terça-feira, 6 de janeiro de 2015

A.F. Braga: Pró-Nacional, 18º jornada, Marinhas-Arões, 0-0

Opinião: 
Ventos do mar não correram de feição

Jogo no Complexo Desportivo de Marinhas, em Esposende.

Árbitro, Tiago Castro, auxiliado por Renato Castro e Gualter Castro.

F.C. Marinhas: Zé Luís; Salgado, Luís Amorim, Bruno Tómas, Campinho, Carioca, Ruben Feiteira, Orlando, João Carlos (Peão, 77’), Zé Barbosa (Beto, 60’), João Vitor (Pedro, 86’) . Treinador, Jó Faria.

Arôes S.C.: João Nunes; Zézinho, Pedro Rosita (Filipe, 67’), Zezé, Bruno Cunha, Nandinho, Agostinho (André, 69’), Pablo (Gustinho, 77’), Rampa, Nené, Marquinhos. Treinador, Miguel Paredes.

DISCIPLINA:

Cartão Amarelo – Marquinhos, 35’; Nandinho, 36’; Salgado, 40’; Luís Amorim, 65’; Pablo, 67’; Bruno Cunha 70’; Campinho 80’ e André 85’



A equipa de Arões deslocou-se a Esposende para defrontar a equipa do Marinhas naquele que foi o primeiro confronto da segunda volta do campeonato, o resultado não foi o desejado para o Arões que “perdeu” dessa forma dois pontos no campo do Marinhas.

O Arões criou logo aos 2 minutos de jogo por intermédio de Bruno Cunha uma grande oportunidade, pela esquerda Bruno entrou na àrea e consegui consquistar espaço para rematar de pé esquerdo à malha lateral.

Aos 15 minutos de jogo o jogador do Arões, Marquinhos, consegui ganhar 3 cantos consecutivos mas sem nenhuma consequência e eficiência na baliza do Marinhas.

Através da execução de um pontápe-livre directo aos 25 minutos, Nandinho, esteve perto de inaugurar o marcador mas a bola junto à barra passou por cima da baliza do guarda-redes do Marinhas, Zé Luís. Cinco minutos passados o Arões coloca novamente a bola na àrea do Marinhas, através de livre na direita e desta feita por Pablo, que colocou a bola em Nandinho este põe a bola na tarjetória da baliza mas a defesa do Marinhas prontamente cortou o lance resultando a jogada em canto.

O guardião aronense, foi chamado a jogo quando aos 36 minutos, Ruben Feiteira, na execução de um pontapé livre obrigou João Nunes, fazer uma defesa apertada colocando a bola para canto.

O guarda-redes, Zé Luís, apesar das ofensivas aronenses não tinha até ao final da primeira parte tido necessidade de grandes intervenções. Por outro lado o Marinhas só chegava à área do Arões através de bola pontapeadas para a frente.

O Arões teve aos 47 minutos uma oportunidade excelente para inaugurar o marcador. Após a execução de um canto, Rosita rematou acabando a bola por ser cortada em cima da linha por um defensor do Marinhas. Agostinho, rematou aos 50 minutos para defesa apertada de Zé Luís.

Aos 60 minutos, João foi obrigado a intervir na conversão de um canto pelo Marinhas, o guardião aronense sacudiu a bola e esta acabou por sobrar para Carioca que rematou por cima falhando assim o alvo.

A cerca de 15 minutis para o final da partida um cruzamento de Marquinhos colocou a bola na cabeça de Zézé que cabeceou para desefa apertada do guarda-redes.


O jogo foi prolongado ainda por mais quatro minutos além do tempo regulamentar mas nem isso possibilitou ao publico que dirigiu-se ao Complexo do Marinhas tivesse o deleite de celebrar um golo.

Concluída a décima oitava jornada deste campeonato o Arões ocupa a mesma 4ª posição deixando apenas o Torcatense (1º) distanciar-se ainda mais na tabela, pois Desp. Ronfe (2º) e Terras de Bouro (3º) também empataram nesta jornada. O próximo confronto para o campeonato colocará frente a frente a equipa do Arões contra o Aguias da Graça (8º) em Arões São Romão.

Sem comentários:

Enviar um comentário