domingo, 15 de março de 2015

Declarações de Jorge Batista no final do Arões - Taipas (2-2)

Opinião: 
Foto: Ricardo Castro

"Parece-me clara a grande penalidade e se calhar traduz alguma justiça"
.
“Um jogo difícil, perante uam equipa que está nos lugares cimeiros. Parece-me que foi um bom jogo, as duas equipas quiseram vencer. Acabamos por sofrer dois golos em dois lances que nós sabíamos que o Arões era forte.

Parece-me que tivemos muito mais oportunidades claras para fazer golos do que o Arões, nomeadamente na primeira parte podíamos ter ampliado a vantagem. Foi um jogo intenso, perante uma equipa bem orientada. Dentro da normalidade que são alguns erros que acontecem em termos de arbitragem, penso que a equipa esteve à altura. Podemo-nos queixar em determinados lances, alguns amarelos. Mas numa fase difícil do campeonato, onde por vezes também não é fácil arbitrar, houve três excelentes equipas, quatro golos e assim vale a pena vir ao futebol.

Eu fiquei com a sensação, quase sem dúvida, que a bola bate no braço do lateral do Arões. Vi o árbitro explicar no fim que também fica com essa ideia. Acabou por ser grande penalidade e empatamos nesse lance. Não me parece que tenha sido com intenção de forçar alguma coisa. Parece-me clara a grande penalidade e se calhar traduz alguma justiça. 

Satisfeito com a atitude da equipa, com o desenrolar da partida onde não nos encolhemos perante uma equipa que está a lutar pelos lugares cimeiros, conseguimos o 2-2, o resultado possível”.

Sem comentários:

Enviar um comentário