domingo, 11 de janeiro de 2015

Miguel Paredes: "Trememos um bocado na fase final"

Opinião: 
Declarações de Miguel Paredes, treinador do Arões, no final do jogo diante do Águias da Graça:
.
“Durante a primeira parte fomos muito superiores ao adversário. Criámos muitas situações para marcar, só conseguimos num golo do Filipe, numa grande execução de livre.

Tivemos várias situações para fazer o 2-0, não conseguimos. Dominamos a toda a prova. O nosso adversário é uma equipa muito agressiva e criou muitas situações em lances de bola parada, onde era mais forte.”

Na segunda parte não entramos tão bem, no entanto tivemos oportunidades para marcar. O Zézé teve uma isolado e quem não marca arrisca-se a sofrer. Tivemos aquela situação do Nandinho em que o jogador atirou ao poste e depois, a terminar, um penalti que não posso dizer se é, porque estou bastante longe, em que o nosso guarda-redes acabou por garantir os três pontos.

Penso que trememos um bocado na fase final quando não devíamos. Mas no cômputo geral, não podemos ver o jogo por aquilo que foram os últimos minutos, mas sim por aquilo que foram os noventa. E nos noventa jogámos muito mais, fomos muito mais equipa e merecemos esta vitória sem qualquer dúvida.”
.
Declarações de Rui Dias, diretor do Águias da Graça:
.
“Foi um jogo de duas partes totalmente distintas. A primeira foi totalmente do Arões, que chegou ao golo com mérito, numa boa execução.

Na segunda parte começamos a acreditar, mandámos uma bola ao poste, marcámos um golo que é limpo. E mesmo a acabar tivemos um penalti, mérito do guarda-redes que defendeu.

O nosso objetivo é a manutenção, foi o traçado no início da época. Queremos chegar aos 40 pontos, vai ser difícil. Este campeonato é muito competitivo, ganha-se dois jogos, está-se lá em cima, perde-se dois jogos estamos logo na luta lá no fundo. Mas pelo que vi hoje, e pelo que o Águias da Graça tem mostrado, estou confiante que vamos conseguir.”
.

Sem comentários:

Enviar um comentário