domingo, 1 de fevereiro de 2015

Miguel Paredes: "Fomos justos vencedores"

Opinião: 
Declarações do treinador do Arões, depois da vitória por 2-1 diante do Amares:
.
“O nosso adversário vinha forte e sabíamos que ia ser um jogo complicado. Felizmente entrámos a ganhar, mas durante a primeira parte tivemos dificuldade em controlar o jogo do adversário. Acho que não nos posicionámos muito bem e reconheço que o Amares, durante a primeira parte, criou algumas situações em que podia chegado ao golo, tal como nós podíamos ter chegado ao segundo. Foi uma fase em que atacámos bem e defendemos mal.

Na segunda parte, penso que entrámos melhor e controlamos perfeitamente o jogo. Tivemos a infelicidade do nosso guarda-redes no golo adversário, mas fomos atrás do 2-1, chegámos ao golo e fomos controlando.

O Amares não criou situações de perigo na segunda parte e fomos nós, mesmo à medida que nos iam tirando elementos, a criar situações. Penso que pelo cômputo geral fomos justos vencedores, reconhecendo que o adversário tem uma boa equipa. Mas os nossos jogadores tiveram muita atitude, caráter e principalmente, em inferioridade numérica, estiveram irrepreensíveis na aplicação e no rigor tático.

O Barbosa tem uma entorse. Juntamente com o André e o Néné deixa-nos limitados. Isto a acrescentar à saída do Nandinho por motivos profissionais, deixa-nos com menos soluções. Mas quando os jogadores perceberem que temos menos soluções mas são todos mais importantes, podemos ficar mais fortes. Espero essa atitude no próximo jogo. Sabemos que é um jogo difícil no primeiro classificado. Mas é um jogo que os jogadores gostam de jogar e onde nos demos sempre muito bem ao longo das últimas épocas.”
.

Sem comentários:

Enviar um comentário