terça-feira, 31 de março de 2015

Pró-Nacional: Arões SC, 2 - Merelinense FC, 4

Opinião: 
Texto: Ricardo Castro | Fotos: Rui Silva

Continuam os maus resultados

O Arões somou o quinto jogo sem vencer na Pró-Nacional e atravessa o pior momento da época no que a resultados diz respeito. A equipa de Miguel Paredes sofreu nova derrota, em casa, diante do Merelinense, por quatro bolas a duas. As vitórias têm fugido e os adversários do topo da tabela vão, aos poucos, ficando mais distantes dos aronenses.

Os primeiros 20 minutos espelharam o desfecho de um jogo em que o Arões teve algumas dificuldades em chegar à baliza contrária na primeira parte. O Merelinense foi eficaz e marcou nas duas ocasiões mais claras. Telmo aproveitou uma bola na área e inaugurou o marcador aos cinco minutos. E Rui André dobrou a vantagem, ao culminar um contra-ataque após assistência de Telmo, num lance nascido de um canto favorável ao Arões.

À meia hora, Miguel Paredes tirou Pedro Rosita e lançou Zézé. A aposta no ataque aumentou a pressão dos da casa, traduzida em golo aos 40 minutos. Barbosa aproveitou da melhor maneira a confusão na área contrária e reduziu para 1-2, relançando a discussão do resultado para a segunda parte.

Aí, o Arões mostrou, desde cedo, vontade de dar a volta ao marcador. Pablo dispôs de uma primeira ocasião num livre, atirando pouco por cima. Aos 55 minutos, o brasileiro não falhou uma grande penalidade, por falta de Simões sobre Zézé. O jogador bracarense foi expulso e o Arões chegava ao 2-2, já em superioridade numérica.

Contra dez e já depois de recuperar da desvantagem de dois golos, esperava-se maior pressão dos locais. Tal não aconteceu. Alguma passividade na busca do terceiro golo – o da reviravolta - ditou nova vantagem dos visitantes. Rui André aproveitou uma jogada rápida e, na área, deu a melhor sequência a um cruzamento da direita. Era o bis na partida do avançado do Merelinense e o 2-3 no marcador.

Aos 82 minutos, o recém-entrado David sentenciou a partida, atirando para o fundo da baliza de Paulo Jorge após uma bola metida nas costas da defensiva adversária.

Apesar do deslize, o Arões mantem o quinto lugar, com 44 pontos, mas já a sete do líder Torcatense. O segundo lugar, pertença do Maria da Fonte, está a três de distância. Na próxima jornada, a turma de Miguel Paredes procura nova lição diante do Desportivo de Ronfe, a quem venceu na primeira volta, por 4-1. Os vimaranenses, orientados pelo fafense Paulinho Soares, estão no 8.º posto com 41 pontos e acumulam um ciclo de sete jogos sem vencer.

No intervalo do jogo, foram apresentados todos os escalões de formação da equipa aronense e foi entregue uma camisola do clube a um dos dois militares fafenses que está de partida para uma missão de paz no Kosovo.

Jogo realizado no Parque Desportivo de Arões – Vila de Arões São Romão, Fafe.

Árbitro: Rui Amaral, auxiliado por André Duarte e Daniel Vale (AF Braga).

ARÕES SC: Paulo Jorge, Pedro Rosita (Zézé, 30’), Marcos, Rui Rampa, Zezinho, Barbosa (André, 64’), Gustinho, Agostinho, Pablo, Bruno Cunha (Zé Dias, 80’), Raimundo. Treinador: Miguel Paredes.

MERELINENSE FC: Alex, Cara (cap.), João Paulo, Simões, Ribeiro, Ni, Telmo, João Cardoso, João Araújo (David, 70’), Rui André (Pedrinho, 90’), Ruca (Costa, 60’). Treinador: Pedro Rocha.

Disciplina – cartões amarelos: João Araújo, 12’, Gustinho, 25’, Marcos, 50’, Rui André, 51’, Agostinho, 62’, Zezinho, 64’. Cartão vermelho: Simões, 55’.

Golos: Telmo, 5’, Rui André, 20’ e 65’, Barbosa, 40’, Pablo (g.p), 56’, David, 82’.

Sem comentários:

Enviar um comentário