ao lado da baliza. Cinco minutos depois, o lance que decidiu o jogo. Na área, Lisuarte rematou e um defesa contrário evitou o golo em cima da linha de baliza indevidamente. Expulsão. Grande penalidade. Remate rasteiro, forte. E o único golo da partida, apontado por Cenoura.

Depois do apito final, os festejos. E a certeza de um primeiro lugar reforçado. Apesar de ter mais dois jogos, o Arões leva 15 pontos de vantagem sobre o segundo classificado, o Polvoreira, precisamente o próximo adversário, daqui a duas semanas. Na próxima jornada, o Arões folga. E confortavelmente na liderança.

O Arões alinhou com: Rui Pedro, Marco, Filipe, JP, Rui Marinho, Pizzi, Barros (Lisuarte, 55’), Cenoura (Joca, 83’), Luís Carlos (Baleu, 60’), Rui Pedro e Jorge. Treinador: Miguel Castro.
.

sábado, 3 de janeiro de 2015

Taça Futebol Popular: Águas Santas/Moure, 0 - Agrupamento Santa Cristina, 1

Opinião: 
Texto: Ricardo Castro
.
Paulão dá vantagem na eliminatória
.
O Agrupamento de Santa Cristina foi ao concelho da Póvoa de Lanhoso vencer por uma bola a zero. Na primeira mão dos quartos-de-final, Paulão decidiu a favor dos aronenses, dando a vantagem mínima para o jogo em casa.
.
Depois do nulo da primeira parte, o único golo surgiu aos 65 minutos. Na sequência de um canto, Paulão foi mais astuto e desviou para o fundo da baliza. Aos 75 minutos, o Águas Santas ficou reduzido a dez elementos, por expulsão do avançado.
.
No próximo fim-de-semana há novo encontro, desta feita no planalto de Santa Cristina de Arões, num jogo que decide um dos quatro semifinalistas da prova.
.

Agenda desportiva de fim-de-semana

Opinião: 
.
Futebol Popular - Taça - 1/4 Final - 1.ª Mão:
.
Águas Santas/Moure - Agrupamento Santa Cristina | sábado, 03 de janeiro, 15h00
.