sábado, 21 de fevereiro de 2015

Pró-Nacional: Arões SC, 1 - GD Serzedelo, 1

Opinião: 
Texto e fotos: Ricardo Castro
.
Suplentes ditaram divisão de pontos

- Arões perde liderança para o Torcatense

O Arões cedeu o primeiro empate caseiro da época. A igualdade a uma bola com o Serzedelo aumentou para nove os jogos sem perder, mas interrompeu uma série de três vitórias consecutivas, ditando a perda da liderança ganha no último fim-de-semana. No outro jogo do dia, o Torcatense venceu o Taipas (1-0) e recuperou o primeiro lugar aos fafenses. A divisão de pontos foi decidida pelos suplentes Agostinho e Tiago.

Numa primeira parte sem grandes oportunidades, imperou o equilíbrio. O Arões não conseguiu um único remate à baliza contrária nos primeiros 45 minutos. E de muito valeu a consistência defensiva a evitar a vantagem do Serzedelo. Aos 16’, Zezinho cortou a bola na hora certa, quando Hilário se preparava para rematar perante João. A dez minutos do intervalo, num lance de insistência, Vitinha e Hilário viram as suas tentativas esbarrar na defensiva aronense.

Pelo meio, Filipe cruzou e Zézé falhou um golo certo na área. Contudo, o lance já estava anulado, por fora-de-jogo. A tentativa mais evidente do Arões surgiu aos 43 minutos. Pablo rematou à entrada da área, tendo a bola batido num defesa contrário.

As paragens na primeira parte condicionaram ainda mais um jogo com várias perdas de bola a meio campo e falta de astúcia na hora de atacar a baliza. Aos 31 minutos, Hugo Matos lesionou-se sozinho e Diogo Pinto rendeu-o no centro da defesa visitante. Volvidos dez minutos, foi a vezes de João Nunes receber assistência. Ao intervalo, tudo como no início no marcador.

Marcos foi dos mais inconformados do lado aronense. Tentou sempre incursões pelo flanco direito e aos 49 minutos esteve perto do golo. O remate de pé esquerdo do lateral passou pouco ao lado. Poucos minutos depois, Vitinha foi assistido e o jogo sofreu nova interrupção.

Aos 57’, o remate de Hilário deu a sensação de golo e Vítor Pacheco já festejava no banco. A bola encontrou as redes, mas pelo lado de fora da baliza à guarda de João.

Aos 67 minutos, Agostinho desfez o nulo. Lançado por Miguel Paredes dois minutos antes, o médio aproveitou um primeiro remate frontal de Bruno Cunha à trave e desviou de cabeça para o fundo das redes. No primeiro remate à baliza contrária, o Arões mostrou eficácia.

O Arões motivou com o golo e logo a seguir, o mesmo Agostinho surgiu solto na esquerda e rematou forte para defesa apertada de Carlos. A um quarto de hora do fim, Bruno Cunha caiu na área e árbitro mostrou-lhe o cartão amarelo, por alegada simulação.

À entrada para os últimos dez minutos, o golo do empate. Fernando Pereira entendeu que Rui Rampa fez falta à entrada da área e na conversão do livre, Tiago fez a bola entrar ao ângulo superior da baliza. João bem se esticou, mas não conseguiu evitar o 1-1.

Nos últimos minutos, o Arões mostrou maior capacidade ofensiva e, aos 84 minutos, Pablo obrigou Carlos a voar para evitar o segundo golo. Nos quatro minutos de compensação, a equipa da casa rondou a área contrária, mas os remates não encontraram o caminho do golo.

No próximo fim-de-semana, o Arões joga, em Amares, a passagem aos quartos-de-final da Taça AF Braga.

Jogo realizado no Parque Desportivo de Arões.

Árbitro: Fernando Jorge Pereira, auxiliado por Paulo Miranda e Nuno Eiras.

ARÕES SC: João Nunes, Marcos, Fernando Beijinhos (cap.), Rui Rampa, Zezinho, Néné, Gustinho (Agostinho, 65’), Pablo, Bruno Cunha (Raimundo, 84’), Filipe (Pedro Rosita, 78’), Zézé. Treinador: Miguel Paredes.

GD SERZEDELO: Carlos, Tiago Vieira, Carlos Martins, Vitinha (cap.) (Rui Costa, 70’), Juni, Diogo Leite, Pidá, Hugo Matos (Diogo Pinto, 34’), João (Tiago, 62’), Lobo, Hilário. Treinador: Vítor Pacheco.

Disciplina – cartões amarelos: Carlos Martins, 26’, Juni, 50’, Rui Rampa, 56’, Vitinha, 58’, Lobo, 65’, Bruno Cunha, 77’, Pablo, 85’. Cartões vermelhos: nada a registar.

Golos: Agostinho, 67’, Tiago, 80’
.

Sem comentários:

Enviar um comentário